fbpx

Aposentadoria por tempo de serviço em 2022 – entenda seu direito.

A imagem mostra uma mulher sorrindo e ilustra a publicação "Aposentadoria por tempo de serviço em 2022 - entenda seu direito", da Koetz Advocacia.

Para conseguir a aposentadoria por tempo de serviço em 2022 é necessário verificar no MEU INSS quanto tempo de contribuição possui, analisar a melhor regra para o seu caso e confirmar se já alcançou os requisitos.

Neste texto, explicamos como você pode acessar o seu histórico de contribuição e os requisitos das regras. Leia até o final e veja se você já alcançou o que precisa para se aposentar em 2022.

Mas se achar complexo e quiser tirar dúvidas, clique aqui para enviar o seu caso em 1 minuto para nossos advogados.

Quanto tempo para se aposentar por tempo de serviço?

O tempo para se aposentar por tempo de serviço é de no mínimo 15 anos com contribuição e pode chegar a quase 40. Além disso, na maioria dos casos, é necessário uma idade mínima para completar a regra. Ou seja, é importante avaliar qual a regra mais rápida para você.

Assim, as regras para Aposentadoria por tempo de serviço em 2022 são:

Para mulheres:

  • Ter 62 anos de idade mais 15 de contribuição; OU
  • 61 anos e 6 meses mais 15 anos de contribuição em 2022; OU
  • Se alcançou 30 anos de contribuição mais 89 pontos em 2022; OU
  • 4ª opção: 30 anos de contribuição mais 57 anos e 6 meses em 2022; OU
  • 5ª opção: 30 anos de contribuição, mais 50% de pedágio sobre o tempo que faltava em 12/11/2019, sendo que precisava ter, pelo menos, 28 anos de contribuição na data; OU
  • 6ª opção: ter 57 anos de idade mais 30 anos de contribuição, mais 100% de pedágio sobre o tempo que faltava em 12/11/2019.

Para homens:

  • Ter 65 anos de idade mais 20 anos de contribuição; OU
  • 65 anos de idade e mais 15 de contribuição; OU
  • 35 anos de contribuição mais 99 pontos em 2022; OU
  • Se alcançou 35 anos de contribuição mais 62 anos e 6 meses em 2022; OU
  • Ter 35 anos de contribuição mais 50% de pedágio sobre o tempo que faltava em 12/11/2019, sendo que precisava ter, pelo menos, 33 anos de contribuição na data; OU
  • 60 anos de idade, mais 35 anos de contribuição, mais 100% de pedágio sobre o tempo que faltava em 12/11/2019.

Mas atenção!

Existem outras regras para Aposentadoria por tempo de serviço 2022. Elas estão nos links a seguir, por isso, clique no que tem a ver com seu caso:

Como saber se posso me aposentar por tempo de serviço?

Para saber se pode se aposentar por tempo de serviço, é preciso, em suma, verificar quanto tempo foi contribuído no INSS e em seguida qual regra é a melhor para o seu caso. Ou seja, seguir os passos seguintes caso você queira entender sozinho:

  • Ver o histórico de contribuição que consta no INSS (assim, não basta apenas saber o tempo de serviço, precisa constar no sistema que contribuiu);
  • Entender qual regra é a melhor para o seu caso e se já cumpriu os requisitos;
  • Identificar, além disso, se precisa de provas para comprovar o tempo de serviço.

Nesse sentido, é importante verificar no MEU INSS quanto tempo de contribuição consta no sistema. No vídeo a seguir (legendado), explicamos como se cadastrar para ter informações do seu histórico previdenciário.

 

O texto continua após o vídeo.

 

Ademais, se acaso ficar em dúvida sobre a melhor regra, quais provas usar ou, até mesmo, saber quanto tempo contribuiu, é importante buscar a ajuda de um advogado especialista em direito previdenciário.

Portanto, pode falar conosco clicando aqui para acessar a área de atendimento e enviar as dúvidas.

 

Consulta de CNIS

Para consultar o CNIS é preciso se cadastrar no MEU INSS. Após fazer o cadastro, siga os passos:

  • Dentro do sistema MEU INSS busque o “Extrato de contribuição (CNIS)”;
  • Clique no Extrato de contribuição e em seguida vai abrir um documento com as informações sobre o tempo de contribuição;
  • Baixe esse extrato rolando a página para baixo. Assim, no final dela, você vai ver opções avaliar e baixar esse documento. Clique em baixar.

Desse modo, é possível consultar o histórico de contribuição sempre que desejar.

 

O texto continua após o vídeo.

Tempo de serviço X tempo de contribuição

A diferença entre tempo de serviço e tempo de contribuição é que, na verdade, o tempo de serviço é todo o tempo trabalhado durante a vida, mas o tempo de contribuição é o que foi pago para a Previdência. Ou seja, muitas vezes pode acontecer de o tempo contribuído não ser o mesmo que o tempo de serviço, caso não conste no INSS.
Assim, o tempo de serviço é uma forma popular de falar, mas para o INSS o que conta é o tempo de contribuição. Então, fique atento, pois se trabalhou e não contribuiu, pode ter a aposentadoria negada ou influenciar até mesmo no cálculo de aposentadoria!
O texto continua após o formulário.

Cálculo de tempo de contribuição

A aposentadoria por tempo de serviço também impacta no cálculo de tempo de contribuição. E esse cálculo mudou com a Reforma da Previdência, então é preciso saber se o seu tempo foi contado da forma correta. Neste texto explicamos como fazer o cálculo e entender quanto tempo tem.

Ou, além disso, assista ao vídeo que fizemos sobre o tema:

Desse modo, se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para aposentadoria por tempo de serviço, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Advogado inscrito na OAB/SC 50.180, Pós Graduado em Direito Previdenciário pela Faculdade CESUSC, Graduado como bacharel pela Universidade de Santa Cruz do Sul - RS, Sócio no escritório Koetz Advocacia Previdenciária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *