Aposentadoria: vale a pena investir em planejamento?

A aposentadoria do INSS pode ser obtida com melhor valor através de um bom planejamento.

 

Escritórios de Advocacia especializados em Direito Previdenciário geralmente prestam três tipos de serviços para você analisar a situação e melhorar a obtenção do benefício: 1. Cálculo do Tempo de Contribuição; 2. Cálculo do Valor do Benefício; 3. Planejamento Completo da Aposentadoria.

 

 

O primeiro fator que deve ser analisado diz respeito ao valor e ao retorno sobre o investimento. Ou seja, se o investimento vai se pagar com os ganhos obtidos na aposentadoria.

 

Os preços praticados no mercado jurídico para os serviços variam de acordo com a maneira que eles são feitos, sendo que geralmente os serviços prestados pela internet são os mais baratos e sem perder qualidade. Em 2015, ficam nesses patamares:

 

1. Cálculo do Tempo de Contribuição – de R$ 50,00 a 350,00.

2. Cálculo do Valor do Benefício – de R$ 200,00 a 800,00.

3. Planejamento Completo da Aposentadoria – de R$ 450,00 a R$ 3000,00.

 

O próximo item importante é verificar o que você precisa. Um planejamento ou um cálculo de tempo?

 

1. Orientação completa para a Aposentadoria

 

No planejamento completo são realizados os cálculos de tempo de contribuição e de valor da aposentadoria para todos os segurados e de complementação da aposentadoria para servidores concursados filiados ao INSS. Ainda, se apresenta ao cliente todas as opções, variações e possibilidades que ele pode ter em relação à sua situação previdenciária. Também é o serviço mais caro, mas que pode trazer melhores informações e rendimentos.

 

2. Para quem não tem flexibilidade para mudar o valor da contribuição

 

Se as dúvidas são menores ou não há muita flexibilidade em relação ao emprego e a possibilidades de contribuições (como no caso dos servidores públicos que sempre tiveram estabilidade ou então empresários e autônomos que sempre pagaram sobre o salário mínimo), valeria a pena fazer apenas o cálculo do tempo de contribuição para saber o dia correto em que pode pedir o benefício.

 

3. Histórico de trabalho com muitas mudanças no valor do salário e da contribuição

 

Porém, se no seu histórico contributivo houve muitas mudanças no salário, contribuições com valores altos e baixos, se há dúvidas em relação a contribuição atual que se paga e se pode fazer algo para se aposentar com um benefício melhor, o ideal é fazer, pelo menos, o cálculo do valor do benefício.

 

4. Para quem praticou atividades insalubres ou trabalho rural, teve empresa em seu nome ou profissões com legislação especial

 

Por fim, se houve desempenho de atividades insalubres, períodos de atividade rural na família na adolescência, empresas em seu nome, períodos que não houve recolhimento de contribuições, profissões com legislação especial, prestação de serviço militar, empregos públicos, cargos públicos efetivos, períodos com dois empregos, prestação de serviço como autônomo e outras questões mais especificas, com certeza o planejamento completo da aposentadoria irá trazer informações importantes que resultarão em ganhos financeiros significativos.

 

 

Eduardo Koetz :

View Comments (1)