Auxílio Doença: Passo a passo sobre obtenção do benefício.

Auxílio Doença: Passo a passo sobre obtenção do benefício.

17 de abril de 2018 Aposentadoria Invalidez Auxílio Acidente Auxílio Doença Dentista 422

Conheça as etapas para obter o auxílio doença.

 

Um dos pedidos de consulta que mais recebemos através da internet é sobre a situação do benefício de auxílio doença. Frequentemente os segurados do INSS fazem o pedido sozinhos, e passam por dificuldades enormes para conseguir informações sobre o benefício, ou e ficam dependentes dos advogados, que nem sempre estão à disposição, para saber como está o seu processo administrativo, se foi deferido ou indeferido.

Porém, há escritórios de advocacia que como  a Koetz Advocacia proporcionam um atendimento pela internet, a fim de facilitar a vida dos trabalhadores incapacitados, que tem o benefício indeferido pela Previdência, evitando a locomoção e várias outras dificuldades.

Indicamos ainda para quem procura a proteção e orientação neste momento de necessidade de doença, informações relevantes sobre Planos de Saúde no nosso escritório parceiro, Salem Advogados, no link http://salemadvogados.com/plano-de-saude-cobertura-obrigatoria/

Preparamos ebooks específicos por profissões que mais nos procuram, escolha o seu:

AUXILIO DOENÇA DO ENFERMEIRO

AUXÍLIO DOENÇA DO PROFESSOR

AUXÍLIO DOENÇA DO MÉDICO

AUXÍLIO DOENÇA DO DENTISTA

AUXÍLIO DOENÇA OUTRAS PROFISSÕES

Vimos que este é um assunto que deixa muitas pessoas ansiosas, ainda mais por se tratar de um período da vida em que ela está incapacitada de trabalhar e depende da concessão do benefício para prover suas necessidades básicas. Pensando nisso, elaboramos orientações sobre a situação do benefício de auxílio doença, explicando o processo em cada etapa do pedido. Assim, quem for entrar com o pedido pode entender como funcionam as etapas e ficar tranquilo.

 

1. Marcando a perícia.

O segurado da Previdência Social que ficar incapaz para o trabalho durante mais de quinze dias terá direito ao Auxílio Doença. Para isso deverá realizar a Perícia Médica no INSS, sendo que deverá marcar através do site da previdência.

 

Isso pode ser feito pelo próprio segurado, mas aconselhamos consultoria com advogado, pois cerca de 46% dos pedidos de auxílio doença são negados pelo INSS por erros em agendamento e outros procedimentos.

 

2. Consulta de Perícias Agendadas – Segunda via do Agendamento

 

Para consultar as perícias agendadas, caso não tenha conseguido imprimir o documento ou tenha esquecido a data, poderá consultar na área de perícias agendadas do site do INSS, onde é preciso informar número do requerimento, data de nascimento, nome completo e CPF. Se você não possui o número do requerimento é preciso ligar para o 135 da previdência social e pedi-lo informando o número do seu PIS ou NIT.

 

Vale lembrar SEMPRE: Na realização da perícia leve todos os atestados e exames médicos mais recentes (no máximo dos últimos 3 meses), bem como internações e prontuários que possuir. Não compareça no INSS sem os exames. Apenas o atestado médico é insuficiente, salvo alguns casos como doenças psiquiátricas, por exemplo.

 

3. Resultado da Perícia Médica

 

O resultado da perícia médica não é fornecido na hora, a fim de evitar alguma reação irracional contra o médico que negar o benefício.  O INSS avisa que o resultado chegará na casa do segurado, que deve ter seu endereço atualizado (faz isso junto ao setor de atendimento na agencia ou pela internet) para receber o comunicado de decisão num período de 15 a 20 dias após a perícia.

 

Passado o período estabelecido pelo INSS, se você não tiver recebido a informação por correio, deve comparecer a agência e solicitar o resultado pessoalmente. É importante dizer que o advogado não pode obter essa informação sem ir até uma agência do INSS munido da procuração e identidade do segurado. Todavia, qualquer um que possuir tais documentos (procuração e identidade) pode retirar a informação pessoalmente em uma agência, independente de ser o advogado ou não.

 

4. Em caso de deferimento do Auxílio Doença – Benefício Concedido

 

As perguntas mais frequentes quando acontece a concessão de benefício é “quando vou receber o pagamento?” e “quanto vou receber?”.

 

A data e o valor de pagamento do benefício são informados na carta de concessão.

Para saber quando seu benefício começará a ser pago e qual o valor mensal que receberá deve ler o conteúdo incluído tanto na carta de concessão recebida via correio.

5. Em caso de Indeferimento do Auxílio Doença – Benefício Negado por falta de incapacidade para o trabalho

Se o Auxílio Doença for negado, o segurado poderá ingressar com um Pedido de Reavaliação, o que só é aconselhável se obter um novo exame ou então leve algum outro elemento de prova da sua doença que não tenha levado na primeira Perícia Médica.

Acontece que os médicos do INSS são clínicos gerais e tentam analisar doenças das quais frequentemente não estão acostumados a analisar.

O mais eficaz neste caso é ingressar com ação judicial contra o INSS, pois no Judiciário os médicos peritos são de confiança do juiz e não funcionários da Previdência.

Além disso, são especialistas na área médica de interesse do segurado, como traumatologistas, cardiologistas, psiquiatras, médicos do trabalho, etc, e não clínicos gerais.

Se você precisa de mais informações sobre as doenças ortopédicas advindos da área médica, indicamos o site www.herniadedisco.com.br

 

CTA_Aposentadoria_por_invalidez_para_dentistas_pelo_INSS

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A APOSENTADORIA POR INVALIDEZ DO DENTISTA

 

Banner das nossas regras de uso de conteúdo. Clique nele e saiba como ter permissão para utilizar nosso texto em seu site ou blog.

 

 

422 comentários

  1. Sofri um acidente no dia 17/02/2017 a caminho do trabalho,fiquei afastado no período de 17/02 a 20/05,consegui marcar a perícia do inss só para o dia 27/06,corre algum risco do meu caso não passar na perícia pelo fato deu ter retornado ao trabalho antes da perícia ?
    Obs:fiz o exame de corpo e delito e foi comprovado minha insuficiência de retorno ao trabalho,tenho todos atestado médico e exames atualizado e Laudos !

  2. Maria disse:

    ola boa tarde!! sou do micropreendedor desde 01/08/2016 e por motivos de doença amputei uma perna no dia 13/12/2016 entrei com auxilio doença e foi comprovado a imcapacidade para o trabalho porém, não foi reconhecido o direito ao beneficio, tendo em vista que o inicio das contribuições deu-se em 01/08/2016, data esta posterior ao inicio da incapacidade fixada 13/12/201 pela pericia medica, o que devo fazer??

  3. Lorran moreira disse:

    Lorran, data da msg(24/05/2017).
    Olá, estou empregado e precisei fazer uma cirurgia no ombro, fiz a cirurgia dia 30/03/2017 peguei o atestado com o médico, marquei a perícia pro dia 18/04/2017 levei os atestados e a ressonância mas depois que fui ver o resultado, não aceitaram, então fui procurar saber. Eu não tinha levado uma carta que a empresa tinha que fazer, então pedi a carta pra empresa e peguei a carta no dia 27/04/2017, fui marcar outra pericia e não consegui! Porque tem que esperar 1 mês depois da primeira pericia pra marcar outra novamente. Então marquei outra pericia depois de um mês, está agendada pro dia 19/06/2017. Mas irei voltar a trabalhar no dia 01/06/2017.
    Eu vou conseguir receber esses dois meses afastados? É melhor eu pedir uma carta mais atualizada pra empresa fazer ? Dizendo que fiquei dois meses afastado. Estou com medo de voltar no inss e o inss não aceitar denovo. Me ajudem por favor!

  4. Ednei disse:

    Boa tarde,

    Realizei a pericia judicial (JEF) a qual foi indeferida, apesar de diversos laudos e receituário médico. O perito alegou que não existe a incapacidade.
    Enviei uma petição para impugnar o laudo pericial. O juiz expediu ato extraordinário Nos termos da Portaria nº 17/2016 deste Juízo, publicada no
    DJE/Administrativo em 22/06/2016, intimo as partes para eventual
    manifestação sobre o(s) laudo(s) pericial(is), no prazo comum de
    15 (quinze) dias úteis.
    Passado o prazo o perito não se manisfestou.
    Qual é o próximo passo?

    Grato

  5. Rogério Pereira disse:

    Olá Eduardo,
    Estou empregado e sofri um acidente onde tive que fazer uma cirurgia no úmero. Entrei com o auxilio doença e no dia 23/03/2017 fui a pericia de prorrogação do beneficio, pois ainda estou fazendo fisioterapia, mas o perito não concedeu o beneficio, ou seja, ele foi cessado. Quero saber o que devo fazer? Devo me apresentar na empresa ou devo entrar com recurso? Estou muito confuso.

  6. Lais disse:

    Olá, estou gestante e fiquei internada durante 5 dias depois de um sangramento e minha médica me deu 15 dias de atestado. Agora com minha pressão que está descontrolada ela me deu mais 30 dias, nesse caso terei que entrar com o INSS, a perícia foi marcada 15 dias pra frente do 1° dia de afastamento, a dúvida é: Se na perícia for negado o benefício, esses dias que fiquei parada por causa do atestado aguardando a perícia, eu perco, será descontado do meu salário, como fica? Agradeço desde já a atenção.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Lais.
      Se não passar na perícia, a empresa não é obrigada a pagar. Você pode entrar na justiça para cobrar do INSS.

      • Patrícia disse:

        Olá Eduardo. No meu caso deu indeferido por tempo de contruibuicao, mesmo assim posso recorrer.?
        E enquanto a empresa, volto a trabalhar quando .?

    • Patrícia disse:

      Oi Lais estou cm o mesmo caso, sendo que deu indeferido. Você já passou pela perícia ?

  7. Juliana disse:

    Bom dia!
    Fui na perícia do INSS e me concederam o benefício somente até a data da perícia, mas eu ainda não estou apta a voltar ao trabalho. Na carta de decisão veio escrito que o benefício foi concedido do dia 10/03 (data do agendamento) ao dia 18/05 (data da perícia), consigo entrar com uma ação judicial com essa decisão para manter o benefício até eu poder voltar ao trabalho ou preciso entrar com um novo pedido no INSS?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Juliana.
      Você pode fazer uma perícia de prorrogação para manter o benefício por mais um tempo. Caso seja negado, aí sim, você pode entrar com o pedido judicialmente.

  8. Mariana disse:

    Boa noite, fui diagnosticada com dermatopoliomisite, entrei com auxílio doença, consigo me afastar será?? Não eh o que eu queria, mas não consigo fazer nada!!😥

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Mariana.
      No dia da perícia, leve todos os documentos médicos que comprovem a sua incapacidade.
      Caso seja negado, você pode entrar com o pedido judicialmente.

  9. Claudete disse:

    Sou gestante de risco tenho utero bicorno a minha medica pediu afastamento por tempo indeterminado faço uso do utrogestan pra segurar o bebê.será que o inss pode negar o meu afastamento?

  10. Camilla disse:

    Olá,
    Gostaria de saber como é a conta dos dias de afastamento.
    Tive 23 dias descontínuos de afastamento do trabalho. Minha dúvida é que mesmo após 16 dias de afastamento retornei ao trabalho e só fui desligada 19 dias depois. Sendo que fiquei 5 meses e 15dias de licença pelo INSS e hoje quando retornei ao trabalho e fui solicitar férias a empresa me passa que fiquei mais de 180 dias afastada. Pois a mesma está contando com os 19 dias que continuei trabalhando que eu poderia ter sido afastada no décimo sexto dia. Esses 19dias entram na conta de afastamento ? Mesmo tendo sido paga pela empresa esses 19 dias e não pelo INSS?
    Pelo art 133 ‘o trabalhador não tem o direito a férias quando o mesmo tiver recebido da previdência social prestações de acidente de trabalho ou de auxilio-doença por mais de seis meses, embora descontínuos ‘
    Entendo que recebi da previdência 5 meses e 15 dias e não 184 como a empresa está me passando. Pois mesmo que ela pudesse me afastar no décimo sexto dia, a empresa não fez, só me afastando 19dias depois.

  11. Lilian Martins disse:

    Oi boa noite Dr , dei entrada no inss dia 28/03/2017 , marcaram minha perícia dia 05/05/2017 .. fui na perícia e a perita me deu o benefício até o dia 05/05/2017 .. ainda estou em tratamento , fazendo várias fisioterapia , não tenho condições de voltar a trabalhar agora , como ela me disse que o resultado só saia depois das 21h , não deu tempo de fazer nada ! O que faço daqui em diante ? Trabalho de carteira assinada .. cheguei até voltar no INSS p. Saber sobre , porém me informaram que não poderiam fazer nada , a não ser eu entrar com uma ação judicial , porém demora um tempo né ?

  12. Cleberson disse:

    Bom dia. Sofri um acidente no ano passado. Em outubro. E meu benefícioslado saiu em março. Foi concedido. Mais agora depois de 2 meses novamente sofri um acidente. O INSS. Cobre meus direitos. Ou serei negado por tá novamente requerendo o auxílio doença. Em apenas dois meses? Quais meus direitos. Pois tou de Atestado médico e ele me informou que em 15 dias não tou aptos aos serviços. O que devo fazer?

  13. josias de sousa disse:

    bom dia fiz uma pericia de prorrogaçao no dia 06/02/2017 e ate hoje 10/05/2017 nao a resultado, questionado o inss pediu que ligase no 135, meu advogado me disse que sem o resultado nao pode fazer nada, o pior e que cessaram meu beneficio antes da pericia, e ninguem sabe explicar o porque e enquanto isso acumulo dividas como ipva ,iptu e outros do setor publico, e me cobram juros e multas sera que vao me pagar com juros e multa,desde ja agradeço pela atençao que deus os abençoe;

  14. Kátia Regina disse:

    Trabalho numa empresa já fazem+ou- uns 5anos estou me tratando de LES. Que está em atividade. Tendo várias complicações, nos rins, com hipertensão, infecções devido a herpes, problema pulmonar. Enfim, fiz perícia médica e levei todos os laudos, dos especialistas e o INSS me concedeu até 28/02/2018. A pergunta é estou precisando sacar o meu FGTS, eu não tenho conta inativa mais tenho um valor considerável da empresa que eu trabalho. O que eu devo fazer, para ter direito a sacar o FGTS, se estou em tratamento e precisando muito?

  15. Maximiliano canuto dos Santos disse:

    Boa noite minha carta de concessão ainda não chegou em minha residência e já tem 21 dias corridos e olhei o extrato o benefício já está disponível será que só com o número do benefício eu consigo receber???ou tenho que ter a carta???

  16. Paulo Ricardo Costa Beber disse:

    Boa noite, estou afastado de minhas atividades desde o dia 14/03/2017, devido a uma tendinite no ombro direito que se agravou com problemas na musculatura do ombro e costas devido a não ter feito tratamento antes, meu médico inicialmente me deu 10 dias de atestado, dando mais 60 dias depois do resultado dos exames e recomendo fisioterapia e nada de esforço físico, problema que minha pericia foi agendada apenas para o dia 05/05/2017, fiz a mesma e o resultado deu indeferido, ou seja, ficarei mais de um mês sem receber, mas acho injusto o médico especialista me afasta do trabalho e o médico do INSS simplesmente não aceitar a laudo médico, sem contar que gastei horrores com tratamento que não adiantou de nada, agora já se cogita até a possibilidade de cirurgia no meu caso. Mas enfim, minha duvida é, os 60 dias de atestado não acabaram ainda, se deu indeferido devo voltar ao serviço no próximo dia util? Como devo proceder para que possa receber o beneficio que foi indeferido, pois como disse, acho justo o especialista ter me afastado e o médico no inss fazer isso, não pedi pra ser afastado e agora ficarei sem receber esse tempo todo. Agradeço a resposta

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, paulo.
      Assim que acabar o seu afastamento, você deve voltar imediatamente ao trabalho.
      O que você pode fazer, é utilizar o indeferimento para pedir o benefício judicialmente.

  17. César Rodrigues disse:

    Sofri um acidente de moto, e fraturei o pulso esquerdo… fiz cirugia e a mão como o braço não voltaram ao normal.
    Peguei encaminhamento do médico para dar entrada no auxílio doença, isso foi ano passado 2016 mês de Outubro, liguei para 135 e nunca conseguiram uma vaga para minha perícia. . Ontem consegui e fiz o requerimento, só tem um porém. … estou desempregado desde de Julho de 2014, porém recebi o Seguro desemprego até Janeiro de 2015. Tenho direito ?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, César.
      Para saber se você pode pedir o auxílio doença, é preciso ver quais as suas últimas contribuições e o seu período de carência. Você pode se informar sobre isso no INSS, caso não saiba.

  18. Lucas Silva disse:

    Bom dia Dr. Eduardo, ontem fiz a pericia e foi concedido beneficio do dia 10/4 (marcação da pericia) até o dia 04/5 (ontem), porem sigo em tratamento e hoje tenho novamente consulta com a médica que me encaminhou. A minha questão é: tendo o pedido deferido até ontem, deveria hoje retornar ao trabalho normalmente, ou sigo meu tratamento, e marco uma nova pericia (ou até mesmo um recurso) levando os novos laudos e novas comprovações de que sigo em tratamento? Desde já agradeço, um abraço.

  19. Maximiliano canuto dos Santos disse:

    Fui afastado do trabalho 25/01/2017 fiz a perícia médica e foi aprovado eu queria saber se a partir desta data de afastamento já começa a contar para receber esses atrasadosão???

  20. Fábio disse:

    Ola, Bom dia! Fiz uma cirurgia fístula perianal dia 31/01/2017, e o médico me deu 15 dias pela firma e mais 30 pelo INSS, só que minha perícia foi marcada pró dia 10/04/2017, o períto disse que o INSS pagaria apenas os 30 dias que o médico pediu é que era pra mim ter voltado a trabalhar quando o atestado terminasse e que era pra mim depois passar pela perícia normalmente, mas meu pedido foi indeferido eu voltei a trabalhar dia 13/04/2017 e eu entrei com o recurso marcado pró dia 09/05/2017. Gostaria de uma orientação os 25 dias que passaram do atestado quem tem que pagar a empresa que mandou eu aguarda a perícia ou o INSS? Aguardo resposta. Pois não sei o que fazer!

  21. Maximiliano canuto dos Santos disse:

    Fui afastado 25/01/2017 fiz a perícia médica e foi aprovada os cálculos dos valores e a partir desta data de afastamento?

  22. FRANCISCO disse:

    BOM DIA DOUTOR, ESTOU NO AUXILIO DOENÇA DESDE 2004. FUI CHAMADO PARA FAZER A REAVALIAÇÃO NO DIA 25/04/2017 E O RESULTADO FOI ESSE : DECISÃO—DEFERIMENTO DO PEDIDO. MOTIVO: CONSTATAÇÃO DA INCAPACIDADE LABORATIVA. FUNDAMENTAÇÃO : ART.59 DA LEI NUMERO 8.213, DE 24/07/1991: ARTIGOS 71, 77, E 78 DO DECRETO NUMERO 3.048 DE 06/05/1999 PORTARIA MINESTERIAL 359 DE 31/08/2006, ARTIGO 207, DA IN 20 INSS/PRES.DE 10/10/207 . EM RELAÇÃO AO SEU PEDIDO DE AUXILIO DOENÇA APRESENTADO NO DIA 07/12/2004 , INFORMAMOS QUE FOI RECONHECIDO O DIREITO AO BENEFICIO , TENDO EM VISTA QUE FICOU COMPROVADA QUE HOUVE INCAPACIDADE PARA O TRABALHO. O BENEFICIO FOI CONCEDIDO ATÉ 25/04/2017 : MINHA DÚVIDA É : DEU DEFERIMENTO E CESSOU AO MESMO TEMPO NO MESMO DIA EM QUE FIZ A PERICIA…E HOJE 29/04/2017 OLHEI NO SITE DO INSS O BENEFICIO CONTINUA ATIVO….NÃO ESTOU ENTENDENDO NADA??? PODERIA ME EXPLICAR POR FAVOR? DESDE JÁ FICO AGRADECIDO

    • Silvio disse:

      Estou na mesma situação amigo. Recebo desde 2009. O meu é judicial. Trânsito e julgado e com baixa definitiva. O extrato para pagamento está disponível, com troca de agência, fui até lá, , e me disseram que está bloqueado. Voltei a agência, mãe disseram que está cessado, que é pra mim ir atrás de advogado. Fui até a procuradoria e me disseram que nunca viram um caso desses. Para o governo. Trabalhador e doente ainda, não vale nada. Isso que penso. Tenho mulher, filho 10 anos, desempregado, e agora, sério candidato a Penúria. ……..Só Deus na causa amigo………..Prática de má fé do inss, porque eu até uns 20 dias após perícia, me diziam que o benefício estava ativo………Boa sorte pra nós, pois não está sozinho nessa. Bom dia, se souber de algo. Me avise se possível. Grato. ……….

  23. SUZY disse:

    Ola, tive uma gravidez complicada que entre o risco de aborto até o abortamento deu 16 dias de atestado.Fui afastada dia 19/04 e a pericia marcada para dia 16/05.
    Por mais que eu quisesse voltar ao trabalho, a empresa me afastou!, queria saber se mesmo que der indeferido pelo inss, eu recebe o valor dos dias que fiquei aguardando?. Tenho todos os laudos e exames de ultrassom, poderia dar deferido sem o inss precisar me dar afastamento?. Suponde que ele me desce alta no dia seguinte após a consulta,dizendo estou apta para trabalho, tem a possibilidade de eu receber somente os dias em que fiquei afastada aguardando o dia da consulta?. DESDE JÁ AGRADEÇO E AGUARDO A RESPOSTA.

  24. Renato disse:

    Olá

    Fez perícia médica dia 24.04.2017. O perito deferiu até a mesma 24.04.2017
    O meu Benefício e especie 91
    Tenho que esperar 30 dia pra marcar nova perícia ok.

    A pergunta é?

    Eu marcando nova perícia daqui 30 dias o Benefício continua com espécie 91

    Aguardo resposta

    RM

  25. davi Fajardo Ferreira disse:

    Boa noite apos o médico juntar o laudo pericial a favor do meu irmão ele tem esquisofrenia agora já sai a sentença

  26. josias de sousa disse:

    ola, fiz uma pericia de prorrogaçao de auxilio doença concedido via judicial. mais ate hoje, 85 dias depois nao tem resultado da pericia o que fazer?

  27. Luiz disse:

    Boa noite dia 29/03 passei pela perícia de prorrogação o médico apenas solicitou laudos e exames atualizados voltei no inss dia 19/04 e o médico me afastou ate 02 de Junho minha dúvida é em relação ao pagamento recebo o mês de abril inteiro já que foi deferido o pedido de prorrogação solicitado no dia 01/12 obrigado

  28. Cleidilene disse:

    Boa tarde!
    No dia 01/03 minha mae fez pericia e segundo o comunicado de decisão o beneficio foi concedido ate esta data, porem ate hj a carta de concessão não esta disponível no site e não conseguem localizar quando ligamos no 135. Minha mae já procurou a agência e não conseguem informar nada de definitivo, somente que ainda não lancaram no sistema, da ultima vez pediram que aguardasse 10 dias, esse prazo ja passou a ate agora nada. O que podemos fazer neste caso?
    Desde já agradeco!

  29. Juliana disse:

    Boa tarde, meu pai estava recebendo pela justiça federal desde 2009 e foi chamado para o pente fino. Ele fez a pericia ontem 20/04/2017 e foi deferido, Mas na decisão está escrito que o beneficio foi concedido de 2009 a 20/04/2017 que é a data da pericia realizada. Se foi deferido por que ele não recebera mais?

  30. Cláudio disse:

    Olá tudo bem gostaria q tirasse uma dúvida estou em auxílio doença até 03/05 entrei com pedido de prorrogação marcaram perícia para 14/06; vou receber o pagamento de junho normal no 5 dia útil igual aos outros oi vou ter q esperar até receber a carta depois dá perícia se acontecer isso ficarei prejudicado esperarei quase dois meses e tire minha dúvida obrigado

  31. Allane disse:

    Ola boa noite estou afastada por 15 dias pois fiz duas curetagens uterinas porem ainda to sentindo mais dores e peguei mas 15 o unico papel que possuo e o de alta informando a data de alta que tive o motivo que e curetagem e a volta tbm tenho a ultrassom mostrando o bb sem vida voces acham q meu caso ao receber pode da indeferido ou recebo normal por esses 30 dias afastada

    • Eduardo Koetz disse:

      A parte medica só pode ser analisada por um médico, não por nós advogados. Quanto a sua saúde quem pode responder é seu médico. Nós respondemos questões jurídicas.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Allane.

      Pode ser indeferido, caso isso aconteça terá que ingressar com ação judicial.

  32. Fabia disse:

    Eduardo responda por favor.

  33. A pereira disse:

    Fiz uma cirurgia por Laparotomia em Março 2017 (Peguei 15 dias de atestado), voltei a trabalhar em abril e hoje dia 19/04 sentindo muita dor, o médico me deu mais 15 dias, por conta de esforço e dificuldade de locomoção. Agendei perícia para Maio. De fato receberei esses dias de afastamento pelo INSS?

  34. Fabia disse:

    Eduardo responde minha questão vc respondeu a dos outros e a minha não eu to aflita pelo amor de Deus.

  35. Fabia disse:

    Sou professora concursado ha seis anos e a depressão me isolou do mundo e a psicose me faz ouvir vozes e ver vultos.
    Me responda qual meu direito ja que tenho contribuído com o INSS todos esses anos.

    • Eduardo Koetz disse:

      Já foi respondido. Provavelmente você receberá auxílio doença, mas isso é só o médico para decidir.

    • cristiane disse:

      olá Fabia,o seu problema tem cura,enquanto permanecer afastada,procure uma igreja evangelica, mesmo que nunca tenha gostado,se envolva nos trabalho da igreja,com as pessoas,cultos (não se isole) com certeza vc encontrara a cura,e com certeza não precisara dos remedios que faz mais mau do que bem..Já vi muitas curas acontecer na Igreja.
      vou orar pra que Jesus te cure,te proteja,restaure a sua vida.Não desista de lutar por vc mesma.Sei que vc esta procurando outro tipo de resposta,mas não poderia deixar de sugerir algo pra te ajudar

      • Pedro Formiga disse:

        Não seria melhor que ela procurasse especialista que estudam a Depressão e Psicose além de frequentar a igreja evangélica? Acredito eu que a Igreja pode ajudar, mas não distante de cuidados médicos e/ou psicológicos. Você falou que os remédios pode trazer prejuízos, talvez sim mas e os cuidados psicofisiológicos onde fica. Uma orientação mal dada as vezes pode ter intensão de fazer o bem, mas nem sempre é entendida da forma que pensa o orientador. Portanto, aconselhe, mas não dizendo o que é bom ou o que é ruim quando não se tem conhecimento. Fábia vá a igreja como ela falou, mas se for da sua vontade, mas não deixe de procurar especialistas na área, tais como psiquiátra e psicólogo, pois isso lhe fará bem.

  36. Fabia disse:

    Oi eu sou portadora do Cid 10F:33.3
    Transtorno depressivo grave com sintomas psicóticos.
    O psiquiatra me deu 90 dias tenho direito a aposentadoria ou so auxílio doença?

  37. Fabiano disse:

    Ola Eduardo.
    Meu pai fez um auxilio de doença, mais ele esqueceu de marcar uma nova perícia. Tem o Laudo do medico informando que ele tem desvio crônico e que o tratamento é indeterminado. No caso do laudo dele que foi dado em dezembro de 2016 e ele teve direito a dois meses de benefícios, é necessário ele apresentar um novo laudo para dar inicio novamente? Sendo que tem todos os exames que comprovam e o laudo que ele fez da primeira vez.

    A dúvida é – É necessário de outro laudo médico?

    Pois o laudo dado informa a incapacidade de trabalhar!!!

  38. Luci disse:

    Bom dia,
    Meu esposo fraturou a tíbia, pegou quase dois meses de atestado, porém a pericia está marcada para depois que ele já tiver retirado o gesso e já vai ter voltado ao trabalho. Neste caso, ele vai ficar esses dois meses sem receber do INSS?

  39. Bruno disse:

    Olá quebrei meu dedo e o primeiro médico me deu apenas 10 dias o segundo me deu mas 8 é o terceiro me deu um atestado de 30 dias no caso considerando os dois primeiro já deu caixa.pois marcaram minha perícia apenas no dia 31 05 e o atestado acaba dia 04 05 minha dúvida é oq fazer quando acaba o atestado?

  40. edson garcia disse:

    boa tarde. tenho insuficiencia cardiaca, dei entrada no auxilio doença, e possivel transformar em aposentadoria?

  41. Regina disse:

    olá eu estou de licença maternidade, mas após eu ganha meu BB eu dei trombose venosa profunda e o mês que vêm é meu último pagamento. gostaria de saber si tenho o direito de receber auxílio doença pq estou em tratamento e meu médico disse que não tenho condições de trabalhar ainda

  42. Joiciane disse:

    Oi, minha mãe nasceu com deficiência no braço esquerdo e eles nunca aposentam ela, fica só encaixando no auxílio doença e ela sempre tem que fazer perícia, ela fez uma perícia em 17 de março e até agora ela não recebeu a carta.
    Como podemos fazer para saber se foi concedido ou não?

  43. Gustavo disse:

    Boa noite, tenho dois afastamento com b91 por causa de lesao no ombro manguito tendinite e bursite, ja fiz duas cirurgias.
    Fiz nova pericia no inss o medico nem me examinou so anotou os relatorioa e foi indeferido o aixilio doenca e foi concedido o b31, porem e progressão da lesao o que devo fazer para virar 91 e ser reconhecido o afastamento entro com pedido de revisao ou judicial??

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Gustavo.
      No seu caso, é mais aconselhável ingressar com ação judicial, pois, provavelmente, será indeferido novamente.

      • Dyego disse:

        Oi minha esposa foi inss e foi aceito o benefício, mas deveria voltar as atividades no dia seguinte então ela foi no medico do trabalho e ela não poderia vouta a trabalhar, então ela pediu o requerimento para ir novamente no inss, mas a data marcada foi para daqui a 6 meses, a duvida é neste período ela recebe o salário, ou não recebe nada?
        37999892343

  44. Leandro melo disse:

    Oi fiquei afastado do trabalho por 2 meses por causa de um acidente de moto foi fazer a perícia no INSS a doutora me afastou também por dois messes queria saber se recebo meu pagamento com um mês ou só quando voltar a trabalhar obrigado

    • Leandro melo disse:

      Fico no aguardo obg

    • Candy disse:

      Fui afastada pelo inss onde por 31 dias, fiz o pedido de prorrogação do benefício pois o médico do SUS me alegou incapaz de voltar ao trabalho por 90 dias. Hoje foi feita a perícia mas foi negado o pedido de prorrogação. Minhas dúvidas são:
      Oque devo fazer?
      O perito tá certo em negar o benefício mesmo com o laudo do medico ?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Leandro.
      Vai receber durante os dois meses.

  45. Luciano disse:

    Sou funcionário Ghc (empregado publico),fui. Pro Inss , tive alta ….tudo bem tudo certo , mas minha duvida e.
    Que trabalha num setor x…..e me colocaram no setor y.
    Isso pode ou posso exigir o meu setor que eu ja trabalhava antes de ir para o inss.
    (Obs): fui para o inss por auxilio-doença.
    Trabalho no hospital conceiçao poa .

    Desde ja agradeço….. Obrigado.

    Luciano

    • Luciano disse:

      No aguardo……obrigado.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Luciano.

      Se você ficou com sequelas e comprovar incapacidade de exercer atividade do setor x, pode pedir auxílio acidente, pois se trocaram você de setor e a atividade é diferte, provavelmente, você tem direito ao benefício.

      Abraços!

      • Candy disse:

        Fui afastada pelo inss onde por 31 dias, fiz o pedido de prorrogação do benefício pois o médico do SUS me alegou incapaz de voltar ao trabalho por 90 dias. Hoje foi feita a perícia mas foi negado o pedido de prorrogação. Minhas dúvidas são:
        Oque devo fazer?
        O perito tá certo em negar o benefício mesmo com o laudo do medico ?

  46. Gizele Aparecida Dias Martinelli disse:

    Boa noite. Fui afastada do trabalho enquanto gestante pois estava debilitada com problemas físicos e psicológicos. Me afastei em 12/2016 e a perícia foi marcada pela empresa que trabalho para 29/03/17, o inss indeferiu o benefício. Minha dúvida é: Esse tempo de 3 meses que o INSS levou para fazer a perícia, tenho direito de receber mesmo o tendo sido indeferido o pedido? Pois a demora foi da parte deles, é certo indeferirem e não me pagarem os meses que aguardei eles agendarem a perícia??

  47. fagner jose disse:

    Minha pericia deu indeferida é a 1 .e nao recebi nada ja faz 5 meses o q fazer

  48. Adriana disse:

    Boa noite, eu estava afastada pelo INSS e em julho do ano passado meu benefício foi cortado, entrei com o recurso administrativo junto ao INSS e mantiveram a decisão. Ingressei com uma ação na Justiça Federal e semana passada passei na perícia médica, o laudo médico ainda não foi anexado ao processo, mas pelo que ele deu a entender não será favorável, pois disse que a minha incapacidade não me impede de exercer outro tipo de função, diferente da que eu desempenhava anteriormente (mas não falou nada sobre reabilitação profissional). Tenho problema na coluna, 6 hérnias de disco na coluna cervical/lombar, não consigo ficar em pé por mais de 10 minutos (minha perna esquerda repuxa, dói demais e vai adormecendo), nem permanecer sentada por muito tempo, sinto fortes dores nas costas, no braço e mão direita. O laudo do médico do SUS diz que não tenho capacidade laboral e a ressonância da coluna comprova o diagnóstico. Gostaria de saber se tem alguma coisa que eu possa fazer, se realmente o laudo não for favorável (e a sentença judicial), sendo que estou desempregada desde 2014, ou seja não sei se nesse caso o período de graça é contado a partir do momento que deixei de contribuir ou se é contado a partir da data em que deixei de receber o auxílio doença. Desde já agradeço.

  49. Andrepisa disse:

    Boa noite, fiz a pericia dia 23/03/2017, e o médico me falou o resultado, que eu teria passado, que em 15 eu ia receber uma carta com valor e data, só que eu entrei no site do INSS e da dando beneficio cessado o que isso significa. obrigada

  50. Edson Monte disse:

    Há 3 anos atras retirei a próstata mas os exames recentes acusaram C61 – Neoplasia maligna da próstata e C79.5, Neoplasia maligna secundária dos ossos e da medula óssea. Tive uma crise e fiquei afastado 10 dias de 20/03 a 29/03. Vou iniciar tratamento oncologico e o médico já me deu outro atestado de 10 dias de 03/04 a 12/04. Nesse caso terei de ser afastado e marcar perícia médica ? Posso pedir aposentadoria devido as patologias acima ? Como fica meu salario do mê de abril ? Se afastado eu perco o plano de saúde ?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Edson.

      Sim, você pode pedir a aposentadoria. Mas no momento em que pedir a aposentadoria, se desligará da empresa e, automaticamente, perderá seus benefícos. Nesse caso, é mais viável o auxílio doença.

      Abraços!

  51. Antônia disse:

    Fui aprovada pela perita da justiça o que depois?

  52. Gabrielle disse:

    Olá
    Eu fraturei a coluna dia 05/03 e peguei 15 dias de atestado e depois 90 dias. O RH disse que eles mesmos marcariam a perícia mas até agora nada, existe um prazo pra que eles marquem? Porque até então vou receber só os 15 dias ,e depois só deus sabe.

    Obrigada

  53. JESSICA SANTANA DA SILVA disse:

    Fiz a perícia da previdência dia 27/03 e recebi o resultado no dia 28/03 normalmente meu pagamento cai no primeiro dia útil do mês.fui ao banco e liguei no inss falaram que não vou receber.E normal que eu perca o direito de receber esse mês,se faltavam apenas três dias?

  54. Alex disse:

    Meu endereço está incorreto no documento de agendamento, isso implicará em indeferimento do meu pedido? Posso corrigir isso antes da perícia?

  55. Simone queiroz disse:

    Boa noite ,
    Meu filho tem 20 anos e agora no começo do ano foi diagnosticado com epilepsia , ele trabalha sem carteira assinada , nesse caso, como devo fazer para que ele possa receber auxílio doença ?

  56. Ariana disse:

    Por favor,
    minha mãe está recebendo auxílio doença devido a um avc q lhe causou perda parcial da visão e falta de mobilidade do lado esquerdo. Nos foi dito q enquanto ela receber auxílio doença não deve pagar o carnê do INSS. Seu auxilio encerra em março. Segundo a carta dia 20. São duas dúvidas…

    Ja passamos pela perícia para prorrogação do benefício e estamos no aguardo da carta dizendo se foi deferido. Neste período de “aguardar a resposta da prorrogação do benefício” devemos pagar o carnê?

    Segunda… seria, como dar entrada na aposentadoria da mesma? Pois os laudos dizem que são lesões permanentes.

    Desde já muito obrigada!

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Ariana.

      No caso da sua mãe, aconselhamos que ela vá pessoalmente até a agência do INSS e pessa o resultado, pois, em algumas regiões, o INSS está demorando mais de 30 dias para enviar a carta.
      Sim, pode pedir conversão de benefício para aposentadoria por invalidez.

  57. Carlos Eduardo Bazarelli disse:

    Boa noite.

    Minha esposa tem bursite no ombro e, em dezembro de 2016 pegou um atestado de 2 dias e posteior a volta com muita dor pegou outro atestado de 14 dias. Então teoricamente até dia 13 de janeiro a empresa pagou os dias e ela ficou afastada. A pericia foi agora dia 22/03 e foi indeferido, mesmo ela levando todos os exames e o médico do trabalho alegando incapacidade. A pergunta é esses dias que ela ficou afastada serão pagos? E ela vai passar pelo ortopedista em abril, compensa pedir uma reconsideração?

    Obrigado.

  58. Bruna disse:

    Olá, eu tenho uma dúvida. Eu fiquei doente no dia 6 de março e consegui atestado até o dia 9 de março, porém depois precisei ser internada às pressas no dia 12 de março e fiquei no hospital até dia 27, recebendo alta com atestado até dia 31 de março (sexta agora). Eu sei que os primeiros 15 dias é a empresa que paga, porém eu já vou retornar ao trabalho no dia 1o de abril. Como que fica a minha situação nesse caso?

  59. Cristiane disse:

    Olá tenho uma dúvida, minha sogra está afastada hoje foi rerealizada uma Pericia e o médico do inss afastou até maio, ela recebeu até o num Do benefício porém na hora de realizar o saque a atpendente informou que foi negado devido a empresa anterior não ter realizado o deposito junto ao inss, Vale rressalta que Ela já se encontra registrafa em uma outra empresa a mais de 10 meses. O que devemos fazer diante desta recusa.

  60. fiquei cego do olho direito e outro estar com problema tambem tenho todos os laudos medico a pericia e essa sexta feira devido ess meu problema nao como o inss negar

  61. Josiane braga disse:

    Fique afastada do trabalho por 19 dias , levei uma pancada no braço e ele ficou muito inchado e com muita dor,mas eu só tenho atestado não tenho laudo médico, mesmo assim consigo receber meu benefício do INSS?

  62. Shelly disse:

    Oi Boa tarde! Tenho uma perícia marcada para o dia 05/04 ,que a empresa agendou,o motivo foi soma de atestados 1 de 14 dias devido a deslocamento de placenta e outro infecçao urinária. Será que só levando os atestados e ultrasonagrafia constando que minha gravidez e de risco pois tenho utero bicorno,recebo o beneficio? ??

  63. Karoline disse:

    Oi meu pai passou por uma perícia de revisão na sexta dia 24/03 a qual não tivemos o resultado ainda porém no extrato do pagamento diz que ele vai receber normalmente seu pagamento na data prevista, então se ele vai receber quer dizer que ele passou na perícia​? Tenho pra mim que se tivesse sido negada não receberia pois no julgamento deles já estaria apto a trabalhar então por que continuariam a pagar?

  64. carloa disse:

    Boa noite gostaria de saber se tem como eu pedir auxílio doença mesmo sem esta trabalhando de carteira assinada e nem contribuindo para o inss.
    Já trabalhei de carteira assinada por 6 anos.
    Fraturei o tornozelo onde teve que ser colocado pinos .

  65. Pamela Silva disse:

    Olá , boa tarde . Estou grávida com 5 meses , descobri em Dezembro , nesse período trabalhei , mas dai comecei a me sentir mal , pois minha pressão é elevada e os enjoos frequentes . em janeiro a empresa concedeu minhas férias , mas nesse mês de férias estava pior pois os enjoos e queima estava interferindo na alimentação , de janeiro ate hoje perdi pouco mais de 10 kl e em fevereiro botei um atestado de 15 dias , e depois retorno ao trabalho , quando retornei adoeci novamente e foi necessário mais um de 5 dias , retornei novamente ao trabalho nesse mes de marco , mas depois não estava me sentindo bem , pois os enjoos ainda nao se foram e minha pressao é alta , isso prejudica bastante . fora as fortes dores que sinto , nao consigo me alimentar direito . e coloquei agora dia 15/03 atestado de 15 dias . e foi ai que a empresa me encaminhou para o inss . hoje fiz minha perícia , voce acha que irá negar . caso negue quem ira pagar os dias do atestado já que a empresa paga somente os primeiros 15 dias ? agradeço sua atenção .

  66. Juliana Benevides Siqueira disse:

    No caso de ser feita uma cirurgia pelo plano empresa e o funcionário necessitar se afastar por 45 dias (ou mais), o INSS irá ampará-lo ou assegurá-lo de alguma forma, caso haja alguma complicação decorrente da cirurgia, ou a única obrigação do órgão é prover o auxílio-doença?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Juliana.

      Se recebeu atestado de afastamento com mais de 15 dias, você deve marcar uma perícia médica no INSS, pois a empresa só paga os 15 primeiros, os demais é o INSS. Se houver complicação você poderá receber auxílio doença até melhorar.

      Abraços!

  67. Izam C L disse:

    Olá! Gostaria de saber sobre a volta ao trabalho depois de ser beneficiário do auxílio-doença. Estou nesse benefício há quase 6 anos (paraplegia), e se caso eu voltar a trabalhar, recebo algum valor adicional fora o salario da empresa? E também, se caso depois de um tempo for demitido dessa empresa, tenho direito a voltar a pedir o benefício no INSS? Obrigado desde já!

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Izam.

      Quando retornar ao trabalho, poderá solicitar auxílio acidente, desde que comprove que ficou com limitações para exercer certas atividades. Se você for demitido e comprovar incapacidade, poderá pedir novamente o auxílio doença.

      Abraços!

  68. Vanessa disse:

    Boa tarde dr! Estou pra fazer uma uma cirurgia de menisco, eu trabalho como motorista e contribuo inss a dois anos, sou autônoma não estou podendo dirigir pois o menisco foi rompido..Tenho direito a receber??? Marquei a perícia mas só teve p dia 22/05…O que devo fazer??? Desde já obrigada.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Vanessa.

      Você deve aguardar até a data da perícia para saber se o benefício será concedido. Até a perícia não poderá exercer sua atividade como motorista. Caso o INSS não conceda o benefício, você deverá que ingressar com ação judicial.

      Abraços!

  69. Paulo Oliveira disse:

    Boa tarde Dr.
    Fui afastado pela empresa dia 07/02 e a perícia foi marcada para 07/03. Benefício concedido. Porém no extrato só aparece o pagamento referente ao mês 03 e não aparece nada do mês 02, onde foi solicitado o auxilio doença. A dúvida é: Vou receber o mês 02 ? Se sim, quando?! ou como?! ou onde consigo informações sobre isso.
    Agradeço o espaço. É de grande utilidade!

    • Jessica disse:

      Paulo estou com o mesmo problema fiquei afastada desde o dia 23 de janeiro, mais o inss está pagando só do dia 01/03 a 16/03, aguardo esta resposta para saber quem vai me pagar referente o mês de fevereiro, alias as contas não espera né?

  70. Almirene disse:

    Boa tarde,
    Quebrei o tornozelo e o medico me deu 90 dias pra tratamento. Vou ficar 13 dias aguardando ate o dia da minha pericia, porque não tem vaga pra antes. Esses 13 dias quem vai me pagar?? O INSS vai pagar? Ou corro atraz da empresa? Pq foi acidente de trabalho.

    Obrigada.

  71. Andrea disse:

    Fui contaminada com o vírus HIV, sou considerada paciente as sintomática, tenho direito ao auxílio doença pois estou desempregado a mais de um ano.

  72. Simone Silva disse:

    Boa Noite!!
    Gostaria de esclarecer algumas duvidas, estou gestante de 29 semanas, mas a 15 dias estou em trabalho de parto prematuro, sendo que em fevereiro quando aconteceu estava de ferias, e era pra mim ter retornado ao trabalho em 03\03\2017 so que deve ao problema tenho q ficar de repouso nao havendo como trabalhar, ja coloquei tres atestados esse mes somando todos 13 dias. Gostaria de saber se eu der entrada pelo inss e demorar muito e ja for quando eu tiver que dar entrada na licença materninade(que e pro dia 01\05\2017), vai interferir na licença? Queria saber tambem o tempo em media que demora pra fazer a consulta com os medicos do inss, e como fica a questao dos pagamentos.
    desde de ja agradeço a atençao…

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Simone.

      Neste caso é necessário fazer uma análise específica, se você quiser, podemos fazer. Você pode clicar aqui e responder o formulário a seguir, depois de feita, enviaremos para o seu e-mail o resultado da análise.

  73. ALINE RODRIGUES disse:

    Dr. Koetz Bom dia.
    Meu benefício de auxilio acidente se encerra no dia 14/04/17 que é uma sexta-feira. O meu retorno ao trabalho será na segunda 17/04 pois a empresa não possui expediente aos sábados e domingos. A minha dúvida é: a empresa deverá pagar este fim de semana? Desde já agradeço.

  74. Emily disse:

    Olá.tive uma gravidez de risco estava com hematoma deslocamento no útero no dia 28/11/16 ganhei um atestado de 15 dias e no dia 12/12/16 ganhei outro e a firma onde eu trabalho agendo eu pela inss então fiquei em casa no dia 12/12/16 e fui na perícia dia 07/03/17,chegando no meu serviço levei os papéis q a INSS deu,a mulher aonde eu trabalho leu os papéis e falo que eu não to apta a trabalha e não vo receber pelos dias parados porque não tenho 12 meses de contribuição com a INSS isso é verdade?

  75. Luiza b disse:

    Olá minha dúvida é a seguinte meu esposo trabalha com peso em estaleiro e apartir dai ele desenvolveu uma dor na lombar que não passa foi a consulta eo médico pediu pra fazer uma ressonância pq suspeita de Hernia de disco mas não podemos fazer ainda pq não temos condições!
    Ele não consegui andar o médico o encaminhou pra pericia !
    Minha pergunta e a seguinte ele pode ir sem esse exame ou obrigatório ter ja a ressonacia feita ?
    Ele tem todos os atestados e o laudo do medico do postinho falando que ele não tem que mudar de setor sò isso é o suficiente ? O realmente e nrcessario a ressonacia?

  76. Vera Rozane Lima Correa disse:

    Ola DOUTOR, gostaria de saber se tenho direito a auxilio doença,fazem 21 anos que contribuo com a previdencia, INSS, agora estou passando por um momento que requer muito cuidado, estou com Melanoma cancer de pele , no Nariz, VOU FAZER A RETIRADA, nÃo posso pegar sol e sou vendedora ambulante, tenho direito ou não. DESDE JA AGRADEÇO!

  77. Wellington disse:

    Bom dia!
    Já estou afastado a quase dois anos, em janeiro/2017, fiz perícia médica, o médico me encaminhou
    para aposentadoria, disse que iria receber uma carta comunicado do INSS, após 20 dias eu não recebi esta carta liguei no 135 e me falaram que meu beneficio foi concedido por tempo indeterminado e poderia aguardar esta carta, como não chegou resolvi entrar na site do INSS e conferir, qual não foi meu susto qdo vi que teria que fazer nova pericia naquela semana mesmo 02/03, me disseram que outro médico indeferiu, isso é correto? pode?
    Aguardo seu retorno, desde já, obrigado.

  78. ivaneide disse:

    Olo boa tarde gostaria de saber meu esposo estar desempregado e imposiitado de trabalhar por causa da coluna ele pode receber o auxilio doenca e o que devemos fazer ?

  79. Jennifer disse:

    Boa noite a 1 ano atrás fiz uma cirurgia e fiquei afastada até o período da perícia e recebi por esses dias do afastamento no entado o auxílio família seria pago alguns meses depois e eu perdi essa carta ..ainda tem dinheiro de sacar esse dinheiro ? E se sim posso ir na agência sem a carta ..a única coisa q me lembro q era na mesma agência onde eu tinha retiro o dinheiro .obrigada

  80. Stefani mendes de lima disse:

    Olá ..

    Fiz a pericia dia 13/02 e foi concedido meu auxilio doença a partir do dia 11/01 e com o valor mensal, mais na carta nao diz quando eu posso ir sacar e nem ate quando vou receber esse auxilio, tem q ter data de termino ? Se sim como faço pra saber?

  81. Jairo disse:

    Ola pessoal, minha dúvida é a seguinte. Irei fazer uma cirurgia, e o tempo de afastamento é de 30 dias. Nesse caso irei necessitar de afastamento. Os primeiros quinzes dias são pago pela empresa e os outros dias pelo INSS. Porém só irei receber depois que fizer a perícia. Porém até a data da perícia ja terei possibilidade de retorno. Nesse caso o auxílio doença é negado por eu ja ter condições de voltar ao trabalho? Mas e esses dias entre o décimo sexto dia de afastamento até a data dá perícia, eu recebo? Ou na perícia é constatado que no momento da cirurgia eu não tinha condições de trabalhar é concedido o auxílio doença, mas eu recebo a liberação pra trabalhar já que ja tenho condições de trabalho?

  82. leidy disse:

    Oi a empresa me deu um papael com requerimento de auxilio doenca ja com a data da pericia eu fui afastada pela empresa dia 21/02/2017 a 24/03/2017 que e o dia da pericia do dia 21/02 a 24/03 eu tou sem atestado a empresa pode me deixar em casa esse tempo todo ate o dia da pericia sem atestado

  83. Solange disse:

    Bom dia
    Dr tenho 2 dúvidas referente a perícia médica.
    1° Duvida: Meu médico m deu somente o laudo dele para levar no dia da perícia, estava lendo muitas matérias e comentários sobre perícia e muitos falam do atestado médico, minha dúvida é se é necessário levar um atestado do meu médico de quantos dias ele acha q devo ficar afastada no dia da perícia?
    2° Dúvida: Quando eu for fazer a perícia a resposta se foi concedido ou não é dada na hora? Minha dúvida é que esse tempo q fico aguardando a resposta/carta eu aguardo em casa ou trabalhando? É pra empresa como fica os dias q fiquei aguardando a resposta da perícia?
    Grata

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Solange.

      1º- O mais viável é comparecer com um atestado médico, pois provavelmente o INSS não irá conceder o benefício.

      2º- Como tem vínculo empregatício, provavelmente, irão dar no dia da perícia.

      Abraços!

  84. Solange disse:

    Bom dia
    Tenho uma dúvida, por exemplo tenho uma perícia dia 03/03 E se negarem eles m falam na hora ou tem que esperar a carta em casa? E se tiver sido negada como justifico pra empresa esses dias que fiquei em casa aguardando a tal carta?

  85. GRACIELE SILVA disse:

    Aproveitando essa pergunta / reposta….
    Gostaria de saber o seguinte estou afastada por uma cirurgia dia 23/01 /2017 no Olho (Pterigio) e trabalho com produtos químicos, antes da cirurgia assinei na clinica um documento que eu não poderia me expor a Poeira, produtos químicos, sol entre outros…..
    A medica me deu um atestado de 7 dias / outro de mais 7 dias e por fim mais 1 de 15 dias, amanhã terei minha 23/02 terei minha pericia.

    Gostaria de saber se eu tiver alta nessa pericia o que devo fazer?

    Tenho que me apresentar quando a empresa? E de imediato? ou geralmente eles dão algum prazo?

    Muito abrigada

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Graciele.

      Se você não estiver apta para trabalhar e não ganhar o benefício, você deve ir no dia que cessar seu atestado médico. Se não se sentir capaz de trabalhar, vá novamente ao médico e peça novamente um atestado, marque outra perícia, aconselhamos que ingresse com ação judicial.

      Abraços!

  86. Leonardo disse:

    Oi meu nome é Leonardo.
    Quebrei meu dedo, daí quando fui ao médico pela primeira vez ele tirou um raio-X e nao me entregaram, so o da segunda consulta que eles me deram o raio-x. No dia da perícia precisarei levar os dois. O da primeira consulta também??

  87. claudia silva de deus disse:

    BOM DIA, ESTOU AFASTADA PELO INSS DESDE AGOSTO DE 2016, POR UM ACIDENTE DE TRABALHO,CID 10, APARTIR DAI JA PASSEI PELA PRIMEIRA PERICIA EM 11.2016 E RECEBI NORMALMENTE, SO QUE MEU PSIQUIATRA NAO ME LIBEROU REMARQUEI A SEGUNDA PERICIA DIA 16.12.2016 E DEU INDEFERIDO, RECEBI SOMENTE ALGUNS DIAS, ENTAO REMARQUEI NOVAMENTE OUTRA PERICIA QUE SERA DIA 22.03.2017, MINHA PERGUNTA E SERA QUE VOU RECEBER ALGO POR TODOS ESSES DIAS PARADA MESMO QUE DER INDEFERIDO….
    POR FAVOR ME AJUDEM

  88. Letícia Corrêa disse:

    Ola !
    Fui afastada em fevereiro de 2017 , e minha pericia foi marcada dia 03/03/17 .
    Se lá mesmo eles me falarem que eu nao irei me afastar ! a minha duvida é : pelo fato de ser negado , quem me paga o mes de janeiro que eu não trabalhei !? ou eu não recebo nem pelo inss nem pela empresa ? o que eu devo fazer ?

  89. Simone disse:

    oi boa tarde, meu beneficio foi concedido pela justiça federal, agora marcaram uma perícia inicial e não de revisão o que eu faço?

  90. Tamires disse:

    Olá. Estou grávida e no dia 10 de Janeiro eu cai e tive descolamento parcial da placenta e estou com um hematoma placentario marginal com volume de 25 ml atingindo o orifício interno do colo . No dia 12de Janeiro perdi muito sangue e os médicos me afastaram e mandaram ficar de repouso absoluto .Estou com minha pericia marcada para o dia 23/02/2017 E meu atestado vai acaba no dia 19 / 02 . Gostaria de saber se até no dia 23 devo fica em casa ou tenho que volta a trabalha ate passar na pericia ?

  91. Gutemberg disse:

    Olá boa tarde sr. Eu to recebendo meu pagamento um mês dentro do outro isso tá correto?

  92. jessica disse:

    Ola !
    Fui afastada em dezembro de 2016 , e minha pericia foi marcada dia 31/01/17 .
    lá mesmo eles me falaram que eu nao iria me afastar ! a minha duvida é : pelo fato de ter sido negado , quem me paga o mes de janeiro que eu não trabalhei !? ou eu não recebo nem pelo inss nem pela empresa ? o que eu devo fazer ?

  93. Debora disse:

    Oi fiz minha perícia hoje 15.02.17 e fui olhar o resultado pela internet, tem dizendo que foi cessado. Mas não tem data! Será que já é o resultado dessa perícia que fiz hoje?

  94. Layla disse:

    Olá. Quebrei a tibia e a fibula e fiz uma cirurgia. O meu benefício do inss era até 30/09/2016, 15 dias antes antes da data fiz o pedido de prorrogação e o sistema marcou minha perícia só para 13/02/2017 compareci no horário marcado mas aí eles remarcaram a perícia médica para o dia 26/04/2017. Queria saber se até esta data da nova perícia continuo recebendo meu benefício normalmente????

  95. Alice disse:

    Olá! Me afastei dia 01/01 e tinha perícia 07/02 só que por um papel tiver que remarcar, somente em Abril vou passar na perícia. Eu gostaria de saber se esses meses que vou ficar em cas, após eu passar na Perícia eles me pagam, mesmo se for negado (acho difícil ser negado, mas eles estão lascando a gente todo dia mais e mais, não confio). Se for negado eu recebo esses meses que fiquei aguardando a perícia? Ou não? Não recebo nada?

  96. Olá boa tarde Gostaria de tirar uma dúvida Sofri um acidente em 01/12/16 o meu médico falou que vou ficar afastado cinco meses sendo os 15 primeiros dias é pago pela empresa minha dúvida é eu começo a receber depois que vence os 15 dias que foi pago pela empresa ou só depois que dou entrada no INSS ??? Obrigado pela atenção.

  97. Bianca disse:

    Fiz a perícia ontem 07/02 e o benefício foi concedido. Quando começo a receber? Fiquei afastado por 5 meses, vou receber os 5 meses em uma única parcela?

    • Douglas disse:

      Gostaria de saber
      Estou afastado dês de novembro e minha perícia é segunda dia 13/02 acho q vai me liberar pois estou bem já dá mão
      Sendo liberado quantos dia pra receber os meses afastado…????

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Bianca.

      Nos próximos 30 dias você deve receber a primeira parcela.

      Abraços!

      • Rafael disse:

        ola boa noite estou afastado desde de 4/12/2016 fiz a pericia no dia 15/02/2017 e consegui o auxilio doença mais o problema e que quando fui consultar o extrato de pagamento ´só constava o més de fevereiro e não os 10 dias de dezembro é o més de janeiro o que devo fazer??

  98. Avanny disse:

    Estou afastada do trabalho desse 03 de setembro. Por gravidez de risco. Fiz pericia e não foi negado .agendei outra pericia me concederam até a data da pericia, até dia 05.02.17 desde
    do dia 10 .11.16 até 05.02.17
    Como fica o mês 10 e parte do mes 09? Sem contar que ainda não tive BB preciso de no mínimo mais 2 meses. O que faço?

  99. WILLIAN disse:

    BOM DIA ESTOU AFASTADO DO EMPRESA DESDE 13/01/2017 MINHA PERICIA E DIA 21/02/17 ESSE MES DE FEVEREIRO NÃO RECEBO PAGAMENTO DO INSS , VOU RECEBER 02 MESES DO INSS DO EM MARÇO
    OBRIGADO

  100. Silvano Casaes disse:

    Gostaria de saber como faço pra reativar meu beneficio

  101. Vanessa disse:

    Olá ,quebrei o tornozelo e precisei fazer uma cirurgia; sou microempreendedor e a perícia foi marcada daqui 1 mês ,demora tanto assim mesmo? Vou receber todo esse tempo q to parada ?

  102. Thaise disse:

    Olá boa noite…queria tirar uma dúvida eu fui encaminhada pela própria empresa ao inss dia 07/12/2016…Já fiz a perícia…e meu afastam acaba dia 07/02/2017…verifiquei minha carta de auxílio doença e o pagsmento veio referente ao dia 01/01/2017 ao dia 31/01/2017… só recebi 937,00…porque n recebi referente aos dois meses só de um????

  103. Lilian disse:

    Olá, meu noivo foi encaminhado pela médica em dezembro/2016 para 90 dias de afastamento e passou pela perícia hoje (30/01). Ele teve benefício concedido até a data de hoje. Isso significa que ele deve voltar a trabalhar amanhã, mesmo não completando os 90 dias?

  104. Bom dia! Estou gravida de 29 semanas,fui afastada pela obstreta por 5 dia no sia 10/12/16 e encaminhada a psiquiatra,chegando no psiquiatra ele me afastou por mas 15 devido o meu problema vivo de remédio pra dormir e me acalmar devido muito estresse do trabalho,voltando no dia 2/01/17 fui pra o medico do trabalho da loja e o MSM me pediu um documento que relatasse se eu estava apta ao trabalho,a medica porem me deu mas 30 dia,voltei a loja no mesmo dia 11/01/17 e entreguei o atestado,fiquei sabendo que minha pericia estar pra o dia 20/02/17 ate lá posso voltar ao trabalho e como fica o meu pagamento? Não tenho nenhum exames si os de pré natal e os atestado. Obg

  105. Andreza disse:

    Boa noite a minha empresa me encaminhou pro INSS só que a médica não quis me dar o laudo ai me deu um papel falando o motivo de ter me dado os 10 dias de repouso só que na empresa que eu trabalho eles conta o atestado passados de pelo menos três meses o que devo fazer minha perícia já foi marcada pro dia 03 de março de 2017 eu já estou no 3 trimestre de gestação e no papel a médica ainda colocou que não foi ela que me mandou pro INSS será que tem como cancelar a perícia e eu voltar a trabalhar

  106. Andreza disse:

    Boa noite a minha empresa me encaminhou pro INSS só que a médica não quis me dar o laudo ai me deu um papel falando o motivo de ter me dado os 10 dias de repouso só que na empresa que eu trabalho eles conta o atestado passados de pelo menos três meses o que devo fazer minha perícia já foi marcada pro dia 03 de março de 2017 eu já estou no 3 trimestre de gestação

  107. Elias Bispo disse:

    olá,boa noite fiz uma cirugia no dia 12/08/2016 e dei entrada no auxilio doença dia 29/08/2016 mas so achei vaga para a pericia dia 03/01/2017 no dia 24/01/2017 olhei pela internet foi me concedido o beneficio mas com o praso ate 31/10/206 e chegando no banco nao tinha nenhum valor a receber isso e possivél,por favor me explique e poder dar um fim de um beneficio antes da pericia aguardo por resposta.

  108. Leonardo disse:

    Tenho uma duvida recebi uma carta depois de anos com processo na justiça.
    em fim fui ao banco do Brasil com o documento que autorizavá o valor de 52 mil reais porém o banco ficou de fazer uma transferência em meia hora já se passaram dois dias e nada de dinheiro e ficaram com todos os documentos. . Não deram nem um comprovante.
    Estou desesperado preciso de alguma resposta

  109. Kezia disse:

    Durante esse tempo todo de espera , de angústia , de sofrimento , vocês não se manifestam , e nem procura saber se agente tá bem. 😒😡
    Agente já está nas péssimas condições físicas , emocional e psicológica …. e por que vocês demoram muito para apenas fazer um agendamento de uma Perícia? 😐😐
    Sem receber nenhum dinheiro , a situação fica bastante difícil por que já vamos recorrer justamente pq nossas condições estão bastante debilitadas e ainda tem esses transtornos todo. Passando dificuldades , até para comprar os próprios remédios que necessito para melhorar.. esperando a boa vontade do INSS. Me sinto bastante revoltada .. Se eu soubesse o quanto sairia bastante decepcionada e prejudicada eu não teria obedecido o médico em me afastar. Pois se nos estamos trabalhando é pq realmente precisamos…
    😞😐
    O resultado dessa perícia sai de imediato??
    Eles prestaram a devida atenção?
    O R$ sai no mesmo dia da perícia?
    E para piorar tudo , o numero do Requerimento esta dando erro… liguei novamente para a Central do INSS e a moça informou que eles não teriam como me ajudar, por que diz ela que no sistema não mostra o numero que eles mesmos dao aos clientes.. nao entendo .. me senti como uma verdadeira lesada. -.- Nao tive nenhuma orientaçao
    perante a isso tudo… e estou bastante desesperada…
    Alguém pode me orientar perante essas dúvidas? E desculpa o meu desabafo ..

  110. Mariana salgado disse:

    Olá Eduardo, sofri um acidente no dia 30 de novembro de 2016. E estou até hoje em casa aguardando a perícia do INSS, sem poder trabalhar, que será realizada dia 19 de janeiro de 2017. Gostaria de saber quanto tempo que demora a resposta, e quando vou poder trabalhar e receber meu dinheiro?

  111. Janaína matos disse:

    Eu fiz uma perícia dia 4 de janeiro,já tem 13 dias liguei no 135 me informaram que não consta nada lá ,sobre a perícia* e agora ?
    Auxílio doença

  112. ELTA Rodrigues disse:

    Ola Boa tarde Eduardo koetz.
    Novamente tirando duvidas vou fazer uma perícia dia 26/01/2017 nao estou trabalhando pois o d.p da empresa me comunicou que eu poderia esperar o dia da perícia se eu nao estiver aguentando trabalhar.
    Por isso nao estou trabalhando. mas como vou receber?
    Estou desde o dia 17/11/2016 sem ir ao trabalho. O inss ou a empresa que faz o pagamento?

  113. Pamela disse:

    Bom dia queria tirar uma dúvida c você, estava sentindo muitas dores no maxilar ,ouvido e fui a vários médicos e por fim fui a um dentista e ele me pediu um raio x das atm’s fui diagnosticada hiper-excursao nos condilos mandibulares .Eu sou telemarketing é meu dentista falou que essas dores só iam passar se eu parasse de trabalhar e me deu um laudo pra empresa me trocar de função.O médico do trabalho falou que só.poderia me trocar de funcao se eu viesse reabilitada do.inss. Minha dúvida meu laudo informa que não.posso desempenhar a minha função de telemarketing mais.posso fazer outras coisas o INSS aprova o.beneficio como devo proceder nesse caso? Aguardo obrigada

  114. Silva disse:

    Olá! Meu requerimento Auxílio-Doença acidentário [91] é de 19/9/16, sendo que a perícia em 27/12/16. O resultado foi prorrogado para 26/1/17. Ao consultar hoje a carta de concessão no site aparece; DADOS DA CONCESSÃO DO BENEFICIO INEXISTENTE. O que fazer?

  115. Gabriel disse:

    Olá,

    No extrato de pagamento da previdencia, eu só consigo visualizar o valor referente ao último pagamento?

    Obrigado

  116. Lorena Araújo disse:

    Oi , td bem ? Gostaria de tirar umas dúvidas , sofri um acidente em casa e rompi o ligamento do tornozelo , desde de então fiquei de atestado 15 dias inicialmente , no dia do meu retorno a loja onde eu trabalho em pé como vendedora , voltei no dia 24/12/2016 eles não deixaram eu trabalhar pois ainda estou andando mancado e sentindo dores , daí então to em casa esperando o meu retorno no dia 11/01/2017 com o ortopedista , consegui agendar a pericia no dia 03/01/2017 que terminou meu ultimo atestado que foi do dia que voltei a trabalhar dia 24/12 a dia 03/01 ao total ta dando 26 dias de atestado , e foi marcada somente daqui a mais de um mês ainda que é dia 24/02/2017, a minha dúvida é , se eu for apta a trabalhar dps do dia da pericia eles me pagam a parti do dia 03/01 que foi o dia que agendei a pericia ? E mesmo se eu passar ou não , eu recebo esses dias que eu fiquei esperando o agendamento da pericia?
    Obrigada pela atenção , abraços!

  117. ANGELA disse:

    ola ! eu estava de beneficio desde 2011 por problemas cardíacos tenho uma safena e dois stentes e devido a cirurgia eu sinto ainda muitas dores no peito e falta de ar n tenho condição de trabalhar eu tenho 18 anos de contribuição como autónoma e tenho 59 anos mas com as reformas na previdência eu nem sei o que fazer meu beneficio terminou no dia 30/11/2016 minha perícia foi dia 09/12/2016 foi deferido mas eu so ganhei os 9 dias isso e correto o que devo fazer eu fui na previdência eles me falaram que o perito me deu ate o dia da perícia mas pelo que sei e um direito do segurado receber ate o dia da perícia eu coloquei um intrastente em 2015 ja passei elem da cirurgia de peito aberto ainda fiz 3 angioplastias eu posso requerer na justiça minha aposentadoria por invalidez

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Angela.

      No seu caso, poderá solicitar a aposentadoria por idade quando completar 60 anos. Para continuar recebendo o benefício, você terá que contratar um advogado para ingressar com a ação judicial.

      Abraços!

  118. Adriana disse:

    Olá fiz a perícia foi negado sedo que eu tenho duas hérnia de disco e vou passar por uma cirurgia o perito disse que foi negado por um erro de data que o médico colocou no laudo que eu lavei so que agora so posso marcar uma nova perícia depois de 30 dias mais estou afastada do trabalho desse 05 11 2016 e minha cirurgia está marcada pra janeiro o que devo fazer a respeito da imprensa que trabalho pois não tenho condições de trabalhar tenho que pegar algum atestado com o médico pra esperar até consegui marcar ou posso entrar na justiça contra INSS pois me negaro por um erro de data do médico

  119. Gabriela disse:

    Olá
    Tenho perícia marcada para o dia 29/12, estou afastada do trabalho desde o dia 10/11,
    sendo liberada do inss (assim eu espero), eu recebo os dias anteriores?
    E eu posso voltar ao trabalho após a liberação do inss ?
    E em quanto tempo, eles informam que estarei liberada para voltar as atividades ?

    Obrigada! Aguardo resposta de vocês …

  120. anderson disse:

    Estou afastado a três meses por depressão, pelo médico do trabalho da empresa. Não estou recendo nada e só consegui agendar perícia para janeiro 2017. Caso seja indeferido o pedido não receberei nem esses meses que fiquei aguardando a perícia, tipo, serão meses perdidos?

    • Gabriela disse:

      Tenho a mesma dúvida!!
      Alguém poderia responder ????

    • Valkiria disse:

      Peguei um atestado de 15 dias fui encaminhada para o INSS, porém como não tinha perícia para dezembro de 2016 tive que aguardar até dia 20 de janeiro 2017, passei na perícia e o meu pedido foi negado, porém o perito me concedeu receber os dias q fiquei em casa desde dá data do atestado até a data dá perícia, então em todo caso depende muito do perito que vc pegar!

  121. Isac Silva disse:

    Bom dia… Gostaria que me esclaresseçe um duvida… Eu estou recebendo meu auxilio doença, e segundo o INSS meu pagamento fica liberado do dia primeiro de cada mes, mas sempre antes disso posso retira-lo, de acordo com a tabela de pagamento. Ate aqui tudo ok… Mas ai no dia 21/12/2016 eu fiz um pericia medica para prorrogação do beneficio, e no dia 22 o meu pagamento caiu na conta, mas como eu tinha pericia ele me pagaram do dia 1 ate o dia 21 de dezembro… Minha duvida é, eu sabendo que minha pericia foi aprovada quando o restante do dinheiro estara disponivel na minha conta??? Desde já agradesso…

  122. Max disse:

    olá, fiz uma cirurgia e o atestado foi de 28 dias, a questão é que a perícia está marcada para quase 1 mês depois do fim do atestado (28 dias). A empresa alega que não posso voltar a trabalhar sem o laudo da perícia do INSS que não aceita laudo de outro médico nem mesmo do médico do trabalho da própria empresa. Como fica a questão financeira a empresa pagará os 15 dias o INSS os 13 dias, mais o período entre o final do atestado e o resultado da perícia do INSS fico sem receber?

    • Leandro disse:

      O INSS vai te pagar do 16° dia de atestado até o dia que você passar na perícia e for liberado para trabalhar

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Max.

      O correto é voltar a trabalhar ao fim do atestado, pois o INSS só irá cobrir os valores em que considerar que você estava incapaz. Se após os 28 dias você estiver apto e a empresa negar-se a receber você no trabalho, você pode entrar com uma reclamatória.

      Abraços!

  123. Freitas disse:

    Estou com um irmão afastado por depressão, o médico deu um atestado no dia 04/11/16 por 60 dias, o que terminaria em 02/01/2017. A perícia foi agendada para o dia 21/12/2016, o pedido foi deferido porém só até a data do dia 21/12 (mesmo dia da perícia), porém na ultima consulta do dia 19/12/2016 o médico tinha dado outro laudo pedindo mais 60 dias para continuar o tratamento. O que fazer neste caso?

  124. Thiago disse:

    Ola. Preciso tirar uma duvida. Fui afastado do trabalho por conta de um rompimento de tendao de aquiles. Ocorrido dia 12/08/2016. ( não ocorrido em acidente de trabalho ) A empresa pagou ate o dia 27/08/2016. Apos isso entrei na caixa como se diz. Data da solicitação do beneficio 29/08/2016. Com pericia marcada para dia 23/11. Apos a pericia foi prorrogado o beneficio para o dia 23/12/2016 sem necessidade de nova pericia. Estaria apto ao trabalha já. O problema é que no inss, consta que o escritorio de contabilidade responsavel pelo RH da empresa fez o requerimento do beneficio, por esquecimento ou sei qual motivo somente no dia 17/11/2016. e o sistema da caixa usou essa data para liberação do beneficio, deixando de computar os meses 09 e 10 de 2016 e o mes 11 ate o dia 16. Qual o precedimento que deve ser feito? Por erro do escritorio de contabilidade. 2 meses e meio de beneficio foram pro espaço. Ate o momento ja 2 semanas apos o comunicado eles ainda não tem uma solução ( escritorio ) Outra coisa, a empresa pode ser responsabilizada pelo ocorrido? Isso pode gerar uma ação trabalhista para restiruir o valor e danos? A empresa deve pagar esse valor que nao foi incluso no beneficio? O escritorio tem que ser responsabilizado? Obrigado desde ja. E aguardo um breve retorno, ja que vimos que em diversos casos foi bem contundente a explicação dos fatos.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Thiago.

      O INSS só é obrigado a pagar da data do requerimento, portanto, eles não estão em débito neste caso.

      A empresa pode ser responsabilizada sim. Mas para reaver estes valores quando não há o acordo interno, somente levando ao juíz.

      Abraços!

  125. Ermes disse:

    Ola. Marquei minha pericia para o dia 20 de janeiro, sendo que meu ultimo dia de trabalho foi dia 05 de dezembro. Como ficaria o meu pagamento de Dezembro? Pelo que eu saiba, a empresa faz o pagamento apenas de 15 dias. Eu ficaria sem receber até sair o resultado da pericia?

    • Leandro disse:

      Sim. Você vai receber do 16° dia de atestado até o dia que a perícia do INSS te liberar para o trabalho. Mas não recebe no dia da perícia, geralmente leva 15 a 20 dias

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Ermes.

      A empresa paga os 15 dias se apresentou atestado. E o restante receberá do INSS se o benefício for concedido.

      Abraços!

      • Ermes disse:

        Meu atestado vai até dia 05 de fevereiro. Devo voltar ao trabalho nesse dia ou tenho que esperar o laudo da pericia que é dia 20 de janeiro ou voltar ao trabalho no dia em que o inss me liberar para o trabalho?, já que o resultado da pericia demora de 15 a 20 dias e podera sair depois que o atestado vencer.

        • Eduardo Koetz disse:

          Olá, Ermes.

          No dia que o INSS te liberar, a não ser que você não queira mais receber o benefício, nesse caso pode voltar ao trabalho depois que acabar.

          Abraços!

          • Ermes disse:

            Outra dúvida…
            Meu salario base é de 911,00 e no meu olerite o bruto é de 1.200,00. O beneficio do inss será igual ou menos do que eu recebo por mes?

          • Ermes disse:

            Meu atestado é de 60 dias sendo de 05/12/16 até 05/02/17. A empresa pagou os primeiros 15 dias e fiz a pericia no inss dia 20/01/1. Fui liberado para voltar ao trabalho no dia 06/02/17. A minha reclamaçao é que o extrato do inss mostra q vão me pagar o leriodo de 01/01/17 até 31/01/17, ou seja 30 dias. E os iutros 15 dias de dezembro eu nao recebo? O que devo fazer em questao a isso? E ainda o valor é abaixo do que eu ganho por mes.

          • Eduardo Koetz disse:

            Olá, Ermes.

            Os 15 primeiros dias quem paga é a empresa, se ela não pagou aconselho que procure um advogado.

            Abraços!

  126. Odila Maria de Lima disse:

    Boa tarde,

    Eu tenho grave doenca no coração, Miocardiopatia dilatada, coronária obstruida, e trato desta doença a 16 anos. Em 2006 entrei com pedido de auxilio doença e foi negado. Continuei contribuindo no inss e dezembro de 2015 passei na pericia e consegui o auxílio que foi sendo prorrogado até setembro de 2016 quando passei na perícia e fui cortada. Entrei com recurso e passei na perícia dia 15 agora de dezembro. Levei laudo médico, e pedido de angioplastia e os carnês. A perita informou que viria uma carta na minha residência. Estou aguardando, mas gostaria de saber se mesmo com todo meu histórico tenho chances de ser cortada novamente.

  127. Gabriela disse:

    Olá, fui concedida com o benefício porém estou a dois meses afastada, fiz o requerimento no dia 03/11/16 e estou afastada desde o dia 27/10/16 fui a perícia no dia 08/12/16 agora… no meu extrato me beneficiarão equivalente a um mês no caso esse mês de dezembro, eu queria saber sobre o mês anterior eu vou receber ? Sou quem libera esse valor atrasado?

  128. César disse:

    Bom dia….eu fiz uma cirurgia no coração .troca de válvula mitral.o inss só me deu um mês…isso tá certo..o cirurgião me falou que não podia me dar um laudo..mais ele não me recomendaria pegar peso…eu trabalho em uma empresa o meu serviço é muito pesado…eu consigo encostar definitivamente…Obrigado

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, César.

      Se você acha que estará incapaz por mais tempo, pode entrar o pedido de prorrogação de benefício.

      Abraços!

    • Jhone Torres disse:

      Olá Cesar também fiz uma cirurgia do coração troca de válvula aortica meu médico me passou o atestado junto com as especificações e o número cid que são os códigos do procedimento pelo qual você passou, no meu caso fiz a perícia, fiz a cirurgia em outubro médico me deu o benefício até março , e se eu não estiver apto a voltar a trabalhar tenho direito a fazer uma nova perícia para estender o benéfico , cirurgia do coração é uma coisa séria , tem que fazer o acompanhamento médico evitar estresse , não levantar peso por três meses até a cicatrizarão completa do esterno , só nessa observação já dá pra ver que o laudo desse médico do inss está errado você tem direito a no mínimo 3 meses devido ao seu trabalho, e o mais aconselhável seriam 6 meses , então lhe aconselho a contratar um advogado e entrar com o pedido de reavaliação , você ganha de certeza tem direito e o seu médico tem que passar o atestado tbm porque é obrigação dele após a cirurgia lhe passar o CID.

  129. Crislayne disse:

    Bom dia,trabalho em uma loja de shopping e acabei tendo um rompimento do ligamento do tornozelo,peguei uns atestados alguns dias,quando retornei na loja segunda feira 12/12 meu gerente me informou que eu teria que entrar pela caixa ja que meus atestados deram 16 dias no total pelo mesmo cid,entao voltei ao medico e ele me deu a guia de afastamento ontem 14/12 então voltei a loja e eles me orientaram no que tenho que fazer ,porem hoje 15/12 e dia do meu adiantamento e da segunda parcela do décimo terceiro,a empresa não depositou nem um nem outro isso esta correto? Ja que eu nem dei entrada ainda e nem marquei a pericia pelo inss…

  130. Lauro Alves disse:

    Boa noite Dr.
    Entrei com uma açao contra o Inss, passei pela percia judicial depois da mesma pediram mas laudos enviei. Bom o Inss ofereceu acordo e aceitei; Saiu a Sentença em 28/10/2016 homolgando o mesmo, so que nao foi publicado a setença. O Inss entrou com Embargos de Declaraçao dia 29/11.
    dia 09/12 foi publicado a sentença. e dia 13/12 aguardando prazo ate 31/12/16. pergunto o q vai acontecer. na setença manda implantar o beneficio em 30 dias e expedir RPV apos transitado e julgado.

  131. Ruana disse:

    Olá!

    Meu atestado do dia 07/10 a 07/11 (30 dias). A empresa me pagou os 15 primeiros dias (07/10 a 21/10) e na carta de concessão o valor que saiu foi referente ao período de 01/11 a 24/11. Do dia 22/10 a 30/10 eu não recebo? Está correto esse calculo?

  132. Elinaldo disse:

    Olá gostaria de saber… Eu saí da empresa no mês 5 do ano passado e queria saber se posso da entrada no benefício ainda pela empresa.. obrigado

  133. Andreisa disse:

    Estou gravida de 30 semanas e o meu medico me pediu repouso pois estou tendo contrações, minha pericia esta marcada pra 27 de janeiro e a previsao do parto é pra 15 de fevereiro, será que eu recebo o auxílio doença?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Andreisa.

      Não, você terá direiro ao auxílio maternidade se contribuiu para o INSS quando engravidou.
      Abraços!

    • Andreisa disse:

      Estou gravida de 30 semanas e o meu medico me pediu repouso pois estou tendo contrações, minha pericia esta marcada pra 27 de janeiro e a previsao do parto é pra 15 de fevereiro, será que eu recebo o auxílio doença? Tenho carteira assinada e estou afastada, porque o meu serviço é de limpeza.

      • Eduardo Koetz disse:

        Olá, Andreisa.

        Para ter direito ao auxílio doença é necessário comprovar incapacidade ao trabalho, creio que o perito irá negar o benefício, pois terá direito ao salário maternidade.

        Abraços!

  134. neila maria carvalho do carmo disse:

    boa tarde ,,, tenho 44 anos , operei de tromboflebite nas veias femoral , tenho dez anos de carteira assinada mais tive que parar de trabalhar para cuidar do meus pais agora pago como autonoma como costureira a 8 meses minha pericia ta marcada para 11 de janeiro e operei dia 31 de outubro será que consigo o auxilio doença ? desde já agradeço .

  135. kleber teixeira disse:

    Bom dia Tive uma queda de Moto dia 30/07/2016, Dei Entrada na Previdencia No Auxilio Doença dia 22/08/2016 a PERIÇIA Eu Fiz dia 17/11/2016 i Fui APROVADO, Porem na Carta de Consecao Diz que O PERIODO A QUE REFERE O CREDITO e 01/11/2016 a 22/11/2016 no Valor de 938,66.. Eu queria Saber si Vou receber so Isso? pq fiquei parado 3 meses, o deve ser Parcelado?
    De ja Agradeço;

  136. Patricia disse:

    Bom dia!Eduardo
    Meu marido foi diagnosticado com a doença de parkinson no mes 2 desse ano so que ele ja tinha os sintomas a mais de dois anos e os medicos tratavam como outro tipo de doença ate que esse ano foi dado o diagnostico e desde entao ele vem fazendo acompanhamento e tomando a medicaçao correta para essa doença so que como demorou muito pra diagnosticar a doença ele teve o lado esquerdo muito comprometido o que levou o medico dele a pedir uma avaliçao do medico do trabalho no qual proibiu meu marido de realizar quase todas as suas funçoes so que no final do testo ele colocou assim sugiro que faça serviços so dentro do galpao uma vez que a empresa que meu marido trabalha e uma empresa de venda,locaçao e manutençao de empilhadeiras eletricas e ele exerçe a funçao de mecanico tecnico so que o neurologista dele pediu afastamento definitivo das funçoes pelo tipo de trabalho ele passou na pericia dia 07-12e a perita deu deferido com o prazo ate dia 07-02 so que o neurologista dele acha que ele nao tem como voltar ao trabalho devido ao risco que ele corre ate mesmo porque o trabalho dele e pesado e devido a varias quedas que ele ja levou por apresentar claidificaçao e sentir muitas dores no corpo todo e ainda apresentar um transtorno cognitivo leve pois esquece quase tudo como devo proceguir ao fim do prazo do benefio devo pedir prorrogaçao com um novo laudo dado pelo neurologista dele.
    Ele corre o risco de nesse pedido de ter prorrogaçao o processo dele indeferido.

    Desde ja agradeço a atençao…

  137. ricardo disse:

    Ola meu nome é ricardo e queria saber se o inss cobre os dias entre o fim do meu atestado eo dia da perercia meu atestado vence dia 15 e minha pericia dia 23 vo receberr esese dez dias que ficarei sem trabalhar

  138. ola!dei entrada dia 26 /10/2016 meu agendamento da pericia esta marcado 8/02/2017 nessa data depois qe passa pela pericia qe sai pagamento do beneficio,depois disso aguardo mas dia pra receber pagamento ou sai no mesmo dia.
    obrigada.

  139. Rita disse:

    Boa noite, eu estava estou desempregada desde o dia 01.11 no dia 19.11 fiz uma apendicectomia de urgência ao qual fiquei dias no hospital ainda estou com os pontos e vou fazer uma revisão amanhã no dia 07.12 , marquei minha perícia para dia 28.12 ao qual estou com atestado de 15 dias .
    A minha dúvida é dando entrada no inss eu tenho chances de conseguir de primeira nunca dei entrada por auxilio doenca, é a primeira vez ?!
    Eu recebo quanto de auxilio ?
    A minha última empresa trabalhei somente 4 meses mais em toda carteira tenho muuuito.mais s que 2 anos contribuídos,
    Depois da pericia devo receber quando?
    Corro.o risco de ser negada ? Tenho todos os exames tudo certo para dar entrada .

    Quanto tempo geralmente uma pessoa que tem apendicite aguda ficarai encostada ?
    Sinto muitas dores ainda .

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Rita.

      Depende, é necessário fazer uma análise do seu caso para poder responder todas essas suas perguntas. Você pode clicar aqui e responder o formulário para que possamos analisar seu caso, depois de feita, enviaremos para o seu e-mail o resultado com orientações de como proceder para obter o benefício.

      Abraços!

  140. Mateus disse:

    Olá, o meu pedido de auxílio doença foi deferido na hora da perícia, já saí de lá com a folha de deferimento, o que faço agora? Espero chegar alguma carta em casa? Sendo que na folha não tem nenhuma informação sobre isso

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Mateus.

      Pode acompanhar na internet no “extrato de pagamento, previdência” que vai aparecer a data do pagamento. Provavelmente será para o início do próximo mês, mas chegará uma carta informando a data e local pra receber os valores.

      Abraços!

  141. Jessica Martins disse:

    Boa Noite! Fiz cirurgia de coluna, há 1 ano e 5 meses… E comecei sentir dores novamente a uns 5 meses e foi constatado na tomografia que tem um parafuso soltando…
    Passei na pericia de prorrogação hoje e o perito mandou eu voltar a trabalhar, sendo que no laudo médico pediu tempo indeterminado…
    Sinto muitas dores, nã tem condição nenhuma de trabalhar, oque devo fazer ??

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Jessica.

      Nesse caso, deve marcar nova perícia e apresentar novos atestados médicos que comprovam a sua incapaciade.

      Abraços!

      • Kathleen disse:

        Boa tarde Eduardo Koetz meu nome é kathleen, gostaria de tirar uma duvida, fui afastada 28/07/16 auxilio doenca minha pericia foi dia 21/09/16 tive alta depois dessa data o beneficio foi concedido eu sai da perícia ja com o comunicado de decisão, porém n me deram nenhuma posição do pagamento do benefício, informaram no dia da perícia q a carta chegaria em casa informando o agencia q iria receber, porém até agr n chegou nenhuma carta, vc sabe me informar se ja passou do prazo da carta chegar, ou se ainda esta no prazo? Pq n sei quanto tempo demora obg pela atenção.

  142. thiago de freitas disse:

    ola, peguei o atestado de 16 dias – minha pericia foi marcada para 4 de janeiro, esse tempo antes da pericia que da quase 2 meses eu vou receber ? quero saber se esse tempo ate a pericia vai ser perdido ou se recebo obrigado

  143. Tiago soares disse:

    Eu fiquei 1mes e meio afastado pelo inss meu pedido foi aceito. Vou receber esse 1mes e meio em uma parcela so?

  144. Elaine Araújo disse:

    Boa tarde Eduardo!!
    Fiz um cirurgia de hemorroidectomia e meu médico me deu atestado de 30 dias a partir do dia 01/11.No entanto a recuperação não está sendo como esperavamos. A cirurgia inflamou.Ainda não consigo sentar normalmente sem sentir dor. Trabalho muitas horas sentada.Minha perícia está marcada para o dia 23/12. Se até esse dia ainda não me sentir bem para trabalhar e o médico do INSS me considerar apta como faço ? Vou ter uma consulta dia 06/11 com o meu médico, ele me disse q vou precisar demais dias. Será que vai adiantar ele me dar outro atestado ? pra eu levar pro perito,pra constar que não estou apta ?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Elaine.

      Se não for concedido a prorrogação do benefício, você deverá entrar com ação judicial, e quanto mais laudos médicos que comprovam a sua incapacidade, melhor.

      Abraços!

  145. Dironete disse:

    Tenho diabetes tipo1 uso insulina trez veses por dia ,tenho gordura no figado grau3 ,calculos nos dois rins,e tudo que a diabetes traz.sera que comsigo o auxilio doenca.tenho pericia dia 01-12-16.

  146. Jiji disse:

    Boa tarde, minha mãe fez um agendamento de perícia no inss que demorou 5meses e o laudo medico era de 90 dias. Foi aprovada e na carta de concessão dizia que o benefício tinha sido encerrado pois não atualizou o laudo medico e só teve direito a 2 meses do benefício. O que fazer?

  147. lucas disse:

    Boa tarde, fiz uma pericia no dia 13 de setembro e foi Negada, mas Ainda estou sem cocondiçoes de retornar ao trabalho, Ai meu medico me deu um Testado de 30 dias para eu poder marcar outra pericia, fiz a nova pericia e a medica disse que eu deveria levar um documento com outra data do ultimo dia de trabalho e a empresa disse que os atestadoa não conta como dia de trabalho e que o ultimo dia foi o d aprimeira vez, eata correto.? ?

  148. Adriana disse:

    Boa noite sou Adriana , sou a segurada do trabalho, me desligue da empresa tem oito meses após sai da empresa fiz uma ressonância magnética aonde causou tendinite , bursite dos ombros direito ,esquerdo ,no braço direito e desvio na coluna. Marquei a perícia no dia 19/10/2016 pois foi negada , entrei com ação judicial , advogado já marcou pra dia 12/12 /2016 .será que pode ser negado de novo?

  149. Rafaela disse:

    Boa noite, eu fiz uma perícia no dia 21/11 e só foi concedido até esse dia o auxílio doença. Ocorre que eu estou aguardando uma cirurgia e não tenho condições de voltar a trabalhar. Se eu entrar com um recurso corro o risco de ser mandada embora durante esse tempo que aguardo. Ou seria melhor pegar mais um atestado entregar a empresa e esperar 30 dias para agendar uma nova perícia.

    Atenciosamente, Rafaela Oliveira.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Rafaela.

      Você pode pedir prorrogação do pedido e apresentar o pedido na empresa, que irá deixar o seu contrato suspenso, mas se não for em decorrência do trabalho, a doença, você pode ser demitida sim, independente de optar pela prorrogação ou nova perícia.

      Abraços!

  150. Natalia disse:

    Olá, Eduardo.

    Gostaria de saber se seria possível reaver uma pericia média, mantendo um mesmo beneficio ?

    Meu irmão esteve internado do dia 25/10 há 27/10, para uma apendicectomia emergente, apos sete dias internou novamente devido a uma complicação da primeira cirurgia teve que ser submetido a uma nova e ainda mais invasiva cirurgia, neste meio tempo eu marquei pericia para ele, na qual coincidiu dele ainda esta internado 10/11. Liguei na central do INSS para remarcar a pericia, mas me orientaram a pegar uma declaração da Santa casa informando que ele permanecia internado e sem previsão de alta, segundo o que me passaram na central este documento bastaria para garantir que ele pudesse ter direito a uma nova pericia, era só ele apresentar quando saísse que estaria tudo certo. Entretanto em nenhum momento obtive informação alguma de que ele teria um prazo para apresentar está declaração. Veja ele recebeu alta dia 16/11, como ele ainda está muito indisposto com os remédio, e desconfortável sentindo dor para se locomover devido as duas suturas no abdômen, nós nos apresentamos apenas hoje 23/11 na agencia previdenciária, para remarcar a pericia e lá nos informarão que o beneficio dele foi indeferido, negado por falta de pericia médica e que só poderemos remarcar uma nova pericia em 13/12 sendo com um novo numero de beneficio, e que ele não receberá este período de internação, assim como os atestados, apenas será contado a partir da data realizada pericia médica, esta informação é valida? Existe algum meio judicial para mudar esse prazo de 30 dias de remarcação, ou que garanta a ele o auxilio doença desse período que esteve internado ? Deixando claro que ele estaria recebendo este auxilio doença, pelo tempo de carência da contribuição, já que o mesmo encontra-se desempregado, sem registro em carteira a 11 meses até a data do ocorrido.
    Desde já agradeço sua atenção !

    Natália Alexandrino

  151. nathalia teixeira disse:

    como sei quanto tempo vou receber o beneficio?

  152. Jeferson Torres disse:

    Olá. Bom dia, minha mãe realizou uma cirurgia, pegou 2 meses de atestado, realizou a perícia e foi negado o auxílio. Ela realiza mensalmente o pagamento de renda mínima, me disseram que foi negado por isso, eu pessoalmente fui na agência e me disseram que iriam reencaminhar o resultado para reaverem o ocorrido em outra cidade. Tem alguma chance de ser negado sendo que ela paga mensalmente tudo certo? E ela me informou que está demorando quase dois meses para vir o resultado da reavaliação do resultado. Sabe me informar se tenha a possibilidade de ser negado por esse motivo, e mais ou menos quando terei retorno do novo pedido de avaliação? Compareci a agência dia 01/11.
    Desde já obrigado.

    Atenciosamente, Jeferson Torres.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Jeferson.

      Sim, pode ser negado novamente, não por esse motivo, mas por outros. Caso isso venha acontecer, aconselho que sua mãe entre com uma ação judicial.

      Abraços!

    • Emerson disse:

      Na minha carta de concessão veio não houve geração de créditos anteriores oque quer dizer isso? Que eu não vou receber os meses atrasados ou não tem nada haver

  153. Lidiane disse:

    Gostaria de saber se o laudo pericial da justica do trabalho informando que estou inapta para o trabalho é válido para a perícia do inss como prova de que preciso do auxílio doença e se a minha doenca( transtorno afetivo bipolar) pode deferir tal pedido?

  154. Pedro disse:

    Boa noite, Eduardo! Tenho miocardiopatia hipertrófica com obstrução na artéria mitral, uma doença genética. No último dia 7 fui fazer a perícia médica, o perito me fez uma perguntas, ouviu meu coração, pediu meus exames, laudo médico e etc… Logo após ele falou: você está liberado, daqui a 15 a 20 dias chegará uma carta em sua casa. Oq isso indica? Obrigado, abraço!

  155. marcus aurelio disse:

    Bom dia .
    Passei por uma perícia no dia 11/11/16 e o perito indeferiu meu benefício , sendo que não estou apto ao retorno no trabalho.
    Sofri um acidente em abril deste ano onde colocou 6 parafusos e 1 placa no ombro .
    Levei o afastamento médico e os exames que eu tinha em mãos mesmo assim ele deu alta.
    Agora quero tirar a duvida se espero os 30 dias e abro um novo benefício (com o mesmo valor que recebia) ou abro um recurso que pode demorar mais de 60dias e ainda ser negado.
    Não tenho condições de retornar ao trabalho pois meu braço esta limitado e continuo fazer fisioterapia.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Marcus.
      Nossa orientação é ingressar judicialmente. O recurso demora até 2 anos pra sair e se agendar um novo benefício vai perder esse período que ficou sem receber.
      Abraços!

  156. Janaína Nascimento disse:

    Bom dia!!! Estou gestante de risco. Meu afastamento pelo INSS iniciou a partir do dia 11/09. Passei pela perícia dia 10/11 e meu pedido foi deferido. O benefício irá até o fim da gestação dia 10/02/2017. Gostaria de saber, por gentileza, se no meu primeiro pagamento eu recebo referente a qual dia? De 11/09 à 10/11 ou ja vem corrigido até a data do pagamento? Seria quanto por cento do meu salário? E outra informação: como ficará o pagamento do 13 salário referente o tempo de afastamento… sei que o INSS fará o pagamento, porém quando será?? Agora no fim de ano ou no final do benefício?? Aguardo um esclarecimento. Obrigada

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Janaína.

      no meu primeiro pagamento eu recebo referente a qual dia? De 11/09 à 10/11 ou ja vem corrigido até a data do pagamento? Tem que ver a carta de concessão sua, e verificar desde quando que foi concedido.
      Seria quanto por cento do meu salário? Se for auxílio doença, será de 91% da média as contribuições.
      E outra informação: como ficará o pagamento do 13 salário referente o tempo de afastamento… sei que o INSS fará o pagamento, porém quando será?? Agora no fim de ano ou no final do benefício? Será pago proporcionalmente ao fim deste ano, e nos meses referentes do ano que vem, ao fim do benefício.

      Abraços!

  157. Amanda disse:

    Boa tarde
    Fiz uma cirurgia estou afastada desde 03/10 peguei 24 Dias de atestado já estou apta para trabalhar o que devo fazer que minha perícia está marcada p 07/12

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Amanda.

      Se você está apta a trabalhar, pode voltar. Na data agendada comparece na perícia com o atestado médico e um documento da firma informando a data que você voltou a trabalhar​.

      Abraços!

    • Luiz Antonio disse:

      Boa tarde fiz minha pericia dia 08/11, meu afastamento se iniciou dia 25/09 como descrito na carta, gostaria de saber se referente ao mes de setembro e o mes de outubro recebo ainda agora em novembro ou apenas em dezembro com o pagamento de novembro

  158. kell disse:

    Ola
    Passei meu filho de 5 anos na pericia judicial 28/10/2016
    O perito me disse deus te abencoe tou enconstanto seu filho durate um ano
    Pois ele tem transtorno
    O juiz pode da a centenca ou o inss vai se manifesta la ta prazo final 21/11/2016 pro inss
    Como fica o juiz vai acata o perito q ele designou ou …o inss vai entra em acordo

  159. Leonardo disse:

    Ola meu nome é leonardo; bom minha pericia esta marcada para dia 11 de novembro 2016 e estou afastado por 2 meses ja pois sofri um acidente e coloquei 14 pinos nas costa gostaria de sabee como eles avalian se é por gravidade do acidente e se o alcilio vem igual ao salario que eu recebia na empresa gostaria de saber tbm se demora muito pra receber apos a pericia quanto tempo para receber meu salario e se ele vai vir igual ao da empresa obrigado desde ja

  160. Bom eu fiz uma perícia reconsideração auxilio doença no fórum. Dia31. 05. 2016 quando vem o resultado +ou- sabe me informa.obgd.

  161. Daniela disse:

    Olá, Boa noite!
    Minha perícia foi indeferido, por falta de período de carência. Tenho fibromialgia e as dores são insuportáveis.A empresa so contribuiu por 10 meses, e eu já estou afastada há 4 meses, como fazer para receber meu benefício, pois estou sem condições de comprar os medicamentos. No final das contas quem vai pagar meu direitos, afinal se é descontado todos os meses do meu salário o INSS, acho que tenho direito de receber alguma coisa quando estiver sem condições para o trabalho. Poderia me ajudar ? Agradeço!

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Daniela.

      Para ter direito ao auxílio doença deve ter no minímo 12 meses de contribuição.

      Aconselho que continue contribuindo e quando completar a carência, entre com o pedido.

      Abraços!

  162. Fernanda disse:

    Prezado, tenho um atestado de 30 dias. Os primeiros 15 dias serão pagos pela empresa (20/10 a 03/11) e os outros 15 pelo inss, que seria de 04/11 a 18/11. No entanto, só consegui marcar a perícia para 23/01/2017. Ficarei sem salário nenhum até lá mesmo se voltar a trabalhar dia 19/11? Ou se eu voltar a trabalhar dia 19/11 a empresa voltará a me pagar a partir dessa data??Não consigo entender como funciona na prática… Obrigada

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Fernanda.

      Você irá ficar afastada da empresa por 30 dias e dia 19 terá que voltar a trabalhar e na perícia do dia 23/01, você estará trabalhando, terá que levar documentos que comprovem que você estava incapaz de 04 a 18/11 e irá receber do INSS esses 15 dias, caso comprove a incapacidade.

      Abraços!

  163. Muriel Moreira disse:

    Boa tarde!
    Fui afastada pelo Cid F43.2 F 41.1 F 41.2 por 40 dias e mais 27 dias com isso minha perícia foi marcada no dia 23/11, com isso só recebo após o dia da perícia.
    Como estou afastada desde o dia 20/09 está complicado a situação.
    Obrigada

  164. Monica disse:

    Na perícia judicial me foi perguntado se estava trabalhando acabei respondendo que sim pois não tinha entendido a pergunta pode vir a me prejudicar pois não voltei a trabalhar estou há quase 2 meses parada

  165. Olha meu nome é Ariani meu marido deu diabete 2 já afetou as vistas e os rins os dois ta paralisando ele pode ta entrando com o pedido auxílio doença

  166. Edinalva dos santos disse:

    Boa noite fui submetida a uma intervenção cirúrgica. Pois pago à previdência social como autônoma, e estou com vinte sete dias que não trabalho gostaria de saber o que fazes para ter um benefício auxílio doença. E qual documentação deverá ser apresentada. Desde já agradeço.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Edinalva.

      Você deve marcar uma perícia médica em uma agência do INSS da sua região e levar todos os laudos médicos que comprovam a sua incapacidade de trabalhar.
      Abraços!

  167. Ana Paula Paiva disse:

    Boa tarde, Tenho um filho especial…não anda, não fala, não segura sozinho a própria cabeça…devido ser gerado com tumoração e ele ja ter passado por oito cirurgias…meu quadro de depressão agravou.
    Estava afastada desde novembro de 2015, passei por pericia no inss esta semana e não me concederam…
    Alem de mim estar doente com tudo que vivo passando, meu filho depende de mim 100 %…
    Devo entrar com recurso ou seria melhor pedir novo requerimento após 30 dias da negativa deste ?
    E se eu entrar com recurso para o beneficio, eu posso entrar com o LOAS neste intervalo de decisão ?…pois não terei mais renda até a decisão do mesmo.

  168. Jodson disse:

    Boa tarde!

    Estou desempregado há 7 meses. Na minha infância fiz uma cirurgia no ombro esquerdo pois tinha deslocamento com frequência e esse ano voltou a acontecer esses deslocamentos. Vou precisar fazer exames e fisioterapia, tenho mais de 12 contribuições, tenho direito ao auxilio doença?

    Obrigado!

  169. Kelly disse:

    Boa noite! Entrei com pedido de auxílio doença, mas foi negado administrativamente , voltei ao trabalho mas sinto prejudicada. Quero entrar judicialmente, mas estou trabalhando. Gostaria de saber se posso entrar com pedido judicial se estou trabalhando?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Kelly.

      Não, pois o auxílio doença é um benefício que o segurado recebe por estar incapaz de trabalhar, no seu caso deve pedir licença médica e entrar com o pedido.

      Abraços!

  170. Deise fagundes disse:

    Estou com um tumor benigno intracraniano que tem me dado crises horríveis de dores.tenho q operar colocar uma válvula. Estou a 40 dias internada e nesse meio tempo enqto não colocar a válvula não consigo trabalhar. Meu neuro vai colocar tudo isso no laudo mãos tenho receio do INSS me liberar pq é benigno e me mandar voltar ao trabalho. Neste. Caso tenho como recorrer? Eles não segue mm apenas o laudo do meu neuro?

  171. Elizangela correia viana disse:

    Pode me ajuda

  172. Elizangela correia viana disse:

    Boa tarde estou com dois anos desempregada, tenho busite, tendinite e desvio na coluna direta e esquerda nesse tempo fiquei grávida não tenho condições de fazer tratamento e nem tomar antibiótico porque amamento, sinto várias dores fortes , estou na justiça na fábrica quer trabalhava? posso me encostar por invalidez ou por auxílio doença, não tenho condições de trabalhar mais

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Elizangela.

      Sim, você tem direito ao auxílio doença. Você deve marcar uma perícia médica no INSS e levar os documentos médicos que comprovam a sua incapacidde.

      Abraços!

  173. Samuel disse:

    Olá boa noite.
    Sofri um acidente de trabalho, uma fratura no dedo da mão direita. Foi preciso realizar uma cirurgia para corrigir a fratura. O médico me deu um atestado de 60 dias, contando a partir do dia 11 de outubro desse ano. Fui afastado pela empresa, ela fez a CAT, e agendou a perícia no INSS. Só que a perícia foi agendada para o dia 5 Dezembro. No Dia 5 de dezembro ja vai estar praticamente no fim dos 2 meses que o médico passou de atestado, ou seja, dia 11 de dezembro. Minha dúvida é a seguinte: no dia da perícia, minha mão ja vai estar praticamente boa. Se o benefício não for concedido, eu irei receber pelos 2 meses que eu fiquei sem trabalhar? Porque do dia da Cirurgia até o dia da pericia vai ser justamente 2 meses. Nesse periodo ja vou ter feito a fisioterapia e meu dedo ja vai ter normalizado. Só que eu vou ter ficado 2 meses sem poder trabalhar e sem receber do INSS por conta do tempo decorrido para realizar a perícia. Essa é a minha dúvida: irei receber o benefício mesmo depois de todo esse tempo e com o dedo recuperado? Desde já agradeço a atenção e aguardo sua resposta.

    • Eduardo Koetz disse:

      Sim, o perito vai se basear pelos atestados e laudos que você possui para lhe conceder o benefício retroativo, não tem problema se já estiver melhor, porque ele vai buscar retroativo e não posterior.

      Abraços!

  174. debora santos disse:

    ola gostaria de me informa meu marido teve um acidenti e quebrou o braco ele ta desempregado ha 8 meses mas ja tem mas de 20 anos de cartire assinada ele guanhou atestado de90 dias mas a perricia edaqui 60dias ele guanhara esse atrasado e depois mais 60
    obrigado

  175. Laura disse:

    Oi, bom dia. Meu pai retirou minha mãe do plano de saúde, agora ela está pelo SUS só que o benefício dela vai até dia 12/12/2016.. E o ortopedista está marcado para o dia 7 de dezembro.. Nesse caso provavelmente ela n conseguirá fazer o exame a tempo pelo fato do SUS demorar MT… Oq será feito? Ela vai continuar recebendo o benefício? Como vai ser o procedimento? Desde já obrigada.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Laura.

      Respondendo as suas seguintes perguntas:
      Oq será feito? Ela tem que solicitar uma prorrogação nos 15 dias anteriores a suspensão do benefício, assim será marcada nova perícia.
      Ela vai continuar recebendo o benefício? Como vai ser o procedimento? No dia dessa perícia tem que levar documentos atuais, pode ser atestado do médico, falando que ela ainda esta incapaz e levar o encaminhamento do exame que ela terá que fazer. Se o perito suspender o benefício pode entrar na justiça.

      Abraços!

  176. daniely disse:

    Oi boa tarde por gentileza, tenho um irmão que tem sindrome do panico não trabalha faz 5 anos e depende dos meus pais, ele foi no medico especialista que deu um laudo lacrado endereçado ao inss, queríamos saber se podemos agendar a perícia nós mesmos ou se temos que contratar um advogado para isso, muito obrigada!

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Daniely.

      Você mesmo pode marcar, pode agendar pela internet ou pelo telefone 135. Caso o INSS não conceda o benefício, deve contratar um advogado para entrar com uma ação judicial.

      Abraços!

  177. maria disse:

    Oi me chamo maria tenho 61 anos.. sinto muitas dores na coluna… no meu exame deu bico de papagaio e hérnia de disco e sinto muitas dores nos dois joelhos… tenho como conseguir um auxilio doença
    ajude me

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Maria.

      Se você possui 15 anos de contribuição tem direito a aposentadoria por idade, que é mais vantajoso. Para saber mais sobre esse benefício, clique aqui. Caso não possua, tem direito ao auxílio doença.

      Abraços!

  178. Gustavo disse:

    Oi meu nome é Gustavo, tenho deslocamento no ombro direito e está ocorrendo com frequência e não estou conseguindo trabalhar. O médico da empresa me encaminhou para pericia, e vou fazer os exames pelo SUS. Caso no dia da perícia não estiverem prontos o que eu faço?

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Gustavo.

      Caso não tenha nenhum documento médico que comprove sua incapacidade, é necessário adiar a perícia. Você pode ligar para o número 135 e remarcar a data.

      Abraços!

  179. Neide disse:

    Boa tarde eu trabalho em casa de família sou doméstica tenho sangramento no bico de ganso nos goelhos é chamado tedenite não consigo anda direito mais foi trabalhando com muita dificuldade nos goelos eu gostaria de saber se posso pedir axilo doença

  180. Maria disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de saber qual o tempo que o auxílio doença leva para ser julgado na justiça Federal do Paraná. Situação: deferido e meu médico solicitou mais 90 dias, mas a prorrogação foi indeferida.
    Att.,

  181. Karl maciez disse:

    Boa tarde,Há qse três meses só pisei falso em um degrau chegando do trabalho e inchou muito, fui para uma emergência e ortopedista viu que não quebrei só foi uma torção, sendo que passou fisioterapia, medicação e desinchar bastante continuei trabalhando, sendo que voltou a inchar, e dor muito forte, voltei e passou rx, gesso, bota robocop e medicação e disse que deu inflamação no tendão, depois de tudo isso voltou a doer agora com outro rx deu cid de traumatismo de tornozelo fiquei doze dias de gesso, tirei hoje e ainda dói só que estava trabalhando mesmo com bota, e na fisioterapia agora ele disse que só vai melhorar se não pisar o que faço, não posso ficar sem receber pagamento moro só com filho demora mais de um mês para receber?

  182. Rodrigo disse:

    Bom dia.
    minha esposa teve rompimento total do tental de aquiles dia 30 de maio 2016, no dia 07 de junho 2016 ela fez a operação hoje esta completando 3 meses e 20 dias que esta afastada a recuperação dela é demorada esta sem os movimentos do pé por conta do tempo começou a fisioterapia essa semana, e hoje é dia da pericia dela, ela ainda corre o risco de ter negado o beneficio? e tem todos os documentos e exame que mostra o tendao rompido.
    Sou de São Paulo Capital.
    Grato pela atenção.

  183. da rocha disse:

    Em maio do ano passado fui diagnosticada com tumor no utero , aí entrei com pedido de auxílio doença , pago como autônomo, aí fiquei em tratamento oncológico até novembro , e comecei a receber o benefício em agosto , aí em abril deste ano passei por nova perícia médica, e foi negado o benefício ,mas só que o meu oncologista não me deu alta ainda , eu passo por consulta a cada 60 dias , e não consigo trabalhar pois sinto dores será que poderia me orientar a o que devo fazer ?

  184. Jaqueline disse:

    Boa tarde. Estava trabalhando esse mês e adoeci de um moima que fiquei internada. Quando voltei ao trabalho fiquei fazendo tratamento e sempre levando atestado e me mandaram embora. Gostaria de saber se eles podiam fazer isso e se caso eu me operar eu tenho direito ao auxílio doença sem estar mais no trabalho

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Jaqueline.

      Você pode entrar com o pedido de auxílio doença agora, pois não precisa estar trabalhando, apenas contribuindo, para ter direito ao benefício.

      Abraços!

  185. Agenor Florentino disse:

    Bom dia o meu caso é o seguinte em novembro de 2013 comecei a sentir dores na região do abdômen e por coincidência surgiu hérnia inguinal bilateral me afastei em fevereiro e operei em marco de 2014 voltei a empresa em junho mas infelizmente ainda com dores e continuei com acompanhamento medico que marcou uma laparoscopia no abdômen com a remoção do apêndice devido a suspeita das dores em agosto de 2014 fiz a cirurgia porém fui dispensado da empresa em julho mas mantiveram o convênio ate a cirurgia
    Mas infelizmente a dor ainda existe.
    No começo de 2015 comecei passar por medicos pelo SUS e tentei levar a vida dessa forma mesmo com as dores dai atraves do SUS descobri ter epidimitite (inflamação no canal do esperma no epidimio direito) mas isso me atrapalha em tudo que faço não consegui me encaixar no mercado devio ao meu problema de dores trabalho por conta como eletricista com um sócio (só ele sabe como essa dor atrapalha no trabalho) faço faculdade que é paga pelo FIES mas ja não estou conseguindo mais seguir em frente com essas dores o processo do SUS esta muito demorado e o prazo de espera é muito longo estou com 30 anos e não consigo levar uma vida normal tenho filhos para criar e família que depende de mim gostaria de pedir ajuda e auxilio de voces para entrar pelo INSS até resolver esse meu problema
    Obrigado.

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Agenor.

      Aconselhamos você a agendar uma perícia por telefone no número 135, central de atendimento do Ministério da Previdência Social. Na data da perícia, leve todos os documentos e atestados que possuir para o exame. Caso seja indeferido (negado) você poderá contratar um advogado para ingressar judicialmente em busca do seu benefício.

  186. Luciana Maria disse:

    Boa Noite!

    Agendei a pericia depois de nove dias de desligamento da empresa, pois minha consulta estava marcada para o dia 29/10 e fui desligada dia 21/10 e ao ir a consulta fui afastada por 60 dias, minhas dúvidas:

    Mesmo sendo negado o beneficio eu recebo esses dois meses
    Em quanto tempo depois da pericia é liberado o pagamento, já que estou sem poder trabalhar.
    Tenho 22 anos de contribuição e qual o valor será concedido, já que fui desligada
    Caso seja concedido o auxilio doença em recebo em quanto tempo.

  187. ola !boa noite.
    estou com 8 meses de empresa e precisei fazer uma operação de hernia
    o médico me atesto por quinze dias trabalhei o 16º dia e depois tive um acidente em casa machuquei o ombro e fiquei mais 3 dias afastado. passando esses 3 dia voltei a uma consulta com o cirugião e me afastou mais 8 dias nesse intervalo de 8 dias a empresa me chamou e comunicou que me encaminho pra previdência ja me informando a data da pericia colocando que meu ultimo dia trabalhado foi no dia que completa 15 dia de afastamento . corro algum risco de ter esse afastamento indeferido?
    ERIVALDO DUARTE
    eriboyduarte@bol.com.br
    grato!

    • Eduardo Koetz disse:

      Olá, Erivaldo

      Sim, todo benefício pode ser indeferido.

      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link http://www.koetzadvocacia.com.br/tire-suas-duvidas-previdenciarias/

      • Edson Vitalino disse:

        Oi boa tarde, fiz uma artroscopia di 19/09/2016
        E minha perícia foi dia 29/09/2016, a médica perita nao aceitou o laudo porque estava escrito q eu seria submetido a cirurgia, pediu pra levar outro laudo, só q até remarcar já estarei sarado, pergunto: o tempo que fiquei impossibilitado de trabalhar eles vão me conceder o benefício?

        • Eduardo Koetz disse:

          Olá, Edson.

          Você tem que levar atestados médicos que afirme o período exato que você ficou incapaz para o serviço e levar na perícia. Assim, com base nos documentos o perito irá conceder conforme o tempo que você ficou incapaz.​

          Abraços!

  188. Francisco Anderson disse:

    Primeiramente Boa noite !
    Sou “marinheiro de primeira viagem” junto à previdência social e estou com certas dúvidas.
    Eu me acidente em Setembro, especificamente no dia 28 , no encaminhamento a previdência dizia:
    “Último dia de trabalho do segurado 28/09/2015”
    Quero saber se receberei desde essa data , ou a partir do dia em que dei entrada no Seguro?!
    Segundo: só tenho 7 meses de contribuição ,Mas meu acidente foi de trabalho , sei que estou assegurado. Mas com base nesses 7 meses de contribuição , eles farão a conta de quanto receberei correto?!
    Pois bem , pelo fato de serem só 7 meses , vou receber um salário muito inferior ?!
    Obrigado !

    • Eduardo Koetz disse:

      Bom dia. Você irá receber desde a data de entrada do requerimento e a renda mensal inicial não poderá ultrapassar a média aritmética simples dos doze últimos salários-de-contribuição do segurado, inclusive no caso de remuneração variável ou, se não houver doze meses de SC, a média aritmética simples dos salários-de-contribuição encontrados.

      Para apurar essa média serão verificados os salários-de-contribuição existentes de 07/94 até o mês anterior à Data do Afastamento do Trabalho-DAT, ou seja, os doze últimos meses de contribuição dentro do Período Básico de Cálculo-PBC. Serão utilizados somente os encontrados e, assim, a quantidade pode variar de um a onze meses, bem como o divisor.

      Exemplo: o cidadão possui 5 anos de contribuição

      Data do afastamento do trabalho: 01/08/2015
      Média 12 últimos salários de contribuição = R$ 2.000,00
      “Salário de Benefício” = R$ 2.500,00
      Multiplicação pela alíquota de 0,91 = R$ 2.500,00 x 0,91 = R$ 2.275,00 (maior que média dos últimos 12, haverá limitação)
      Renda Mensal Inicial = R$ 2.000

      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link http://www.koetzadvocacia.com.br/tire-suas-duvidas-previdenciarias/

  189. hogaciane Maria do monte disse:

    olá boa tarde! gostaria de ter uma orientação sobre o que fazer, pois a um ano e três meses a trás, minha mãe sofreu uma queda operatória dentro de casa e isso acarretou em uma operação mal precedida, e cinco pinos no tornozelo. desde então ela não consegue andar direito e sente muita dor quando fica em pé e não consegue trabalhar, a sete meses atrás eu dei entrada na previdência social levei o laudo médico e tudo o que era necessário, mas daí então estamos aguardando a resposta deles a atendente disse que ia ligar quando marca-se a perícia mas já se passou todo esse tempo e até agora nada ! você pode me orientar?? obrigado

Os comentários estão fechados.