fbpx

Tempo para se aposentar: quanto falta para você?

imagem ilustrando o texto "Tempo para se aposentar: quanto falta para você?" da Koetz Advocacia

É natural querer entender quanto tempo falta para se aposentar próximo aos 60 anos de idade, mas poucas pessoas sabem que com a reforma, é possível se aposentar antes ou é obrigatório ter ainda mais idade. O ideal é planejar a aposentadoria desde cedo para garantir o melhor benefício possível para o seu caso.

Se você não tem certeza de quando completará o tempo para se aposentar, daremos aqui algumas dicas sobre tempo de aposentadoria.

Assim, se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para tirar dúvidas do seu caso específico, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Saiba o tempo que falta para se aposentar em 3 passos. O texto continua após o vídeo.

Assim sendo, os três passos para saber quanto tempo falta são:

  • 1: Descubra quanto tempo você tem!
  • 2: conferir períodos no INSS
  • 3: Veja quanto tempo falta em cada regra que você pode usar!

Ou seja, você também precisa saber quais regras pode usar.

A seguir explicamos como calcular corretamente o tempo que você tem! Recomendamos que assista o vídeo acima. O áudio pode ser compreendido sem visão, e se preferir, você pode ler a transcrição do mesmo aqui: https://koetzadvocacia.com.br/video-como-saber-quanto-falta-para-se-aposentar/

Como calcular quanto falta de tempo para se aposentar?

Para saber como calcular quanto tempo falta para se aposentar é preciso primeiro entender as regras vigentes e qual é melhor e adequada para o seu caso.

Além disso, é importante saber que em alguns casos, o tempo de aposentadoria é contado com base na quantidade de dias trabalhados. Ou seja, se você trabalhar do dia 25 de março ao dia 5 de maio, terá o total de 41 dias trabalhados. Mas em outros, a contagem é feita por mês contribuído, como é o caso da Nova Aposentadoria do INSS ou da aposentadoria por idade por direito adquirido.

Contudo, esta regra refere-se apenas aos benefícios de aposentadoria como a aposentadoria do professor ou a aposentadoria especial. Outros benefícios previdenciários exigem tempo de carência. É o que ocorre com o auxílio doença, a aposentadoria por incapacidade permanente e a aposentadoria por idade pelo direito adquirido.

Nesses casos, o mês inteiro é considerado. No exemplo citado acima, do dia 25 de janeiro ao dia 5 de maio seriam considerados 3 meses, independentemente da quantidade de dias trabalhados em cada mês – desde que realizada a inscrição no INSS e feito o pagamento da contribuição nos três meses.

O texto continua após o vídeo.

Nesse sentido, existem outras informações necessárias sobre tempo para você se aposentar. Listamos abaixo mais algumas dúvidas comuns sobre a contagem do tempo.

Posso contar o Tempo Rural ou de Pesca?

Sim, é possível contar esse tempo, pois o trabalho em área rural, seja com pais ou não, é aceito para a conquista de aposentadoria. Já estão sendo aceitos períodos a partir dos 8 anos de idade, mediante comprovação. Se desejar entender melhor como contar tempo rural, clique aqui e leia este texto completo que fizemos sobre o tema.

Posso contar o tempo de exército?

Sim. Isso porque o serviço militar também é um período que pode ser utilizado no tempo para você se aposentar.

Se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para tirar dúvidas do seu caso específico, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Trabalhando com insalubridade, o tempo para se aposentar é contado de forma diferente?

Para responder se o tempo com insalubridade pode ser considerado como tempo para se aposentar, você precisa saber se a função que você exerceu exigia contato com agentes nocivos à saúde. Se sim, então o tempo trabalhado nessa função é contado como tempo especial. Esse tempo especial pode lhe conceder uma aposentadoria com regras diferenciadas, que na maioria dos casos é de 25 anos de atividade insalubre.

E nos casos em que você não tenha 25 anos de atividade insalubre? Nesses casos, pode-se converter o tempo especial em tempo comum. Isso lhe garante um acréscimo de 40%, caso seja homem, e de 20%, caso seja mulher.

Mas atenção! Com a Reforma da Previdência você só poderá fazer a conversão do tempo especial trabalhado até a data de promulgação da PEC que instituiu a reforma. Ou seja, só poderá fazer a conversão do tempo trabalhado até 12 de novembro de 2019. Todo o período que você trabalhar, mesmo que em local insalubre, após a data da promulgação, não poderá ser convertido.

Caso eu tenha períodos sem contribuição, posso pagar ao INSS para completar o tempo de aposentadoria?

A resposta é depende. Para usar esse tempo para se aposentar, você precisa comprovar que trabalhou como empresário ou autônomo no período em aberto. Assim, com a devida comprovação, poderá pagar as contribuições retroativamente.

Caso meu empregador não tenha pagado o INSS, eu vou ser prejudicado?

Se você tiver como comprovar que trabalhou, não. Além disso, os períodos em aberto deverão ser resolvidos entre a empresa e o INSS. Ou seja, a empresa é obrigada a fazer a contribuição ao INSS, se ela não fizer pode ter problemas.

O texto continua após o vídeo. Entenda o que é pedágio na aposentadoria após a reforma.

O tempo trabalhado como estagiário conta para a aposentadoria?

Alguns contratos de aluno aprendiz podem considerados como tempo para se aposentar. Mas, em geral, não.

Trabalhei em dois empregos em um mesmo período. Conto o tempo em dobro?

Não. O tempo não é contado em dobro. O fato de trabalhar em dois vínculos simultaneamente vai ter efeito positivo apenas no valor da aposentadoria.

Em resumo, como saber se já tem tempo para você se aposentar?

Em suma, para saber o tempo para se aposentar, entenda qual é a espécie de aposentadoria que você tem direito, para saber se o cálculo é feito dia a dia ou considerando o mês inteiro. Desse modo, se desejar entender sobre como calcular o valor da sua aposentadoria após a reforma, clique aqui para assistir a explicação.

Além disso, existem alguns fatores que podem ser considerados para incluir mais períodos acumulados para o seu tempo de aposentadoria, como trabalho rural, serviço militar e atividade insalubre.

Em caso de dúvidas, o profissional ideal para auxiliar você é o advogado previdenciário. Se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para tirar dúvidas do seu caso específico, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Advogado Especialista em Direito Previdenciário e Tributário, Sócio da Koetz Advocacia, professor da Pós Graduação.

25 comentários em “Tempo para se aposentar: quanto falta para você?”

  1. Olá, Ana Barros
    Na verdade, era possível conquistar a aposentadoria por idade com 60 anos + 15 anos de contribuição antes de reforma da previdência, em 12/11/2019. Agora é preciso seguir pela regra de transição da idade, que para 2021 é preciso ter 61 anos + 15 anos de contribuição. Você pode entender tudo neste texto: https://koetzadvocacia.com.br/requisitos-para-a-aposentadoria-por-idade/

    Se desejar tirar outras dúvidas sobre o seu caso, você pode solicitar atendimento pelo número de WhatsApp (mensagem) 48 99133-2050 ou pelo endereço https://koetzadvocacia.com.br/entrar-em-contato-com-a-koetz-advocacia/

  2. Boa noite Dr. Eduardo
    Minha tia completou 60 anos no mês de abril do corrente ano e possui 14 anos e 10 meses de contribuição, é possível ela requerer a aposentadoria por idade ou ela precisa contribuir por mais 2 meses?

  3. Olá, Sílvio, essa é uma questão bem específica e precisa ser tratada diretamente com um advogado especialista, isso porque é preciso analisar o seu histórico de contribuições.

    Sempre indicamos buscar o auxílio de um advogado de sua preferência. E se acaso desejar tirar dúvidas sobre o seu caso concreto com nossa equipe jurídica, você pode solicitar atendimento pelo link: https://pages.koetzadvocacia.com.br/aposentadoria

  4. Olá, Ramon, não podemos afirmar que o INSS vai aprovar o seu pedido de aposentadoria, mas sim, o que você está fazendo é o correto, é preciso reunir provas que comprovem que você trabalhou exposto a agentes nocivos. Temos esse guia explicando com utilizar provas alternativas para aposentadoria especial. Além disso, se acaso desejar tirar mais dúvidas sobre o seu caso específico com nossa equipe jurídica, você pode acessar esse link: https://pages.koetzadvocacia.com.br/aposentadoria-especial

  5. Tenho 59 anos,segundo o INSS tenho 26 anos de contribuição.
    Sendo que trabalho como motorista de caminhão, com coleta de lixo desde 2008, exposto a agentes biológicos, ou seja lixo.
    Peguei os PPPs.de duas empresas que trabalhei,se eu arrumar laudos que comprove, que trabalhei e ainda trabalho,exposto a agentes biológico.
    Tem como eu pedir a minha aposentadoria?

  6. José Vieira dos Reis

    Olá eu fui encostado pêlo inss em 2008 por acidente voltei au trabalho em 20013 recebi uma carta de concessão auxilio acidente do artigo 29 agora em 20021 recebi 235 reais não tô recebendo auxílio e nem ú atrasados é assim mesmo?

  7. Bom dia, Trabalho desde 1992 com carteira assinada, de 2001 até a presente data sou funcionária pública concursada, mas desde 2007 tenho uma empresa que também contribuo, qual seria as chances de conseguir uma aposentadoria por tempo de contribuição juntando os dois?

  8. Gilvan Ventura Huttl

    Sou cadastrado no pis desde 1972, trabalho hoje com carteira assinada, mas destes anos tenho alguns anos sem a carteira assinada. Tenho também alguns carnês pagos como autônomo, mas com alguns sem estarem totalmente pagos. agora parei de pagar por ter arrumado um emprego com carteira assinada. como posso calcular quanto tempo ainda faltam para pedir minha aposentadoria, tenho 66 anos. É vantagem pedir por tempo de idade ou vejo primeiro quanto tempo faltam pata 35 anos.

  9. Gostaria de saber se já posso pedir minha apisentadoria tenho 51 anos de idade e 28 anos de contribuição dentro desses anos tirei beneficio de 4 anos por auxio doença e mais dois 2 anos e cinco meses de acidente de trabalho esses anos de afastamento va mim prejudicar pra mim aposentar.ou quanto tempo falta ñ entendo muito sobre isso.m

  10. Boa tarde,
    sou professora de alunos de escola infantil municipal, tenho 28 anos de contribuição,
    e 48 de idade, entrei com minha aposentadoria junto ao INSS e a mesma foi deferida, só que o salário foi reduzido 50%,
    gostaria de saber quanto tempo ainda terei que trabalhar para conseguir aposentadoria integral?

  11. Olá Doutor Eduardo
    Pelo o que li, poderia mesmo pagar os meses que faltaram ao longo dos anos?
    Comecei a trabalhar em 1983
    Mas houveram alguns meses que não contribuí
    como poderia fazer isto? Há Refis?
    Ou não?
    Posso contar c seu escritório para me ajudar?
    Obrigada
    Daisy Mascaro

  12. Olá, Ivan.
    Para saber se você tem direito, é necessário que nos passe mais informações. Você pode clicar aqui e responder o formulário, assim faremos uma análise do caso, depois de feita, enviaremos o resultado via e-mail.
    Abraços!

  13. Para ter direito à aposentadoria especial, preciso obter antes a aposentadoria proporcional pelo tempo que contribui para a previdência? Ou posso requerer diretamente a aposentadoria especial?

  14. Prezado
    Sou professor de da Escola de Aplicação da UFPA. Houve um período durante o qual a legislacao considerou o magisterio como uma atividade penosa, podendo a mesma ser contabilizada para a aposentadoria comum aplicando-se o ator 1,4. A corrente majoritária diz que isto terminou em 81. Mas existem aqueles que dizem que esta contagem do tempo como atividade penosa para o magisterio he possível ate 1990. Gostaria de saber se esta segunda corrente tem chances de prosperar, e qual o fundamento desta chance.
    Abracos
    Nelson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *