fbpx
A imagem mostra uma mulher sorrindo e utilizando o computador, e ilustra a publicação

Advogado especialista em aposentadoria especial, como escolher?

Escolher um advogado especialista em aposentadoria especial exige cuidados e atenção! Isso porque é importante ter certeza se aquele profissional é especialista em direito previdenciário, bem como se possui realmente experiência em aposentadoria especial. Portanto, eu vou te explicar, neste texto, como achar o advogado ideal para o seu caso e como saber se é um profissional confiável. Entenda!

E se você desejar atendimento com nossos especialistas, acesse nossa área de atendimento em 1 clique.

Advogado especialista em aposentadoria especial, como escolher?

Para escolher um advogado especialista em aposentadoria especial, você deve observar se:

  • O advogado que vai cuidar do seu caso é um especialista em direito previdenciário;
  • Você escolheu um advogado transmite confiança;
  • O escritório ou o advogado mantém você atualizado sobre os andamentos do seu processo junto ao INSS, ou na justiça.

Desse modo, observando esses três pontos, você vai conseguir um advogado mais preparado. Isso porque, pedir a aposentadoria é um momento muito importante e exige atenção. Sendo assim, a escolha do profissional para acompanhar esse processo é essencial. 

O texto continua após o vídeo.

Por que é importante buscar um especialista?

Nesse sentido, assim como procuramos um médico especialista para a dor que estamos tendo, também precisamos ter esse cuidado na hora de buscar um profissional para tratar dos assuntos jurídicos, ou seja, não pode chamar qualquer advogado para falar de sua aposentadoria. Buscar um advogado especialista em direito previdenciário traz segurança e experiência na resolução do seu problema. 

Além disso, esse advogado precisa prestar um atendimento de qualidade e ter empatia com a situação que você está vivendo e, assim, buscar a melhor solução. Portanto, esteja atento ao atendimento inicial daquele escritório que você está contratando!

Ademais, não é raro que as pessoas fiquem desinformadas em relação ao andamento do seu processo. Por isso, buscamos meios de sempre manter os clientes atualizados em relação a qualquer mudança.

Precisa de advogado para aposentadoria especial?

Você precisa de advogado para aposentadoria especial quando:

  • Deseja ter orientação sobre qual regra é a melhor para o seu caso;
  • Se deseja entender quais são os documentos corretos para comprovar tempo especial;
  • E, principalmente, se a sua aposentadoria for negada e precisar entrar com pedido judicial.

Assim, você pode pedir a sua aposentadoria direto no INSS sem advogado, bem como simular a aposentadoria por meio do portal do MEU INSS. No entanto, em alguns casos, é importante ter o acompanhamento de um especialista para aposentadoria especial por haver muitas negativas, uma vez que muitos segurados não apresentam os documentos corretos no pedido no INSS.

Sendo assim, ter um especialista cuidando da sua aposentadoria significa uma segurança em saber que seu pedido está correto e, se o INSS negar, o advogado vai estudar o motivo, corrigir o que for preciso

Se acaso desejar atendimento conosco, acesse nossa área de atendimento.

Qual é o advogado para aposentadoria especial?

O advogado responsável para a aposentadoria especial é o previdenciarista, ou seja, aquele especialista em Direito Previdenciário. Isso porque, o reconhecimento do tempo especial para a aposentadoria exige conhecimento sobre provas de atividade especial, prova de tempo especial, regras próprias para essa aposentadoria. 

Desse modo, esse profissional consegue conduzir o seu pedido conforme a lei.

O texto continua após o formulário.

Qual é o momento de buscar um advogado para aposentadoria especial?

O momento de buscar um advogado para aposentadoria especial pode ser:

  • Quando precisa de orientações sobre qual regra é a melhor para o seu caso;
  • Se precisa entender quais são os documentos certos para comprovar tempo e atividade especial;
  • E quando o pedido aposentadoria for negado e precisar entrar com pedido judicial.

Assim, nem todas as pessoas têm o cuidado de se programar em relação à aposentadoria. Sendo que após a reforma da previdência, diversos benefícios sofreram alterações e hoje é preciso verificar qual a melhor estratégia para se aposentar. 

Portanto, o ideal é que os segurados busquem um profissional para planejar a sua aposentadoria e analisar os documentos para comprovar o tempo especial, antes mesmo de entrar com o pedido junto ao INSS. Quanto antes regularizar documentos e provas, menos prejuízos você terá no momento de pedir o seu benefício. 

Ademais, um bom momento para buscar um profissional é quando você está próximo de completar 25 anos em atividade exposta aos agentes biológicos, físicos e químicos, em geral, nocivos à saúde. 

O texto continua após o vídeo.

Quanto cobra um advogado para dar entrada na aposentadoria especial?

O valor que um advogado cobra para dar entrada na aposentadoria especial pode variar, mas ele sempre vai observar os limites que são estabelecidos pela OAB. Ou seja, ele não deve cobrar valores abaixo da tabela definida pela OAB e nem superior ao valor que você irá receber, mas não existe uma regra definida, cada profissional determina o seu valor.

Como saber se o advogado é confiável para aposentadoria especial?

Para saber se o advogado é confiável é preciso:

  • Verificar se ele está inscrito na OAB;
  • Buscar provas do trabalho que ele desempenhou até então e, se é referência na área de atuação.

Atualmente, uma forma mais fácil de verificar essas informações é por meio do Google e das redes sociais. Você também pode pesquisar a OAB do advogado nos tribunais para verificar se existem processos de aposentadoria especial em que ele atua como advogado de fato.

Além disso, desconfie dos profissionais que garantam o resultado a qualquer custo. Isso porque não existe garantia 100% de que o INSS ou a justiça vão decidir de forma favorável. Não se engane! Aposentadoria especial é complexa e precisa de uma análise profunda e correta.

Assim, busque um profissional que te garanta atenção e dedicação em relação à sua aposentadoria. 

Quais etapas do pedido o advogado atende na aposentadoria especial?

As etapas do pedido que o advogado atende para sua aposentadoria são muitas, mas podemos dividir em três momentos:

  • A primeira delas é o atendimento inicial: é o momento em que o advogado vai colher todas as informações relevantes para garantir o seu direito e verificar toda documentação necessária para que sua aposentadoria não seja negada.
  • Depois, o advogado vai fazer o pedido no INSS, por meio de uma petição, onde vai detalhar as informações mais importantes e incluir os documentos exigidos pelo INSS.
  • Após, irá acompanhar todo o processo até o final pelo INSS, bem como a implantação do benefício.
  • Se o INSS negar o benefício, o profissional vai buscar reverter essa situação, seja por meio de recursos judiciais ou administrativos.

Se acaso desejar entender mais sobre como consulta a sua aposentadoria e a hora certa de chamar um advogado, entenda em nosso outro artigo. 

Quanto tempo demora um processo previdenciário?

A demora de um processo previdenciário depende se ele foi feito direto no INSS ou se foi negado e precisou pedir no judiciário. Assim, no administrativo varia entre 6 e 18 meses e o judicial varia entre 11 meses e 2 anos.

Portanto, cada tipo tem um tempo próprio. Você pode entender  quanto demora um processo previdenciário.

Quais os serviços que o advogado presta para aposentadoria especial?

Os serviços que o advogado presta para a aposentadoria especial são:

  • Análise do seu caso e identificação de qual regra você pode realmente usar;
  • Colaborar na coleta de provas;
  • Fazer análise de documentos para verificar se estão conforme as exigências do INSS;
  • Elaborar o texto para entrar com a ação do seu caso;
  • Além disso, ele vai acompanhar todo processo administrativo até o momento da implantação do benefício, fornecendo informações necessárias e esclarecendo suas dúvidas;
  • Acompanhamento e andamento do processo judicial, quando for necessário.

Isabella Almeida

Advogada, pós-graduanda em Direito Previdenciário pelo Instituto de Estudos Previdenciários (IEPREV) e mestranda em Direito pela Escola Superior Dom Hélder Câmara. (OAB 203.461)

Saiba mais

Compartilhar:

A imagem mostra uma jovem mulher com deficiência, em uma cadeira de rodas, sorrindo para a câmera e ilustra o texto: Direitos da pessoa com deficiência no INSS da Koetz Advocacia.
Anterior

Direitos da pessoa com deficiência no INSS

Próximo

Advogado para aposentadoria por invalidez: como ele pode ajudar?

A imagem mostra uma mulher sentada em uma cadeira de rodas, olhando para a câmera, e ilustra a publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.