Doenças da coluna podem aposentar?

Doenças da coluna podem aposentar?

26 de outubro de 2017 Acidente de Trabalho Aposentadoria Invalidez Auxílio Acidente Auxílio Doença 269

Os Auxílios Doença e Aposentadorias por Invalidez por Acidente de Trabalho também são concedidos em decorrência de Doenças Ocupacionais, entre elas as Dorsalgias (Dores nas costas) e as Doenças da Coluna, Lombalgia (dor na altura da lombar) e Cervicalgia (dor na altura cervical) são os quadros mais dolorosos da coluna vertebral e estão em segundo lugar entre as queixas de dor do homem adulto.

Preparamos ebooks específicos por profissões que mais nos procuram, escolha o seu:

AUXILIO DOENÇA DO ENFERMEIRO

AUXÍLIO DOENÇA DO PROFESSOR

AUXÍLIO DOENÇA DO MÉDICO

AUXÍLIO DOENÇA DO DENTISTA

AUXÍLIO DOENÇA OUTRAS PROFISSÕES

 

 

Mulher sendo massageada por médica nas costas enquanto monitor mostra raio-x da coluna. Imagem serve para ilustrar quais doenças da coluna podem aposentar.

Entre 65% e 80% da população mundial sofre de dores nas costas durante alguma fase da vida, mas não costuma ser incapacitada para o trabalho, sendo que mais da metade dos afetados tende se curar em até cinco dias.

Mas mesmo assim são comuns os casos de incapacitação por doença ocupacional, causada mais comumente pelo esforço físico excessivo ou a má postura, ou ambos. A dificuldade é que muitas vezes a dor é imensa, mas não há expressão física detectável por exames com facilidade, tendo em vista que a espinhal dorsal é uma complexa rede de ligamentos, nervos, músculos, tendões e ligamentos e que inclusive se comunica diretamente com as extremidades (braços, pernas, mãos e pés).

Em geral, as dores na coluna remontam esforços excessivos realizados de duas a seis semanas antes, tempo a que deve ser comprovada a causa laboral para a verificação do nexo causal.

Caracterização da Incapacidade para o Trabalho

A incapacidade para o trabalho deverá ser verificada pelo médico perito não apenas pelos exames médicos apresentados, mas também pela função e profissão do periciando e o tipo de queixa apresentada.

Em geral, as dorsalgias apresentam “crises” e “ápices” de dor, que incapacitam por poucos dias, mas em pouco tempo a pessoa está reabilitada. Entretanto, algumas doenças da coluna são mais duradouras ou até permanentes. Segue as principais:

Protusão discal – A protusão discal é a degeneração dos discos da coluna, que se localizam entre as vértebras (discos intervertebrais) se configura pelo fato de que o disco não rompe o anel fibroso.

Hérnia de Disco – É o rompimento e a “abertura” de um disco intervertebral, que permite o “vazamento” de massa discal para o canal da medula.

Osteofitose (Bico de Papagaio) – Trata-se do crescimento do osso entre as vértebras onde o disco intervertebral está desgastado e não funciona mais como amortecedor, gerando contato entre os ossos. Nos exames, a ponta que surge entre as vértebras aparenta um bico de papagaio.

Discopatia Degenerativa – São tipos de doenças que atingem o disco intervertebral.

 

Quando as doenças da coluna podem aposentar ou gerar auxílio doença?

A doença pode surgir muitos anos antes da existência de qualquer tipo de incapacidade, sendo que pode nunca vir a se manifestar.

A Data de Início da Incapacidade deve ser fixada na data que a dor se expressa e fica insuportável manter as atividades laborais, geralmente vem acompanhada de atendimento médico, pois a aplicação de fortes analgésicos é uma exigência.

A continuidade da incapacidade laboral deve ser comprovada por exames médicos, sendo que em alguns casos é possível comprovar a incapacidade com um Raio X, como no caso do bico de papagaio, mas em outras é exigível uma tomografia ou Ressonância Magnética.

É possível a confirmação da doença mas a inexistência de incapacidade, o que acaba sendo definido por um exame mais completo em relação a condição do paciente e sua atividade profissional.

Profissões e atividades econômicas mais expostas e que há NTEP

Em geral as doenças da coluna se associam ao natural envelhecimento humano, mas há profissões que causam e aceleram a doença, de acordo com o NTEP, são profissões mais comuns causadores de afastamento do trabalho por doenças da coluna os trabalhadores da agricultura, da pesca e da pecuária, extração de carvão, petróleo, gás e minérios. Também os trabalhadores na fabricação de leite e seus derivados, produtos derivados do arroz, trigo, milho, celulose, açúcar, algodão, lã, tecidos, roupas íntimas, roupas e calçados em geral.

A construção civil, assim como a produção de casas pré-fabricadas em madeira e móveis. Fabricação de produtos químicos, pneus, pneumáticos, artefatos de borracha, plásticos, vidro, metais, aços, autopeças e metalurgia em geral, cimento e concreto, cerâmica e tijolos são causas de lombalgias diversas.

A coleta de lixo, baterias, entulho também é causa comprovada de lombalgia, assim como a colocação de asfalto, obras de esgoto, barragens, redes de gás e oleodutos, demolições, drenagem, e até mesmo a colocação de letreiros e luminosos.

O comércio atacadista de produtos pesados é causa comum de dorsalgias e possui NTEP.

A atividade de motorista de ônibus, caminhão, escolares, moto, taxi, estacionamento de veículos e todas as demais também tem NTEP, assim como os marítimos e capitães de navios de carga ou passageiros.

No Varejo, há NTEP em Bancos, Correios, Hospitais, Organizações Sindicais, Restaurantes, Administração Pública em geral (área administrativa) e Polícias e outras atividades da área administrativa.

Banner para clicar e fazer download do Guia Passo a Passo para o auxílio doença

Tratamento, duração mínima razoável e cura

Em geral as dorsalgias não têm cura, mas possuem um tratamento para aliviar a dor e afastar a incapacidade, com períodos de ataque e outros de remissão da dor.

Mesmo em casos de tratamento cirúrgico não há a cura completa da doença.

É possível afirma que após ultrapassar o ponto de gerar incapacidade laboral por um determinado período, a incapacidade sempre será permanente e após acontecer as crises, há que se afastar o trabalhador de atividades que exijam esforços físicos excessivos e até moderados, sendo uma irresponsabilidade exigir o retorno as atividades que possuem NTEP pois, certamente irá acarretar em uma rápida degeneração da coluna.

Sendo sempre permanente, o que irá variar é a intensidade dessa incapacidade, podendo incapacitar totalmente ou minimamente o paciente. Inclusive sendo forçoso reconhecer que na imensa maioria dos casos é preciso reconhecer que há incapacidade parcial, para que o paciente não retorne à atividade profissional anterior se esta exigir esforço físico excessivo.

 

Banner das nossas regras de uso de conteúdo. Clique nele e saiba como ter permissão para utilizar nosso texto em seu site ou blog.

 

Professor e Advogado Especialista em Direito Previdenciário, Direito Tributário e Direito do Trabalho, com aprofundamento em Direitos Sociais Internacionais, atuante no Instituto Ibijus e na Verbo Jurídico.

Especialista em Marketing Jurídico Digital e Gestão de Escritórios de Advocacia. Fundador da Koetz Advocacia e CEO da ADVBOX.  Além de Articulista e Autor em vários sítes jurídicos e no Portal da Transformação Digital.

 

269 comentários

  1. SIMONE FARIAS disse:

    Bom dia Dr.
    Fiz uma cirurgia de escoliose (artrodese na coluna torácica e cervical, com 23 parafusos e 2 hastes) há três meses, não fiquei pelo afastada pelo INSS, e agora voltei ao trabalho mas não tenho condições físicas para ir ao trabalho de ônibus e ficar o dia todo no serviço. Sinto muitas dores. Tenho direito a algum beneficio do INSS? Aposentadoria por invalidez?

  2. Corina disse:

    Bom dia, me chamo Corina tenho 34 anos, trabalho como segurança de um supermercado fico em pé por 5 a 6 hrs direto sem poder sentar, vivo me escorando nos lugares, por causa das fortes dores q sinto na coluna, principalmente na lombar e cervical, já fiquei travada várias vezes, após um exame de ressonância meu médico constatou q tenho 5 pré hérnia de disco, 1 na cervical e as outras 4 na lombar, sendo q 2 estão praticamente para estourar q estão na l1 e s5, ele disse q caso isso aconteca irei operar e tbm tenho escoliose, E forte dores entre os dedos da mão esquerda, fora q em outras partes do corpo tbm sinto dor, será q com esses sintomas o inss me afasta

  3. Débora disse:

    Bom dia, eu estou pelo o INSS tive que operar meu joelho por dias vezes por causa disso não tenho mais firmeza na perna e Caio toda hora devido as quedas tive duas hérnia de disco também tive que operar mas eu vivo a base de remédio por que as dores não param e o médico que operou meu joelho ele me incapacitou para o trabalho tanto o médico que operou quanto a neura também mas o INSS disse que eu posso trabalhar mas com algumas limitações eu não posso andar muito não posso ficar muito tempo em pé não posso me agachar e não posso Ficar muito tempo sentada e só posso pegar até cinco kilos de peso com isso eu tenho o direito de aposentadoria por invalidez?

  4. olá doutor
    Tenho 18 anos e comecei a trabalhar com os 12 anos, desde os 12 anos sinto dores na coluna pois pegava bastante peso e a dor aumentou cada vez mais, cheguei a ser expulso de uns 4 empregos por invalidez, nunca trabalhei fixado pois quem vai querê contrata alguém doente ? tbm tive q para o ensino médio por problemas de saúde voltarei esse ano no programa SEEJA, tenho Hérnia de disco e bico de papagaio qualquer esforço minha coluna travar, ontem msm fui no teste de emprego assim q cheguei em casa a coluna travoo e nao sentir uma perna por uns 30 minutos (sim, fiquei apavorado)…. vir que agora só pode se aposentar com 70 e poucos anos e queria saber oq devo fazer pois me sinto inútil a coluna só trava queria trabalhar mais nao aguento, queria saber se posso me aposenta pq parece ser oq resta minha mãe tbm sente as msm dores ela pode se aposenta ?
    (Dscp os erros de português)

  5. Boa tarde Dr meu médico pediu outra resonancia eu fiz e peguei o resultado deu espondilose lombar e já te mpo que estou com muita dor quadriu e nas pernas como já falei para o senhor trabalho de motorista e agora ele me afastou do meu serviço e já agendei uma perícia médica no INSS vou levar a resonancia a tomografia o laudo que meu médico fez as receitas dos medicamentos então gostaria de saber se estão corretas esses documentos para eu levar no dia da perícia? Grato Maykon!

  6. Marcio disse:

    Bom dia

    tenho osteogenese imperfeita( osso de vidro), tenho sete vertebras fraturadas, tive algumas convulsoes e tomo remédio, não consigo trabalhar muito tempo sentado e nem em ´pé se ficar muito tempo parado.

    tenho em media 24 anos de trabalho

    consigo me aposentar nesse caso.

  7. Maria Cristina disse:

    olá
    sofro com dores nas costas já fazem 11 anos, hj tenho 28 anos e minhas dores estão cada vez mais intensas, fiz o raio x q acusou pinçamento discal L5s1, fazem 3 meses q sai do meu ultimo emprego já tbm devido a dores. Gostaria de saber se com esse diagnostico consigo auxilio doença, por que para mim esta dificil conseguir continuar trabalhando, tenho muita dor de toda forma e com tudo o que faço, já tomei remedios fortissimos e varias injessões.
    obrigado!

  8. Selma medeiros disse:

    Dr… meu nome correto SELMA MEDEIROS LOUREIRO..
    Desculpe-me

  9. Semana medeiros disse:

    Boa noite,
    Gostaria de saber se tenho direito ao auxílio doença? Tenho L2 L3 -protrusao discal.
    L4 L5 e L5-S1Abaulamento discal posterior difuso. Entre outros problemas….
    Fui desligada da empresa 02/2015
    Tenho direito sobre auxílio?? Por favor…espero resposta…

  10. Olá meu nome é maykon trabalho com caminhão na transportadora que trabalho eu tenho que descarregar o caminhão e carregar o caminhão que viajo e tenho duas hérnias de disco trabalho na transportadora 15 meses tenho todos os laudos que comprovam meu problema de coluna gostaria de saber se tenho o direito de auxílio doença tem dia que não aguento de tanta dor tomo remédios fortes para aliviar a dor?

  11. Olá, Angélica.
    Eles podem te demitir. E se você não tiver carência (12 meses de contribuição) não vai conseguir o beneficio.

  12. Danilo da Silva Barbosa disse:

    Boa noite sou Danilo tenho 25 anos. Há 4 anos passei por uma cirurgia na coluna cervical onde me colocaram 5 parafusos e 2 hastes, porque tinha um cisto no canal da minha coluna fazendo que eu perdesse o movimento do meu braço esquerdo. A partir da vieram outros problemas como escoliose, 5 hérnias de disco e espinha bífida. Atualmente mal consigo trabalhar sou carteiro e recentemente, fui fazer uma nova percorrida e as ruas eram bem inclinadas tanto na subida como na descida, daí em diante minhas dores que já eram fortíssimas ficaram insuportáveis. Queria saber se tenho direito a aposentadoria por invalidez permanente?
    Desde já agradeço por abrirem este espaço pra que nós tirassemos nossas dúvidas.

    • Olá, Danilo.
      Você deve agendar uma perícia no INSS. Lá o perito vai constatar qual o benefício adequado para as suas condições.
      Leve todos os seus laudos médicos que comprovem sua doença.

  13. Fatima disse:

    Boa tarde, Dr.!
    Tenho uma miopia muito forte (20 graus). Fui reprovada no exame de renovação da CNH, mesmo usando lente de contato. No serviço, tenho muitas dificuldades diárias, pois trabalho como secretária e por ficar o dia todo em frente ao computador, tenho fortes dores de cabeça. Além das dificuldades em participar de reuniões, que utilizam projeções. Uma amiga me comentou que eu poderia solicitar aposentadoria por invalidez. Procede, mesmo eu não sendo cega, mas com esse grau tão alto?

  14. Miranda disse:

    Olá, eu tenho 20 anos atualmente, sofre com dores na coluna desde pequeno. Quando fui ao médico pela primeira vez, foi detectado um desvio chamado escoliose; com isso, não pude trabalhar. Tentei algumas vezes trabalhar como autonomo, mesmo sem fazer muito esforço, sinto fortes dores, que as vezes me incapacitam de fazer qualquer coisa. Eu gostaria de saber se eu poderia me aposentar? Mesmo sem tempo de contribuição…

  15. Renaldo Moura disse:

    Bom dia,
    Eduardo, primeiramente quero parabeniza-lo pelas informações a quais foram úteis. Entretanto, gostaria de lhe fazer uma pergunta.

    Eu tenho sofrido constantemente dores na coluna lombar, Sou funcionário público com função de pedreiro. Fui submetido a uma tomografia computadorizada, e foi diagnosticada uma Protrusão Discal Difusa. Com laudo em mãos solicetei ao RH readaptação, uma vez que perdi parcialmente a capacidade laborativas.

    Após a análise do processo, a procuradoria do município solicitou que eu fosse submetido a uma perícia por uma junta médica, a qual foi realizada. No entanto os médicos que avaliaram-me são clínico gerais. A pergunta é a seguinte; isso é razoável, clínicos gerais realizar perícias? Só complementando, não tenho Aida o resultado, estou a ida guardando.
    Abraços e muito obrigado!

  16. Francisco Vieira disse:

    Olá, bom dia!

    Tenho 49 anos e completarei 50 em agosto/17, tenho 34 anos de contribuição ao INSS, completarei em setembro/17 35 anos, se a Reforma da Previdência for aprovada pela regra proposta só poderei me aposentar com 55 anos e 40 de contribuição, pergunto isso caracteriza expectativa de direito?, eu posso recorrer a justiça para solicitar minha aposentadoria?.

    Obrigado e bom trabalho.

    • Olá, Francisco.
      Não há como saber o que realmente vai mudar na Reforma, pois são muitas propostas.
      Aconselhamos que assim que tiver o tempo necessário, você entre com o pedido de aposentadoria.

  17. Maribel disse:

    Boa tarde!
    Sou merendeira faço mt esforço levanto bastante peso.
    Fiz uma ressonancia tenho discopatia degenerativa rmL4L5 com alteracoes reacionais nos planaltos vertebrais acompanhada de protusao discsl difusa com pequeno componente discal mediano levemente extruso.
    Leve degeneracao o disco intervertebral L5S1 onde tem protusao discal paramediana direita.
    Fui encaminhada para pericia pedindo delimitaçao de funcao.
    Tenho direito?
    Sera q consigo?
    Grata.

  18. Bruna disse:

    Boa tarde
    Dr estou com uma cirurgia agendada pro dia 15/05 da coluna cervical, tenho protusao disco-osteofitaria paracentral direita c3-c4 que determina compreensão sobre a face central do saco rural. Tenho perícia dia 05/05, tem chance de negarem a perícia antes da cirurgia?
    Att
    Bruna

  19. Leonardo disse:

    bom dia eu já 6 anos de carteira assinada mais no momento estou 4 meses na empresa fico um incidente que me causou uma hérnia de disco crônica e cervical dei entrada no INSS vou na perícia tenho somente raio x e termografia cd laudos e receituário de fisioterapia tenho que fazer 10 sessões pelo sisreg não saiu ainda será que consigo receber o auxílio doença.

  20. Fiz três cirurgia coluna lombar e cervical fiquei um ano e sete afastado faz nove meses que voltei tem seis meses que continuo com dor coluna e pernas minha empresa não me deu a cat o que tenho que fazer para mudar de auxílio doença pra do trabalho

  21. Evandro disse:

    Bom dia sofro a anos com problema na coluna n aguento ficar muito tempo em pé a coluna está muito envergada . Mas n trabalho registrado por conta disso vivo de bico. Oque eu faço pra me aposentar??

    • Olá, Evandro.
      Se você não contribui para o INSS, infelizmente será difícil de obter um benefício.
      Se você comprovar doença grave e incapacidade permanente, terá direito a aposentadoria por invalidez, para saber mais, clique aqui.

  22. Edinilda disse:

    Olá, trabalhei 6 anos em um hospital como copeira (terceirizada) e durante esse anos de trabalho fiz minhas tarefas sem as ferramentas necessárias e assim fiquei com espondilose na coluna e lesões nos tendões (ombros) e com pterígio (já fiz uma cirurgia há 1 ano para a retirada mas voltou novamente) , e em alguns meses irei fazer uma cirurgia no ombro e fui demitida, gostaria de saber o que eu poderia fazer sobre isso. Desde já obrigada.

  23. Fabiana Soares disse:

    Olá, sou servidora pública municipal na função de Merendeira,e a tempo venho com problemas de dores na coluna, em 2015 fui diagnosticada com desvio do eixo lombar para esquerda e corpos vertebrais com os teóricos marginais incipientes e a cada dia mais dores, tenho direito a uma readaptação?

  24. Josias disse:

    Boa noite, me chamo Josias Ferreira, tenho 62 anos, em 1 de junho de 2017 faço 63 anos, trabalho desde os 15 anos como pintor em construção Civil, tenho 20 anos conprovados em carteira na função como pintor, e faz 3 anos que fiquei desempregado e fiz um CNPJ mei como pintor, para poder contribuir para o inss e ter meu direito assegurado na hora da aposentadoria, porém sempre tive muitas dores na coluna, agora acredito pelo esforço repetitivo e a idade avançada não estou conseguindo mais fazer nenhum bico , tomo diariamente analgésicos e antiflamatorios é relaxantes muscular, no entanto as dores não passam, estou com uma consulta marcada no sus, e vou pedir um atestado médico que comprove a incapacidade de voltar ao trabalho, porém Fui em outra oportunidade ao médico e no raio x feito o médico falou que essas dores ocasionadas por esforço repetitivo na coluna não mostrava no raio x, mesmo que eu faça novamente o exame e não mostre lesão na coluna, o INSS pode negar meu auxílio doença?
    Ou o laudo médico já é necessário? Estou muito aflito, pois na minha casa a única renda que temos é a minha e infelizmente não estou conseguindo mais trabalhar.

    Obrigada
    Att

  25. Douglas disse:

    Olá boa noite sou gerente numa Empresa ganho comissão Pelo loja. Estou com ernia d disco nervo inflamado peguei 15 dias atestado e médico deu mais 15 comecei fisioterapia. Não consigo ficar em pé médico falo só repouso sem prazo q devo fazer? Dr

  26. Claudia disse:

    Dr Boa noite…minha história que sofri acidente fraturei minha coluna L11 L12 ..mais não consigo mais meus serviço de casa limpa a casa sinto muitas dor… agora começei paga INSS depois que eu paga 12 mês de contribuição eu tenho direito beneficio

    • Olá, Claudia.
      Como você começou a pagar o INSS somente depois da doença, o INSS entende que você só está pagando porque ficou doente. Neste caso, você não terá direito. A menos que comprove que a doença piorou depois que você começou a pagar. Para isso é necessário exames que comprovem o aumento da doença após os primeiros pagamentos do INSS.

  27. Shirley Pereira disse:

    Olá ,
    Gostaria de saber se tenho direito a aposentadoria ou afastamento das minhas atividades sou funcionaria publica municipal, trabalho com limpeza de uma creche, e desde dezembro de 2015 estou com dor na coluna, já fiz 2 ressonância da coluna e foi constato que tenho Leve discopatia degenerativa difusa e Hérnia discal póstero-mediana em C5-C6, comprimindo a face ventral do saco dural e da medula. Já fiquei afastada do meu serviço , porem estou há um mês com dor na coluna, tentando resolver com medicamentos mas de nada esta adiantando, estou trabalhando e a cada dia doi mais. Não sei mais o que fazer.

  28. marcelo gomes disse:

    Machuquei a coluna carregando grade no posto em que trabalho dei um atestado de 15 dias depois de 10 dias fui mandado embora to com 5 meses com dor na lombar começei fisioterapia tem um mes mais vou ter que fazer uma pericia que risco tenho da pericia dizer q nao tenho nda…mais consultei foi constatado mais o juiz pediu pericia

    • Olá, Marcelo.
      Seu benefício pode ser negado, pois o INSS pode alegar que vocÊ está apto ao trabalho mesmo com os laudos médicos dizendo que não. Caso isso venha acontecer, aconselhamos que entre com uma ação judicial.

      Abraços!

  29. Fernanda disse:

    Bom dia! Em outubro de 2016 descobri uma hérnia de disco e bico de papagaio na região l5/s1. Após fazer exames e passar pelo médico da empresa no qual que diagnosticou com a doença, fui demitida logo no mês seguinte. 4 meses depois arrumei outro trabalho, e agora não consigo conviver com a dor que a cada dia agrava mais, já tentei todos os remédios, injeções e terapias. O que devo fazer!?

  30. isabela lima disse:

    ola doutor minha mae tem discopatia degenerativa e tem alteracoes degenerativa no plato vertebral na l4 na l5 e esta esperando pra fazer um exame de eletro neuro miografia e esta esperando cirurgia da coluna e esta recebendo pelo INSS a 2 anos podem cortarem ela sim ou nao?

  31. Genivaldo disse:

    Oi, boa noite! Estavo de licença médica durante dez (10) anos pela previdência, e a previdência indefiu o meu Benefício, e retornei para a empresa e ela mim demitil. E eu não dei a minha carteira para fazer a homologação, eu fiz certo doutor.

  32. Estervania disse:

    Tenho escoliose, informei a empresa , no mês seguinte eles me deram férias e quando voltei das férias me colocaram de aviso , e estou marcando a minha cirurgia da coluna , eles estão corretos me demitindo ?

  33. Bruna disse:

    Boa noite
    Tive que desmarcar uma perícia q tava agendada pro dia 31/03, q meu médico está de férias e meus exames não ficaram prontos até essa data. Minha dúvida é a seguinte: quantos dias eu tenho pra fazer uma nova marcação de perícia?
    Abraços
    Bruna

  34. Solange disse:

    Boa noite
    Dr tenho discopatia degenerativa na coluna cervical, essa doença da direito ao auxilio doença?
    Att
    Solange

  35. Olá, Zildo.

    Se você era descontado o INSS e a empresa não recolhia, no seu caso, a empresa é obrigada a regularizar. Para isso terá que entrar com uma ação judicial para que a empresa regularize os períodos não recolhidos.

  36. Elida Oliveira disse:

    Olá dr Luiz, sou concursada da seduc como servente a oito anos, ano passado depois de algumas crises de dores na coluna eu descobri que tenho protrusao discal na lombar e na cervical gostaria de saber se tenho direito a reabilitação, pois sinto muitas dores faço fisioterapia mas só melhora um pouco depois volta, e o médico me disse que por causa da função.
    Obrigada!

  37. Olá, Adilson.

    Para saber se possui direito a reintegração, é necessário fazer uma análise específica do seu caso, se você quiser, podemos fazer. Você pode clicar aqui e responder o formulário, depois de feita, enviaremos para o seu e-mail o resultado da análise.

    Abraços!

  38. Olá, Alisson.

    Nesse caso você deve ingressar com ação judicial.

  39. Juliana disse:

    Olá boa tarde.
    Estou gestante e tenho discopatia degenerativa dês de 2013 . Sempre senti dores na coluna ,porém com a gestação as dores são constantes não posso tomar medicamentos a não ser se for pra um hospital e ser medicada lá . Muitas dores e queimação na coluna estou de 7 meses minha médica disse q só vai piorar , me afastou até o fim dá gestação trabalho em um call Center . Contribuiu com o INSS dês de 2010 . E estou com medo de não conseguir pegar o auxílio doença .
    Qual a opinião de vocês vou conseguir já peguei um laudo com ela vou pegar outro com o ortopedista e minha perícia é agora dia 14/03

  40. Solange disse:

    Boa noite Dr
    Tenho protusao discal na cervical e na lombar e quando eu entrei na empresa que trabalho em 2010 não tinha nada disso, como no exame admissional que fiz pra entrar la consta que estava apta a trabalhar. Desde 2010 trabalho com peso e movimentos repetitivos, e por conta disso sinto dores terríveis que só passa com injeções. Pode se considerar “doença do trabalho”?
    Att

  41. Sonia disse:

    Estou com problema de protrusão discal e um provável cisto epidérmico isso pode me dar o benefício do INSS?

  42. Fabricia disse:

    Boa Tarde Eduardo !
    Sou professora de educação infantil, e desde o ano passado estou com muitas dores na coluna lombar ( lombalgia, 2 hernias de disco, discopatia degenerativa, cervicalgia e as dores estão radiando para o meu braço esquerdo e fico sem movimento na mão
    Desde Julho de 2016 venho fazendo fisioterapia, e fazendo uso de remédios, mas não estou vendo melhoras. Acabei de fazer 20 sessões de fisioterapia no mês de fevereiro, mas não houve melhoras. O médico me passou mas 10 sessões de fisio, e disse que não pode me afastar por ir cirurgião ortopédico e como não fiz cirurgia ainda, não teria como…..disse que deveria passar no médico do trabalho para que ele possa me avaliar. Só que a empresa disse que quem afasta é o meu medico.
    Eu não sei o que faço, pois não estou conseguindo trabalhar por conta de muita dor. Tive uma crise forte e fiquei de atestado por 5 dias ( médico do pronto socorro)
    O que devo fazer ?
    Tenho direito ao auxilio doença ?
    Estou na empresa à 1 ano.
    Obrigada pela atenção.

  43. SIDNEI ALVES DE OLIVEIRA disse:

    Olá dr Luiz eu sofri um acidente dia 3 de agosto de 2016 fraturei bacia punho esquerdo e a mão direita quando voltei a andar eu estava sentindo muita dor na coluna depois foi radiando para a perna esquerda até não consegui ficar em pe por muito tempo e não consegui ficar sentado só deitado mesmo assim sentido dor tomei muito remédio mas não para a dor consultei com especialistas em coluna ele me pediu uma ressonância magnética e mostrou que tenho ernia de disco o que está me atrapalhando se locomover e fica sentado ele falou que vou ter que fazer cirurgia para melhorar e eu tenho artrite reumatóide que dificulta mais ainda eu no momento estou afastado só que eles ficam me dando só três a quatro meses será que consigo um tempo maior para ficar afastado eu trabalho de pedreiro e agora estou com muita dificuldade para trabalhar não consigo pegar mais peso e não consigo abaixar

  44. Olá, Taina.

    Você deve entrar com pedido de auxilio doença.

  45. luiza hupalo disse:

    Boa tarde Eduardo Koetz. Estou aposentada desde 2011 aposentadoria invalides acidente do trabalho, passei 2 vezes pela reabilitação no INSS, depois me aposentarão . Tenho 58 anos vão me chamar para pericia? agradeço.

  46. Rozangelagonzaga disse:

    Boa noite Eduardo koetz eu fiz pedido de prorrogação tenho direito de receber o mês que vem o só depois da perícia

  47. Paulo disse:

    Boa noite , adquiri discopatia leve em l5 s1 e artrose facetaria esquerda no meu trabalho , passo por várias perícias e não resolvo pois sou da marinha aí meus caso é diferente tô a meses assim é estão enrolando meu tratamento , gostaria de alguma orientação e qual cuidados tomar para não agravar meu caso pois já sinto muitas dores e meu lado direito está todo sem. Força e minha perna direita vive enchada do joelho até o pé e se esse tipo de doença é muito grave ?

  48. Boa tarde meu nome é Edineide Eu fiz perícia médica junto ao inss dia 03/02/2017 o médico perito liberou para o trabalho sendo que o meu médico que está tratando do meu caso desde 01/07/2016 no dia 02/02/2017 mim deu um laudo médico e um atestado de noventa dias sendo que a conclusão do laudo médico é a seguinte# paciente persistente incapaz de exercer as suas capacidades laboratoriais: # pelo supracitado recomendo concessão de benefício assistencial pelo o inss . eu tô sentindo muitas dores na Costa muitas vezes não consigo segurar nem o celular na mão eu não consigo ficar muito tempo sentada nem em pé nem deitada e eu mandei o laudo médico com atestado para a empresa e ela não aceitou disse que vai mim convocar para o trabalho se eu não for vou ficar com falta o que devo fazer

  49. ELTA Rodrigues disse:

    Ola Boa tarde.
    Fiz a perícia dia 26-01-17 o médico perito liberou para voltar ao trabalho. Mas o medico do trabalho nao liberou ele disse que eu teria que voltar para o inss. o meu médico ortopedista me passou outro atentado de 15 dias.
    Portanto não pode ser marcada outra pericia antes do prazo de 30 dias a partir da data da primeira perícia a empresa me informou que nao poderá fazer mais nada porque continuo afastada esta marcada uma cirurgia em 18 dias no inss disseram para entrar com recurso mas isso demoraria mais de 6 meses o que fazer neste caso?.

    • Olá, Elta.
      Infelizmente não tem o que fazer, você deve entrar com recurso ou ação judicial, pois a empresa não irá deixar você retornar ao trabalho até que apresente o papel de capacidade para exercer a sua atividade.

      Abraços!

  50. Rozangelagonzaga disse:

    Bom dia. Eduardo koetz .gostaria de saber com quantos meses a pessoa operada de escoliose pode vouta a trabalhar

  51. Iolanda disse:

    Olá.boa noite
    Queria tirar uma dúvida. Estou pagando aviso mais descobrir que estou com desvio no eixo lombar direito e na parte torácica direita e sou operadora de caixa e queria saber se fico de benefício e sou admitida novamente? Ou o que é o certo.?

  52. Rozangelagonzaga disse:

    Boa tarde gostaria de saber meu benefícios vai encerra no dia 28de fevereiro de2017 e ainda não mim encontro em capacidade de trabalhar gostaria de Saber a data certa em que posso pedir prorrogação tô com fuza por esse mês ter só vinte oito dias

  53. everaldo disse:

    Olá sou aposentado por invalidez por acidente de trabalho desde 12/2001 depois de ter passado por inumeras pericias, trabalhei como digitador em uma unica empresa estatal desde 06/1980 e passei em média 18 recebendo auxilio doença antes de me aposentarem, portanto gostaria de saber haverá convocação para pericia depois de todos este anos

  54. Boa noite
    Tenho 38 anos e estou com desgaste na coluna,hernia e bico de papagaio estou fazendo tratamento,pois perdi a força na perna esquerda e está em formigada.Meu ultimo emprego trabalhei por 5 anos e engravidei,mas por motivo de ganhar peso e trabalhar em pé comecei a ter dor na coluna.Minha médica me afastou por auxilio doença até eu ganhar neném.Porém faz cinco anos que não tenho registro em carteira não sei o que fazer,pois tinha intenção em voltar trabalhar esse ano.Estive olhando minha carteira de trabalho e tenho 15anos de registro no total será que consigo aposentar?Obrigada

  55. ELTA Rodrigues disse:

    Olá Boa tarde Eduardo koetz.
    Vou fazer a perícia dia 26/01/2017 nao estou trabalhando pois o d.p da empresa me comunicou que eu poderia esperar o dia da perícia se caso eu nao estiver aguentando.
    Estou desde o dia 17/11/2016 parada esperando a perícia.
    Quem faz o meu pagamento???

  56. Queila disse:

    Na verdade me demitiu tem 3 dias mas meu médico me afasto por que ele nao concorda eu estou em tramento posso pega meu acerto ja que me demitiu posso leva minha carteira pra assina para mim sair ele acertarao com migo antes do meu médico me afasta posso pega o dinheiro meu medico ante mandou um laudo para empresa me encaminha para a mesica da empresa me muda de função a medica mudou depois de reais meses na empresa me mandarao Eu passar por outro médico disse que era mudança de função de novo fui so que era outro médico aí ele colocou que estou apta so que ele usarão esse ixame para me manda embora da empresa nao deixando eu fazer o enxame para sair eu queria passar pela médica que tem meu laudo nao o médico que não sabe o que eu tenho eles podem fazer isso

  57. Queila disse:

    Trabalho na empresa a 4 anos não tinha essas dores após paga muito peso 35 kg por dia fiz uma ressonância que acusou desgaste na parte da coluna espondilodiscoartrose nao aguento pega pedi nao abaixo mais eles podem me demiti

  58. Maurilia disse:

    Oi tudo bem ?? Perdi a sensibilidade de umas das mãos , gostaria de saber se posso me afastar do trabalho ( sou empregada doméstica )

  59. ELTA Rodrigues disse:

    Ola boa tarde.
    Sou a elta lhe enviei uma pergunta dia28 de novembro.
    Queria ter a certeza de seria necessário perícia.
    Fiz uma rm… E a impressão( resultado) discopatia degenerativa em l4-l5 e l5-s1.
    Me ligaram do trabalho e me disseram p ir fazer perícia prq tem mais de 15 dias o atestado.
    E vence dia 28 sendo q 29 volto ao trabalho.

  60. carlos disse:

    Me ajuda por favor …

  61. carlos disse:

    Eu tenho 25 anos eu consigo se aposentar o perito do inss botou no ofício varias coisas eu nao posso fazer e a empresa mandou de voltar po inss que eu nao tem condições de trabalho nao a feta a minha doença que e cid
    m545

    • Prof. Girafales disse:

      Não dá pra se aposentar, porque sua incapacidade é intelectual, primeiro tem que aprender a escrever, urgentemente!

  62. carlos disse:

    Eu estava desde de 2012 em auxílio doença e me colocaram em reabilitação profissional com cid m545 ai fiz o curso de porteiro vigia ai passei no curso ai o perito me liberou pra trabalhar em outra função .mas o perito mindeu um oficio dizendo que eu nao posso pegar pesso mas de 10k e nao subir escada com frequência e nao fica andando muito ai o medico da empresa nao me aceito e mandou eu voltar po inss sem condições de trabalho tem comoeu entra na justiça federal obrigando me aposentar pode em o inss me liberou no dia12/12/2016 me ajuda …

  63. Rozangela disse:

    Bom dia gostaria de saber fiz uma cirurgia de escoliose foi afastada três mês aínda vou fazer perícia foi colocado na minha coluna vinte três parafusos é três rastres têm más não ficou sem pucento vou pode trabalhar novamente dê serviço gerais pois pego peso

  64. Olá, Sueli.

    Quando foi que fez sua última contribuição?

  65. Paula disse:

    Olá boa noite.
    Dr.Eduardo estou com uma hérnia L5 S1 ela é mt grande não entendo direito mas pelo q entendi me parece que rompeu o anel do disco e o líquido está comprimindo o ciático contra a parede do músculo e perdi a sensibilidade da polpa das nadegas descendo pra coxa panturrilha e planta dos pés e a cada dia minha perna fica mais pesada e não consigo ficar mto tempo d pé pois meu pé fica cada vez mas dormente e sinto uma dor horrível estava em tratamento fiz uma aplicação na coluna fisioterapia mas não obtive melhora meu médico pediu 3 meses afastamento o INSS só aprovou 2 meses voltei no meu ortopedista e ele me disse q não havia o que fazer mais teria q fazer uma cirurgia e me deu uma carta solicitando 6 meses e me encaminhou para um neuro q qeria me operar de imediato por que disse q meu nervo está secando mas tinha uma cirurgia da vesícula no dia seguinte optei pela vesícula pois a recuperação é bem mais rápida vou voltar agora dia 20 para marcar a cirurgia da coluna hj tive a perícia referente aos 6 meses solicitado pelo meu médico porém a médica nem leu a carta e disse que o INSS não me daria o auxilio me deu só os 30 dias pela cirurgia da vesícula estou desesperada pois dependo desse dinheiro pra comprar meus medicamentos e para pagar o plano de saúde pois sem o plano não conseguirei operar o que faço…desde já muitíssimo obrigado.

  66. Paulo Roberto disse:

    Pode o Perito do INSS mudar o código do benefício de B91 (Auxílio acidentário) para B31( Auxílio doença)?
    Se o próprio perito atestou como acidentário, como pode no meio dos afastamentos alterar?
    Como o que é acidentário deixa de ser?
    O perito concedeu o afastamento e alterou de código 91 para código 31 e na outra perícia não concedeu mais, nem 91, nem 31.
    Qual a medida a ser tomada nesse caso?
    A legislação não diz que a partir do momento que cessa o artigo 91 o segurado tem direito a 50% do salário?
    Devo entrar com uma ação para retornar o código 91 ou para receber esses 50%?
    Desde já agradeço.

    • Olá, Paulo.

      A ação não é específica para uma espécie, e sim de benefício por incapacidade, onde vai ser concedido o benefício de acordo com a doença. Então, nesse caso, o correto é identificar a doença e a incapacidade que ela gerou, para depois discutir em qual benefício ela se enquadra.

  67. Clara disse:

    Olá, sou de Portugal, tenho estado a pesquisar sobre hérnia discal, trabalho em um supermercado na caixa e em reposição, eu sou a responsável por um dos corredores mais “pesados “, pois tenho que sozinha arrumar paletes de detergentes que vem às vezes em caixas pesadas, sei que temos que ter cuidado no levantamento de pesos, mas com a chefia atrás a chatear querem que fazemos tudo ao mesmo tempo e rápido, pois as vezes tenho que estar na caixa e a repor, nem cadeira temos para nos sentarmos , 8 horas de pé e a carregar caixas pesadas, isto quando não tenho que puxar as Paletes, agoira que descobri que tenho uma hérnia na l5-s1 ,e discreta estenose e escoliose , (penso que é assim que se escreve) tenho que fazer tratamento ?? Mas para ficar boa o médico tem que me dar baixa medica( não sei como chamam aí no Brasil) para fazer tratamento? E quanto tempo demorará para me curar? Agradecia resposta, obrigado

  68. Mel disse:

    Olá. Trabalhava em uma empresa e fui demitido. Recebi as verbas rescisórias. Sinto dores nas costas devido ao trabalho que exercia nessa empresa. Queria saber se posso receber alguma coisa relativo a essas dores. E se sim, receberia de quem? Da empresa ou do inss?

    • Olá, Mel.

      Você deve comprovar que as dores foram começaram no trabalho, após isso, deverá marcar uma perícia no INSS silicitando o auxílio acidente. Se for concedido, você receberá os primeiros 15 dias da empresa e o restante do INSS.

      Abraços!

  69. Fernando Silva disse:

    – Tenho muitas dores na lombar, e depois q entrei nessa empresa de carga e descarga de ferros, passei a sentir dor nas pernas as vezes m empatando ate de andar, e agora dps de 5 meses me mandaram embora, eu ainda nao fiz exames mas sinto q e algo grave, se for alguma doença posso levar a empresa a justiça?

  70. Anderson disse:

    Ola eu eu tenho hernia de disco lombar L1-s5
    Estou fazendo tratamento porém n esta adiantando de nada pq continuo a fzr esforço execivo no trabalho.
    Eu tenho direito auxílio doença pr mim fzr o tratamento corretamente ??

    • Anderson disse:

      Ola eu eu tenho hernia de disco lombar L5-s1
      Estou fazendo tratamento porém n esta adiantando de nada pq continuo a fzr esforço execivo no trabalho.
      Eu tenho direito auxílio doença pr mim fzr o tratamento corretamente ??

    • Olá, Anderson.

      Se você contribuia para o INSS quando foi diagnosticado, tem direito ao auxílio doença.

      Abraços!

  71. divanilda disse:

    Bom dia Dr eu trabalhei em uma empresa de asg um ano e cinco meses agora to com etnia de disco lomba eu gostaria de saber se eu consigo um auxílio doença

  72. Olá, Adriano.

    Você pode entrar com o pedido de auxílio doença no INSS da sua região.

    Abraços!

  73. Olá, Veronica.

    Sim, pode marcar uma perícia médica no INSS pelo telefone 135 ou ir pessoalmente.

    Abraços!

  74. Lusinete disse:

    Oláa minha dúvida seria por quanto tempo de trabalho pode apresenta alguma lesão?

    • Olá, Lusinete.

      Não compreendemos sua dúvida. Nem todas as atividades causam lesão.

      Abraços!

      • Lusinete disse:

        Eu trabalho a 7 meses em uma empresa de ônibus como cobradora,e ultimamente sinti muitas dores nas costas então fiz alguns exames e os resultados foi q eu estou com desvio na coluna e ernia de disco,mais o problema q a empresa me demitiu pelo fato q eu fiquei por 3 dias de atestado eles pensaram q eu estava mentindo,mais então fui em alguns advogados e teve uns q me disseram q é muito pouco tempo de serviço pra ficar com uma lesão mais quando eu entrei na empresa fiz todos os exames e não tinha nenhum problema.

        • Olá, Lusinete.

          Se tiver atestado médico que comprove a incapacidade para o trabalho e tiver carência, pode pedir auxílio doença. Para ser reconhecido como do trabalho, precisa comprovar por meio de atestados e laudos esse nexo.

          Abraços!

  75. ELTA Rodrigues disse:

    Olá bom dia doutor.
    Em 2013 comecei a sentir uma dor forte na coluna na regiao do cocxi fiz uma tc… Resultado: uma protusao discal com a presença de uma vértebra anormalia o tratamento fisioterapia remedios durante 8 meses.
    Voltei ao trabalho em 2014 como cobradora. Um tempo de 5 meses estive bem mas voltou a dor bem mais forte isso com irradiação para as pernas esquerda e direita dificultando meu caminhar.
    Novamente outro tratamento mas com minha teimosia continuei exercendo a função, mesmo ouvindo de um medico médico especialista em colunas que o meu problema nao tinha cura mas alivio.
    Porem agora em 2016 continuo como cobradora.
    Mas a dor voltou pior e cronica nem mesmo os remedios tais como: tramodou, dolamim, paratram, betatrinta e outros nao estão me ajudando fiz outra tc… Onde o medico disse que a situação se agravou com o passar do tempo levando a uma hérnia de disco onde eu nao consigo permanecer mais que 30 minutos sentada de pé ou até mesmo deitada. Nao consigo dormir sem um calmante e perco total apetite com essa dor.

  76. Elisa nela silva de barros disse:

    Boa noite estou afastada a três meses do trabalho sou soldadora numa empresa metarlurgico estou a espera da cirurgia da coluna lombar vou colocar 6 parafuso e duas hastes meu benefício foi concedido até 30/04/2017.apos esse período a perita recomendou reabilitação na empresa sendo que não vou poder exercer mais a minha função anterior.sendo assim a empresa pode me demitir? Meu benefício saiu como b31. Sei que não tenho estabilidade mas tenho algum direito?

  77. João Andrade disse:

    Boa Noite, tenho 56 anos ,trabalho na profissão de pedreiro á 38 anos e contribuo com o INSS á 18
    Com o exame de rm coluna lombossacra, obtive o seguinte resultado; osteofitose marginal anterolateral; desidrataçao degenerativa abaulamentos discais posteriores difusos em l3 a s1 discreta espondilose lombar, gostaria de saber se a possibilidades de estar me afastando ou aposentando pelo INSS e se tenho direitos por invalidez.

  78. kedma disse:

    Boa Tarde!
    Me tira uma duvida, tem quatro dias que travei minha coluna e desde domingo para cá não posso tomar nenhum medicamento devido a gravidez! mas estou indo trabalhar com muitas dores fortes na coluna estou em base da massagem , porem como faço para me pedir afastamento do trabalho por um período, ate eu ter minha filha? ou não posso pedir auxilio doença e me afastar do trabalho. eu trabalho sentada, mas tenho liberdade de levantar , mas doe muito quando eu faço esforço. e levanto da cadeira.

    • Olá, Kedma.

      Nesse caso, você deve marcar uma perícia médica através do telefone 135. Na perícia terá que levar todos os laudos médicos que comprovam sua incapacidade de trabalhar.

      Abraços!

  79. David Passos disse:

    Olá Dr°,

    Tenho 28 anos, trabalho sentado e tenho forte dores na lombar por causa das três hérnias de disco que tenho( desde de julho 2014). Sou leigo sobre o assunto, por tanto gostaria de saber sobre meus direitos na área trabalhista.
    Desde já agradeço

  80. Maria Isabel disse:

    Boa noite Eduardo sou motorista de ônibus Turismo e fretado a 6 meses fui submetida à uma cirurgiana lombar L5 devido uma hérnia de disco contínuo com dores e fazendo fisioterapia meu medico na primeira perícia após corugia foi concedido 120dias Meu médico pediu mais 90 dias e foi negado recebi alta do perito tenho dúvidas e receio ainda com dores medicamentos controlados de acabar voltando

  81. José Fernando da silva disse:

    Boa tarde no dia 4 de março tive um acidente de moto faturei o osso molelo fiquei 3 messes com o pé engraçado.fiz a primeira perícia a médica mim afastou mais dois meses na segunda perícia o médico mim deu alta .mais chegando na empresa o médico falou quer estou inapto .ainda cinto meu tornozelo doendo e fiz um raio x deu sinais radiográfico de oestopratia .e trabalho como servente de construção pessada .

  82. Olá, Suzi.

    Sim, pode. Você deve marcar uma perícia médica e levar todos os laudos médicos que comprovam a sua incapacidade de trabalhar.
    Pode ser particular.

    Abraços!

  83. Jeane disse:

    Trabalho numa empresa de papel carregando bobinas de 35kg mas barra de ferro pra abastecer a maquina ..agora estiu afastada co henia de disco sinto muitas dores nas pernas . Travo nem consiguo anfar nem sentar … Não tenho a condição de voltar a fazer o mesmo trabalho …a empresa pode dar a conta…eu ainda doente

  84. Fabiana disse:

    Olá boa noite
    Eu sinto muita dor nas pernas, formigamento, cãibras e dor nas costas e queimação.
    Fui no médico e fiz um raio x e deu discopatia degenerativa artrose.
    Me passou remédio para dor e 10 seção de fisioterapia.
    Trabalho como diarista e não estou conseguindo trabalhar sinto dor.
    O que fazer?
    Será que consigo me afastar.
    Contribuidor a três anos.

  85. Flavia disse:

    Boa noite. Estou com uma dúvida..Trabalho como cuidadora de idoso e sou gestante do Alto Risco, fui diagnosticada com lombalgia pelo ortopedista e marquei a minha perícia, porém não posso fazer nenhum exame e nem fazer uso de nenhum medicamento que não seja o Paracetamol para não prejudicar o bebê, estou em casa de repouso desde que marquei. Eu vou receber do inss esses dias? Eu tenho direito ao benefício?
    Aguardo sua resposta! Obg

  86. Marlene disse:

    Boa tarde Dr Eduardo!
    Tenho hernia cervical e lombar, bico de papagaio, tendinite ombro e bursite, nunca fiquei afastada pelo INSS, só atestados inferiores a 14 dias. Estou em tratamento fisioterapia e acupuntura, sem resultado. Trabalho como agente de saúde, sinto dores todos os dias, não consigo mais atingir a mesma produção que antes e sou cobrada por isso. A empresa teria que abrir um CAT? se sim, logo que não abriu como faço? Tenho medo de ser demitida por não conseguir mais atingir as metas estabelecidas de produção. A empresa poderia mudar para outra função que me prejudicasse menos? Tenho direito a algum benefício? Não tenho laudos médicos só copias dos atestados, e ressonância magnética.
    Desde já grata.
    Marlene.

    • Olá, Marlene.

      A empresa teria que abrir um CAT? Apenas se for em decorrência de acidente de trabalho.
      logo que não abriu como faço? Tenho medo de ser demitida por não conseguir mais atingir as metas estabelecidas de produção. A empresa poderia mudar para outra função que me prejudicasse menos?
      Nesse caso deve contratar um advogado trabalhista.
      Tenho direito a algum benefício? Se tiver atestado médico que diga que está incapaz de trabalhar por tempo indeterminado, ou período maior que 15 dias, tem direito a auxilio doença.

      Abraços!

  87. Rosely disse:

    Boa noite. Estou afastada pelo INSS des de 5 de outubro 2016. Cai no local de trabalho e fraturei o sacro do cóccix, depois de quase dois meses descobri, que tenho ou adquiri,uma protucao discal na vertebra L5 S1 e uma hernia de disco na vertebra acima. Tenho historico de degeneração. Sinto muitas dores nas pernas e tenho muito medo de cair novamente pois percebo que nao tenho firmesa ao andar Apos me liberarem pra o retorno ao meu trabalho, posso requerer axilio acidente?

  88. ERICK disse:

    BOA NOITE, ESTOU COM UMA DUVIDA FUI FASTADO PELO INSS DEPOIS DE TER PASSADO PELA PERICIA FIQUEI AGUARDANDO A PERICA DURANTE 2 MESES ESSES MESES SERÃO PAGOS MAIS NA MINHA CARTEIRA ESTA COM O SALARIO ANTIGO FUI PROMOVIDO MAIS NAO FOI REPASSADO PARA A CARTEIRA ELES IRAM ME PAGAR PELO QUE ESTA NA CARTEIRA OU PELO MEU SALARIO ATUAL?

    • Olá, Erick.

      É irrelevante se está na carteira ou não, o que conta é o salário que a empresa efetivamente contribuiu ao INSS. E o cálculo do valor da renda será realizado ​com base nos 80% maiores salários de contribuição de 07/94 até agora, dessa média é aplicado 91% e se obtêm o valor do benefício.

      Abraços!

  89. Marcos Vinicius Gadiani disse:

    boa noite, cai e bati a coluna do lado direto da bacia, fiquei 3 dias internado tive alta com dor, pois passarao os 15 dias de atestado (foi aberto o cat ) ainda estou com muita dor na coluna pois mal consigo andar, direito todos exames de urina sangue , raio x e ultra-som ,queria saber se conseguiria afastamento pois o trabalho e feito com maquinas pessadas ( picardor de emadeira , escavadeiras e pá carregadeiras ) queria saber se consigo afastamento ?

  90. Olá, Angel.

    Sim, você deve marcar uma perícia médica no INSS da sua região e levar todos os atestados médicos que comprovam sua incapacidade de trabalhar.
    Abraços!

  91. Orlando PereiraBarrozo disse:

    Estou com problema de coluna, mas não tenho os 12 meses de contribuição tenho direito ao beneficio? trabalhei 4 anos de carteira assinada dei baixa na carteira a 6 meses atrás e agora que assinei minha carteira novamente.

  92. francisco ferreira disse:

    boa tarde trabalho como aux de serviço gerais e estou com lombalgia posso cer remanejado para outro cargo sou funcionario publico municipal

  93. Rozangelagonzaga disse:

    Tenho escoliose fiz uma cirurgia mas não ficou sem 100/ tô afastada 90 dias tenho Direito a auxiliar doença e vou poder trabalha de serviços gerais pego peso

  94. Renato disse:

    Olá meu nome é Renato

    Olá tenho hérnia de disco l4, l5. Fiz tratamento topico e de descompressão com fisioterapeuta e agora faço Pilates só que sinto dores todos os dias e tem dias que as dores são limitantes para qualquer tipo de esforço. Hoje fui desligado da empresa e alegação deles foi a baixa na minha performance na produção sendo que foi levados os exames e esclarecido as minha limitações.
    Foi frustante a alegação deles pois acredito que a minha lesão foi em função das condições de trabalho que a empresa me dava pois antes da lesão exercia sozinho uma função que era para duas pessoas nelas estão levantando de pesos.

    Tenho com pedir indenização por isso?

    • Olá, Renato.

      Indenização contra a empresa somente analisando com um advogado trabalhista. Mas na parte previdenciária, se você possuir atestados que informem a CID da doença e que a mesma a incapacita de forma parcial e permanente, você pode solicitar o auxílio acidente.

      Abraços!

  95. Olá, Tainá.

    Se for procedente, sim.

  96. Laura disse:

    Olá, eu tenho 18 anos, tenho uma hérnia de disco com alguns agravantes, a dor que sinto é bem intensa, e me incapacita de trabalhar, teria direito a auxílio doença

  97. Jacqueline Karina Tomé disse:

    Oi boa tarde Doutor
    Bom tenho escoliose desde os 11 anos de idade é realmente quase 60 graus as costelas entortaram considerado caso grave,mas sempre trabalhei em pé não estou conseguindo mais trabalhar devido as dores que incomodam muito …hj estou com 37 anos e a maioria dos trabalhos que trabalhei foram temporários sem registros será que tem como eu entrar com benefício ????Desde já agradeço….

    • Olá,Jacqueline.

      No seu caso é necessário fazer uma análise específica para saber se possui direito a algum benefício por incapacidade. Você pode clicar aqui e responder o formulário, depois de feita a análise, enviaremos para o seu e-mail o resultado, dizendo se possui direito e como proceder para obeter o benefício mais vantajoso.

      Abraços!

  98. Andressa disse:

    Boa tarde!

    Venho sofrendo de dores e fui diagnosticada com Lombociatalgia, trabalho em escritótio sentada durante as 8 horas, sinto fortes dores na perna esquerda e lombrar, meu ortopedista disse que pode me afastar por 15 dias e até mesmo prolongar esse afastamento, mas corro o risco de ter o pedido indeferido pelo INSS, quando houver minha perícia, gostaria de saber se isso pode acontecer, pois estou há 5 meses na empresa e realmente preciso tratar essa doença, caso me mandem embora tenho medo de ficar sem o convênio para fazer as fisioterapias.

  99. JOSÉ disse:

    Bom dia Dr Luís, sou Bombeiro civil 43 anos contribuo com INSS a 23 estou com Hérnia de disco fazendo fisioterapia sem melhora, tendinite nos joelhos e ombros e fibromialgia, não estou conseguindo realizar as atividades praticas da profissão, gostaria de saber se tenho direito ao beneficio e manter

  100. IRLANIA disse:

    Tenho 1 ano e 4 meses de carteira assinada, e estou afastada pelo inss há 7 meses, trabalho de auxiliar de estoque e adquirir hernia de disco lá devido pegar muito peso. Meu prazo de licença pelo inss acaba esse mês. A empresa pode me colocar para fora?

  101. Lyeberton disse:

    Boa noite, sofri um acidente de moto em 2011 e fraturei o cóccix, fiz uma tomografia semana passada e deu: Nodos e Schmorl nos platôs inferiores de D12 a L4; Tênues abaulamentos discais disfusos em L3-L4 e L5-S1; Pequeno abaulamento discal disfuso em L4-L5 que tocam a face ventral do sacro dural e as raizes neurais emergentes em correpondência e insinua-se as bases dos respectivos foramentos neurais. Eu trabalho com frentista e a um mês sinto muitas dores que começam do meio da coluna e vai ate a regiao lombar, eixando minha pernas direita dormente. Tenho direito a algum beneficio?

  102. Isabel disse:

    Olá boa noite faz sete meses que sair da empresa trabalhei quase dez anos sempre me afastei por ter acidente de trabalho adquirir vários problemas de saúde fiz uma cirurgia no braço tenho tendinite bursite vários bico de papagaio apareceu também osteopenia tenho muita dor como que eu faço fica difícil pra entrar em outra empresa

    • Olá, Isabel.

      Você pode entrar com o pedido de aposentadoria por invalidez, você deve agendar uma perícia no INSS pelo telefone 135. Para obter o benefício é necessário comprovar que está incapaz de trabalhar.

      Abraços!

  103. Marinaldo disse:

    Boa tarde,eu Tó com hérnia de disco devido a um esforço físico que fiz quando tava em serviço,no meu serviço ficava muito tempo em pé,dai a coluna doía muito,pedir as contas,agora Tó desempregado ha quase nove meses não Tó podendo trabalhar devido esse problema, será que eu tenho direito ao auxílio doença do inss. Muito obrigado pela a resposta.

  104. Fabiana Sales disse:

    Boa tarde! Estou ha dois anos desempregada, sem contribuir. Trabalhei como ajudante de deposito por quase 1 ano e mais 6 anos como aux adm (passava mais de 8 hs diarias sentada) na mesma empresa. Coloquei varios atestados por bursite bilateral adquirida no trabalho e dores na coluna q perduram até hj. Tbm fui recentemente diagnosticada com bico de papagaio.
    Pergunta: posso solicitar algum auxilio junto ao inss, mesmo sem está contribuindo com o inss?

    • Olá, Fabiana.

      No seu caso é necessário fazer uma análise específica, pois precisamos de mais informações para saber se possui direito ao benefício. Você pode responder o formulário clicando aqui. Você receberá via e-mail o resultado. A análise é sem compromisso, em caso caso de dúvidas estamos à sua disposição, abraços!

  105. Olá, Thiago.

    Se ficar comprovado que o afastamento se deu por doença adquirida no trabalho, você tem direito a estabilidade por 12 meses quando retornar ao trabalho. Pode ver a espécie do benefício que foi concedido na carta de concessão do INSS, se tiver escrito b31 é auxílio doença comum(sem estabilidade), se tiver b91 foi reconhecido ser pelo trabalho e tem estabilidade.

    Abraços!

  106. Jean disse:

    Boa tarde, eu estou com problema na coluna (espondilolistese)acho que nome é esse, e fui afastado ano passado por 3 meses era pra ficar 5 meses mais o inss tava em greve aí tive que voltar a trabalhar, aí voltei a trabalhar em dezembro trabalhei 3 meses passai pela perícia do INSS em 29 de fevereiro de 2016 e lá como voltei a trabalhar o médico nem mês escultou os motivos para eu ter voltado a trabalhar eles disse que estava apito, levei tomografia ressonância magnética todos os laudos do médicos cartas e ele nem quis saber pra ele porque voltei a trabalhar eu estava apito.
    Em março me deram férias e quando eu votei me mandaram embora no mesmo dia e descobri que a empresa me afastou com b31 auxílio doença e agora tenho que reverter pra b91.
    Como posso receber 50℅ de salário que tenho direto ao inss por lesão, e tenho um processo contra empresa que a audiência no mistério do trabalho dia 30 de março será que eu tenho chave de ganha?

    • Olá, Jean.

      Segue as respostas das suas seguintes perguntas:

      Como posso receber 50℅ de salário que tenho direto ao inss por lesão?
      Para ter direito a este auxílio você tem que ter ficado com uma incapacidade permanente, mas que permita a trabalhar, portando tem que haver uma sequela que reduza a sua capacidade para o trabalho, se você tem esse problema, pode ingressar na justiça com base no último indeferimento de auxílio doença.

      e tenho um processo contra empresa que a audiência no mistério do trabalho dia 30 de março será que eu tenho chave de ganha? Nesse caso não posso afirmar, é necessário esperar pela decisão do juiz.

      Abraços!

  107. Luis disse:

    Dr muito obrigado

  108. Andre disse:

    gostaria de saber,trabalho como repositor de um atacado grande e pego muito peso ,so que estou com problema de coluna devido a peso, descobrir atravez de um raio x estou sentendo dor,sento que o trabalho quer que continue a trabalhar na minha função!hoje me neguei a pegar peso ,ele me deu 5 das de suspenso!o que devo fazer?

  109. Claudemir disse:

    Meu cid e m19 estou afastado terei pericia ja marcada será que o médico do INSS mim dara alta

    • Olá, Claudemir.

      Isso não posso responder, pois depende da decisão do médico. Se ele der alta e você se sentir incapaz, pode entrar com recurso e marcar uma nova perícia.

      Abraços!

  110. andre luiz guilherme disse:

    Boa noite fiz uma ressonancia da coluna lombar sacra no exame saiu discopatia degenerativa de L5-VT caracterizada por hipoidratação e redução discal. Niveis D12-L4.
    Nivel L4-L5 leve abaulamento discal difuso, determinando contato com o saco dural com alteraçoes degenerativa etc. e a primeira vez que vou para o inss, tenho 11 anos de contribuição e trabalho em 02 hospitais, gostaria de saber se tenho direito ao beneficio e se vou receber de acordo com os 02 salarios que recebo.

    • Olá, André.

      O auxílio acidente corresponde à metade do valor que o segurado teria direito se fosse se aposentar por invalidez, e servirá como uma complementação da renda, pois é possível ao trabalhador continuar trabalhando.

      Abraços!

  111. andre luiz guilherme disse:

    Boa noite fiz uma ressonancia da coluna lombar sacra no exame saiu discopatia degenerativa de L5-VT caracterizada por hipoidratação e redução discal. Niveis D12-L4.
    Nivel L4-L5 leve abaulamento discal difuso, determinando contato com o saco dural com alteraçoes degenerativa etc.

  112. Rafael disse:

    Boa noite,

    Sou Rafael em 2013 sofri um acidente de trabalho onde fraturei a C6 e C7 por falta de fornecimento de equipamento de proteção por parte da empresa, fiquei afastado de minhas atividades por 9 meses pelo código 91, retornei para minhas atividades em maio de 2014 com restrições descrita em laudo pelo meu medico. Meu medico fez um laudo também solicitando a mudança de função, em julho de 2014 me mudaram de função eu era agente de serviços mudaram para técnico de segurança, de la para cá realizei fisioterapia e acupuntura conforme solicitado pelo meu medico. As dores só aumentaram desde o acidente, na época o medico não quis realizar a cirurgia, pois iria tentar tratamento conservador, segundo o laudo do medico sem sucesso. Neste mês de setembro de 2016, fui afastado pelo inss novamente, porem neste afastamento a empresa não reabriu o cat apenas forneceu uma carta de afastamento informando afastamento auxilio doença e me informou que é um problema cronico, porem na pericia do inss foi reconhecido agravo profissiografia, vou realizar a cirurgia na coluna devido agravamento do ocorrido em 2013 esta informação consta em relatório medico. Estou afastado ate o mês 02 de 2017.

    Posso entrar com ação contra o inss novamente solicitando o auxilio acidente?
    Posso entrar com a ação contra a empresa também por motivo do acidente e por não ter realizado a reabertura do cat e pelo acidente de trabalho?

    obrigado.

    • Olá, Rafael.

      Posso entrar com ação contra o inss novamente solicitando o auxílio acidente? Você informou que está afastado até 02/2017, desta forma você está em auxílio doença, como INSS reconheceu que a doença é em decorrência do trabalho, já torna-se um auxílio doença por acidente de trabalho. Quando cessar o auxílio, o INSS tem que converter para auxílio acidente se ficar comprovado que você ficou com sequelas, se não ficar reconhecido, você pode ingressar na justiça.

      Posso entrar com a ação contra a empresa também por motivo do acidente e por não ter realizado a reabertura do cat e pelo acidente de trabalho? Você teria que procurar uma advogado trabalhista para pleitar os reparos necessários que Você gastou com o acidente de trabalho e demais ocorrências.

  113. Olá, Adeilson.

    No âmbito previdenciário, você pode pedir a revisão do benefício (mesmo sem cat), caso o INSS não tenha reconhecido como acidente de trabalho, a conversão de auxílio doença comum para auxílio doença em decorrência do trabalho acarreta em estabilidade no trabalho por 12 meses quando cessar o auxílio.

    Para questões relacionadas ao empregador, tem que procurar um advogado trabalhista.

    Abraços!

  114. Carla disse:

    Olá, eu tenho hérnia de disco na L1,S1 que está estrangulada desde 2014. Ao ir ao médico hj. O mesmo me encaminhou ao INSS com o laudo dizendo apenas o seguinte:
    Atestado médico
    Paciente a espera de avaliação médica para cirurgia.

    Estou apreensiva pois o já me negou.

    • Olá, Carla.

      No seu caso é necessário que leve um atestado médico que informe, além disso, o CID da doença e que você deve ficar afastada do trabalho e o tempo do afastamento.

      Em caso de dúvidas estamos à sua disposição, abraços!

  115. Samantha disse:

    Olá me chamo Samantha e a seis meses trabalho como operadora de caixa desde julho que estou afastada por dores nos punhos e braços que incham muito meus dedos ficam tão inchados que mau consigo fecha-lós fiz raio x da cervical e eletroneuromiografia que acusou problema de síndrome do carpo moderado e comprometimento da cervical C5C6C7 tendinite sindrome cervicobraquial Sinovite e tenossinovite estou fazendo fisioterapia e acumputura ja tomei varios medicamentos mais sem sucesso e agora estou sentindo muitas dores na lombar vou passar pelo médico pra ele avaliar pois são dores insuportáveis que me impossibilita de ficar muito tempo sentada ou em pé eu tenho direito ao auxílio doença nunca tive esses problemas pois esse é o meu primeiro emprego pode ser até engraçado mais tenho 37 anos adquiri essa doença na empresa tbm nunca tive problema de pressão alta agora estou tomando medicação pois minha pressão não abaixa so sobe 16/10 o que faço tenho direito.

    • Olá Samantha, tudo bem?
      Para ter direito ao auxílio doença é necessário ter carência, a qual exige no minímo 12 meses de contribuição.
      Aconselhamos que continue contribuindo para que no futuro tenha direito a algum benefício.

      Em casod de dúvidas estamos à sua disposição, abraços!

  116. Gilberto disse:

    Dr., fiz uma cirurgia na coluna enquanto estava trabalhando por um acidente na empresa. Fiquei um tempo afastado, não me recuperei completamente (manco e não consigo ficar 30 minutos sentado ou em pé direto) e agora estou desempregado (passei 1 e meio na estabilidade, depois me demitiram). Já faz mais de um ano a demissão. Tenho direito a me aposentar? Tenho 40 anos e perto de 15 anos de contribuição. O que preciso fazer? Obrigado

    • Olá, Gilberto.

      Você precisa agendar no INSS o benefício por incapacidade. Na perícia irá ser analisado se é caso de auxílio doença, auxílio acidente ou aposentadoria por invalidez. Tudo irá depender da doença que você possui e do resultado da perícia.

  117. Olá, Taina.

    Com certeza. Você deve pegar um atestado com CID da doença e fazer um requerimento no INSS. Os 15 primeiros dias do atestado são pagos pela empresa, o restante é encaminhado ao INSS.

    Para uma orientação mais específica ao seu caso, preencha seus dados em https://www.koetzadvocacia.com.br/beneficio-por-incapacidade/ e nossa equipe entrará em contato com você em breve.

  118. Antonio Carlos Vieira disse:

    Ola Eduardo tenho L5, S1 muita dor nas costa e sou portador da doença oftalmologista glaucoma uso colírio direto e meu auxílio doença e da coluna ainda sinto muitas dores na colunas sou trabalhador numa empresa montador de maquinas agrícola nova no campo meu axilio e acidentaria ta terminando eu posso pedir prorrogação e posso ajuntar junto com o lauda dos olhos o médico dos olhos disse que e para eu ficar voltando as consulta em 6 e 6 meses.
    Grato aguardarei a resposta

  119. Olá, Yasmin.

    Você precisa consultar seu médico para identificar as patologias, descrevendo as CID’s das doenças. A partir destes atestados dados pelo médico, o perito irá avaliar se você tem direito ao auxílio doença.

    Caso você queira uma orientação mais específica para o seu caso, preencha o formulário no link https://www.koetzadvocacia.com.br/beneficio-por-incapacidade/ e entraremos em contato em breve.

  120. Morgana disse:

    Dr Eduardo
    Tenho burrice, tendinite e epicondilite.. busquei através de um advogado o auxílio doença e me foi negado. Neste novo emprego pego muito peso e atraves da ressonancia apresentou protusão distal e espondialortropia degenerativa(bico de papagaio)..
    Por favor me oriente, sofro com muitas dores e também preciso do emprego.
    Grata.
    Morgana

    • Olá, Morgana.

      Se você não se sente apta a trabalhar, deve requerer novamente o auxílio doença no INSS. Para isso, precisará de novos atestados médicos com CID, encaminhar na empresa e no décimo sexto dia encaminhar ao INSS, na forma de requerimento de auxílio doença. Caso seja negado, você pode novamente ingressar com ação judicial.

      Podemos lhe ajudar. Preencha seus dados no formulário do link https://www.koetzadvocacia.com.br/beneficio-por-incapacidade/ e entraremos em contato em breve.

  121. Patricia disse:

    Oi Boa noite tenho 2 anos e 7 meses que trabalho na recepção do hospital, comecei a sentir dor na cervical e nos braços ,fiz uma ultarsonografia no cotovelo o laudo foi epicondilite lateral D-E e na cervical deu hérnia discais em c4 -c7 e discopatia degenerativa tenho direito ao auxiliar doença. Pois a empresa quer me mandar embora , eles podem me desligar da empresa.

    • Olá, Patricia.

      Primeiro você tem que solicitar um atestado médico com CID e encaminhar na empresa. Os 15 primeiros dias são por conta deles, os próximos você terá que encaminhar no INSS o auxílio doença. A concessão irá depender da perícia médica.
      Você só tem estabilidade no trabalho se for considerado doença ocupacional do trabalho. Neste caso, a estabilidade dura 12 meses após cessar o auxílio. Caso contrário, a estabilidade não existe e a demissão é possível.

      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/consulte-seu-processo-ou-tire-suas-duvidas/

  122. Jair disse:

    Olá Boa noite estou com hérnia de disco e estou mim afastando da entrando no INSS a empresa colocou como doença só que sei que foi pela foto de trabalha como motorista não é como acidente de trabalho?

  123. caro eduardo ketz; trabalho como tecnica em enfermagem ha mais de 10 anos, e a uns dois anos fiz uma tomo da colunadeu uma pequena protusao discal, dados mas sentia dores travei os mmii uma vez , apos uns dois anos trabalhndo ha 1,7mesees em um hospital de oncologio com pacientes de cuidados palhativos acamados, venho sentindo muitas dores ftravei varias ezes de sair de cadeira de rodas do trabalho para o hospital. e a um mes e meio fui afastada pelo neuro por ter repetido o exame e dado osteofitosem c5 c6 c7, pequena imagem radiolocente em t1 medindo 0,4×0,3cm discreto abaulamento dical difusoem c4-c5 tocando face anterior do saco dural. minais bilaterais lombar deu nodulo de schamol no plato superior de l3, protusão discal em l4-l5com componentes central e foraminais bilaterais comprimindo aface anterior do saco dural e reduzindo as bases do saco foraminais bilateralmente .

    ao passar em pericia o perito concedeu aux. doença somente por 1,17 dias meu medico me afastou por 180 dias a empresa joga p. o inss …. Voce acha que consigo o auxilio acidente uma vez que o laudo do perito consta acidente da profissao…aguardo resposta desde de ja obrigada

  124. fatima disse:

    olá , trabalho como operadora de caixa há cinco anos, e em outubro de 2014 comecei sentir fortes dores no braço,acusando l.e.r e sindrome do carpo. a empresa mim colocou no setor de mercearia,continuo tendo crises de dores , tem seis meses que estou com dores no pescoço fiz ressonânçia e acusou inicio de bico de papagaio. o que fazer.

  125. Felipe AMQ disse:

    Prezado Dr. Eduardo, boa noite.
    Após mais de 10 anos sofrendo de fortes dores na coluna, fui submetido a um Procedimento Cirúrgico emergencial na Coluna Lombar, realizando uma Artrodese nas vértebras L4, L5 e S1, pois havia fissurado a vértebra L5 além da deteção de Protusão Discal, Hérnia de Disco e Discopatia Degenerativa, com perda neurológica atingindo o membro inferior esquerdo.
    Fui afastado das atividades laborais pelo INSS, sendo encaminhado assim ao auxílio doença.
    Antes de retornar às atividades laborais fui submetido à dois outros procedimentos, agora na Coluna Cervical (bloqueio anestésico e bloqueio por radiofrequência), que não foram efetivos, sendo necessário realizar um novo Procedimento Cirúrgico agora na Coluna Cervical, realizando uma Artrodese e uma Artroplastia.
    Ao término do auxílio doença, retornei as atividades laborais e fui desligado da companhia em que trabalhava no mesmo dia em que retornei as atividades.
    Tive quadro depressivo moderado neste período, sendo necessário acompanhamento Psiquiátrico e uso de medicação.
    Passado mais de um ano da realização dos procedimentos realizados, continuo sentindo dores incapacitantes em determinados momentos, dormência nos membros superiores, e recentemente foram diagnosticavas novas hérnias na Coluna Cervical e Dorsal.
    Neste período não consegui retomar minha vida profissional e social em função das frequentes dores, uso de medicação analgésica e etc..
    Gostaria de saber se é possível requisitar auxílio doença novamente, para que possa tentar retomar minha inclusão na sociedade.
    Muito obrigado.

  126. AUGUSTO disse:

    Olá, tenho Discopatia degenerativa em L5 – S1 trabalho como operador de betoneira na construção civil ,não aguento levantar peso tenho direito auxilio doença.

  127. marcone disse:

    ola tenho discopatia degenerativa comprovada na recionasia maquinetica cinto muitas dores nas perna esquerda gostaria de saber si tenho direito a o beneficio a o inss trabalho registrado e trabalho com peso

  128. MEIRE disse:

    OLA,BOA NOITE
    DENHO DISCOPATIA DEGENERATIVA ESTOU DE ATESTADO HA 15 DIAS,TRABALHO SENTADA E NAO ESTOU AGUENTANDO FICAR SENTADA
    MAS O MEDICO SO ME DEU 15 DIAS DE ATESTADO,ELE NAO ME DEU LAUDO NEM NADA QUE COMPROVE A DISCOPATIA,GOSTARIA DE SABER SE POSSO TENTAR ME AFASTAR APENAS COM O ATESTADO COM O CID DA DOENÇA?

  129. liziane disse:

    Olá. Tenho 35 anos. Estou trabalhando como caixa operadora a 6 meses. E comecei a sentir fortes dores na cervical acompanhadas de dores de cabeça. Após rx tomo Laudo discopatia degenerativa. Redução dos espaços fiscais.
    Analgésicos não adiantam . Vou fazer fisioterapia.
    Já estou a mais de 15 dias afastada.
    O Médico disse q nao tenho condições de trabalho e me deu um lauda Cid 10 M 54 .2
    Tenho mais 3 meses de contribuição de outra empresa. O INSS pode me negar auxilio doenca.

  130. Olá, Vera.

    Você deve ligar no número 135 e agendar no INSS uma perícia para auxílio doença. Leve todos os atestados com CIDs que possuir e todos os exames que possam comprovar direito ao benefício.

    Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/tire-suas-duvidas-previdenciarias/

  131. Maria da Conceição disse:

    Tenho Retificação da lordose cervical, escoliose levo-convexa, sinais de discopatia degenerativa de c2ac7 e minimas protusões discais medianas entre c5-c6ec6-c7, tudo isso diagnosticado através de exame de ressonância magnética, sinto dores horríveis e preciso saber se posso pedir aposentadoria e caso possa como proceder para obter tal benefício, tenho 47 anos e trabalho em uma instituição de ensino superior, onde fico sentada a maior parte do tempo.

    • Flor disse:

      Boa noite a 1 ano faço tratamento na coluna tenho ernia de disco bico de papagaio e fraturas na coluna.. não me aguento de dor…faz um ano que tive que fechar o meu salão não consigo trabalhar mais devido as dores que são muito fortes…. gostaria de saber se eu tenho direito ao auxílio doença.. tenho 38 anos pois o ortopedista disse que não.. obrigada

      • Olá, Flor.

        A única pessoa que pode determinar se existe o direito é o perito. Portanto, ligue no 135 e agente uma perícia no INSS. Caso a perícia lhe negar o benefício, você pode entrar com uma ação judicial para reverter a situação.

        Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/tire-suas-duvidas-previdenciarias/

        • Luis disse:

          Olá Dr Luís dia 10 de outubro 2016 17:50 Eu tive um acidente de trabalho eu abri o Cat no sindicato .Eu dei entrada no INSS. Fiquei afastado 10 meses aí INSS mando eu retornar para o trabalho . mais eu não tenho condições para trabalhar sinto muita dor na coluna lombar tirei uma ressonância magnética da coluna lombar deu Retificação da lordose lombar e também inclinação lateral da coluna lombar para a esquerda e desnivelamento entre as cristãs ilíacas e escoliose lombar e lombociatalgia .Eu queria saber se tenho direito ao auxílio doença eu posso entrar na justiça

Os comentários estão fechados.