fbpx
A imagem mostra uma mulher sorrindo, em sua mesa de trabalho, e ilustra a publicação

Simular aposentadoria – Passo a Passo e cuidados com o INSS.

Simular a aposentadoria, seja por tempo de contribuição ou por idade, com o Meu INSS ou advogado, pode ajudar a não ter prejuízos.

Neste texto, explicamos as principais dúvidas para quem precisa entender o tempo e valor do seu benefício, seja no INSS ou no RPPS. Entenda!

Como simular valor de aposentadoria?

Para simular valor de aposentadoria você pode optar por duas formas:

  1. Através do Meu INSS, feito de forma automática com as informações que constam no sistema, e que podem estar incompletas;
  2. Com orientação de um advogado especialista em direito previdenciário, utilizando dado do sistema do INSS e outros que você informar.

No primeiro caso, ou seja, pelo Meu INSS, a simulação pode não ser 100% confiável, pois vários fatores devem ser observados na simulação da renda mensal inicial. Além disso, na maioria dos casos, existe tempo adicional para incluir na simulação do Meu INSS e sem eles você terá um valor menor. 

Assim, com um advogado especialista a simulação pode ser mais completa. Isso porque, o profissional irá analisar as possibilidades de acréscimo de tempo, como tempo:

  • em atividade especial;
  • rural;
  • pesca artesanal;
  • serviço militar obrigatório;
  • trabalhado no exterior;
  • vínculo em serviço público onde já esteja exonerado;
  • entre outros. 

Ademais, se puder optar por um advogado especialista, ele poderá somar o valor de acordo com as novas regras. Ou seja, as regras com o novo cálculo do tempo e valor.

E se acaso desejar orientação da nossa equipe para tirar dúvidas sobre o seu benefício, basta solicitar atendimento clicando aqui.

Como faço para saber quanto tempo tenho para me aposentar?

O que você pode fazer para saber quanto tempo tem para se aposentar é:

  • Opção 1: ver o tempo que tem no Meu INSS e simular aposentadoria por tempo de contribuição, idade ou outra, no aplicativo;
  • Opção 2: contabilizar por conta própria todas as suas contribuições, bem como verificar no sistema do INSS quanto tempo tem. Além disso, buscar a melhor regra para o seu caso e, então, identificar quanto tempo falta para completar essa regra;
  • Opção 3: Contratar um advogado especialista para identificar a melhor regra para o seu caso, verificar a partir de documentos e sistema do INSS quanto tempo contribuiu, que irá lhe informar exatamente quanto tempo falta.

Entretanto, na primeira opção, é preciso observar se o INSS contou corretamente seu tempo de contribuição. Isso porque, é comum o INSS deixar de incluir períodos de tempo comum, bem como períodos trabalhados em condições especiais. Além disso, pode não registrar períodos rurais ou militares.

Além disso, é fundamental observar quando tempo de contribuição você já possuía em 12/11/2019, pois pode acarretar o direito adquirido ou uma regra de transição mais rápida.

Como simular aposentadoria pelo INSS?

Para simular a aposentadoria pelo INSS é preciso seguir os seguintes passos:

  • Criar o cadastro no Meu INSS, se ainda não tem;
  • Acessar o extrato CNIS para ver se o tempo que consta no sistema está correto;
  • Solicitar a simulação no próprio site ou aplicativo, na aba “Simular Aposentadoria”.

No entanto, nem sempre a simulação informa o tempo certo, por falhar no registro de alguns períodos. Além disso, em outros casos você pode precisar comprovar que de fato tem os períodos que não constam registrados, para não atrasar o direito ao seu benefício.

Portanto, se desejar, você pode reunir todas as suas carteiras de trabalho, extrato previdenciário CNIS (emitido no MEU INSS), bem como carnês de pagamento para o INSS. Assim, poderá nos enviar para o cálculo, para ter uma simulação precisa.

O texto continua após o vídeo.

Como simular aposentadoria por idade pelo INSS?

Para simular aposentadoria por idade pelo INSS, basta solicitar a simulação no site ou aplicativo Meu INSS. Após isso, vai aparecer uma lista com as regras e quanto tempo falta para você alcançar cada uma delas, inclusive a opção de aposentadoria por idade.

Lembrando que no Meu INSS os dados podem estar incompletos. Além disso, na aposentadoria por idade, é preciso verificar se foi completada a carência de 180 contribuições. 

O texto continua após a tabela.

Como simular aposentadoria por tempo de contribuição?

Para simular aposentadoria por tempo de contribuição, você pode:

  • Fazer por conta própria, reunindo todas as suas carteiras de trabalho, extrato previdenciário CNIS (emitido no Meu INSS), bem como carnês de pagamento para o INSS e verificar se conseguiu o tempo de contribuição, de acordo com a regra;
  • Solicitar a um advogado especialista em cálculos previdenciários e enviar seus documentos para ele fazer o cálculo, inclusive ele poderá tirar o CNIS para você, caso não tenha tempo;
  • Ou ainda, usar o próprio INSS, que fornece um simulador no site Meu INSS. Entretanto, esse simulador automático não é garantido e pode conter muitos erros.

As duas primeiras opções são as melhores! A grande diferença é a economia de tempo, no caso de pedir para advogado, e de diminuição de erros de cálculo, pois ele é especializado em fazer essa soma. Contudo, se você não puder arcar com o investimento, recomendamos fortemente que use a primeira opção.

Se desejar entender sobre simulação da contagem do tempo de contribuição, clique aqui e leia o texto que escrevemos sobre o tema no nosso blog.

Como usar o Meu INSS para simular aposentadoria?

Usar o Meu INSS para simular aposentadoria é fácil, basta seguir os passos seguintes:

  • Acessar o site “Meu INSS;
  • Fazer seu login com seu CPF e senha;
  • Acessar o menu “SIMULADOR DE APOSENTADORIA”.;
  • Clicar em “detalhar” e o sistema vai gerar automaticamente a contagem de tempo e modalidades de aposentadoria;
  • Mas atenção: é preciso verificar se o INSS está registrando todos os seus vínculos de trabalho, inclusive se as datas estão corretas, pois muitas vezes o INSS não conta todo o período.

Se você não criou seu cadastro no Meu INSS, necessário para simular aposentadoria por idade ou outras modalidades, assista ao vídeo a seguir:

O texto continua após o vídeo.

Por que a simulação de aposentadoria do INSS disse que eu tinha direito ao benefício, mas quando solicitei, ele foi negado?

Porque a simulação de aposentadoria do INSS pode conter erros. Além disso, o simulador do INSS não é “garantido”, ou seja, você vai precisar comprovar todas as informações que estão lá.

Desse modo, no momento da análise do pedido, é avaliado seu caso específico, com outras informações que não estão de acordo com a simulação. Por isso, a melhor opção é sempre consultar um advogado especialista para que seu caso seja analisado com cuidado e, assim, conseguir que sua aposentadoria seja aceita.

Como simular pagamento de valores atrasados para aposentadoria pelo INSS?

Para simular pagamento de valores atrasados para aposentadoria no INSS é preciso contratar um advogado especialista em Direito Previdenciário ou um contador. Isso porque o INSS não fornece simulação de valores atrasados!

O especialista que você contratar, sabe que os valores são pagos da data da entrada do requerimento (DER) até a data de início do recebimento do benefício. Além disso, ele poderá avaliar se a aplicação de juros e multas serão de acordo com o entendimento do STF ou de outra forma.

Portanto, se desejar orientação da nossa equipe para o cálculo, basta solicitar atendimento clicando aqui.

Como simular a averbação de tempo rural no INSS?

Para simular averbação de tempo rural no INSS é preciso:

  • Verificar qual o seu período total de tempo rural;
  • Reunir provas materiais do período em que pretende o reconhecimento;
  • Solicitar a averbação no INSS.

Mas atenção: os períodos até 31/10/91 não é preciso indenizar, ou seja, não é necessário pagar esse período. Basta apenas ter provas do trabalho em regime de economia familiar. Após esse período, além de ter as provas do trabalho, é preciso pagar a indenização.

Antes de 11/10/96, pode ser afastada a cobrança de juros e multa, mas para isso é preciso ter um requerimento. Dessa forma, a melhor opção é buscar advogado especialista para realizar os cálculos da averbação de seu período rural e ter um melhor suporte para realizar a indenização desses períodos. 

Entenda mais sobre averbação de tempo rural clicando aqui.

Como simular averbação de tempo do RPPS no INSS?

Na verdade, não é possível “simular” a averbação de tempo do RPPS no INSS. o que é preciso fazer, nesse caso, é solicitar no RH do órgão em que foi servidor para então realizar requerimento de averbação de tempo no INSS. 

Se desejar entender mais sobre como fazer averbação de tempo do RPPS no INSS, clique aqui e leia o texto completo cobre o tema.

Carolaine Konflanz

Graduanda em Direito, faz parte do time de novos casos na Koetz Advocacia. Atua em direito previdenciário há mais de 9 anos, nas mais diferentes frentes de encaminhamentos de casos. Possui cursos de atualizações em Direito Previdenciário realiza...

Saiba mais

Compartilhar:

A imagem mostra um homem em uma cadeira de rodas, olhando para algo que está fora da cena. Ilustra a publicação
Anterior

Como solicitar pensão por morte?

Próximo

Cálculo da Aposentadoria Especial

A imagem mostra uma mulher sorrindo e escrevendo algo, e ilustra a publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ainda não há nenhum comentário.

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.