Os perigos de transformar auxílio doença em aposentadoria por invalidez

Os Perigos de Transformar Auxílio Doença em Aposentadoria por Invalidez

Saiba os prejuízos que você pode ter ao transformar auxílio acidente em aposentadoria por invalidez.

Atualmente, quem fica doente ou lesionado e necessita do INSS sabe a peregrinação e a quase tortura que a autarquia submete os segurados. Exigindo que doentes compareçam inúmeras vezes à perícia médica para manter o auxílio doença benefício.

Diferença entre aposentadoria por invalidez e auxílio doença

A diferença entre a aposentadoria por invalidez e o auxílio doença é que a aposentadoria por invalidez trás outros direitos acessórios. Como consequencia, como por exemplo a liberação de seguros por invalidez permanente e também a quitação de financiamentos imobiliários.

 Alta agendada

Com a invenção da alta programada, o INSS passou a dar prazo. Em geral de 1 a 6 meses para que o segurado receba benefício e depois volte ao trabalho. Mas, normalmente esse prazo não passa de 2 meses. Submetendo o segurado a repetidas pericias médicas para análise da mesma doença. O que é altamente desgastante e leva o segurado a crer que transformar o auxílio doença em aposentadoria por invalidez é a melhor opção.

Todavia, é preciso ter cuidado com esta ação.

Muitas pessoas nos procuram para ingressar com Ação para Transformar Auxílio Doença em Aposentadoria por Invalidez.  Isto, afim de cessar a necessidade de ir periodicamente à agência do INSS realizar perícia e não ficar mais sob o medo de perder o beneficio de repente.

Além disso, a aposentadoria por invalidez tem uma vantagem de 9% em relação ao auxílio doença. Recebemos também, casos de outras pessoas, que ganharam a concessão na justiça e têm interesse em ingressar com a ação para transformar auxílio doença em aposentadoria por invalidez.

Entretanto, aconselhamos nossos clientes, com algumas exceções, a não ingressar com a referida ação.

Avaliação da perícia

A avaliação pericial varia de acordo com o ponto de vista do médico que realiza o exame. Desta forma, existe a possibilidade do segurado ter seu benefício de auxílio doença concedido pelo INSS. Mas ao tentar transformar em aposentadoria por invalidez na esfera judicial, pode ser considerado apto ao trabalho, receber alta e perder até mesmo o auxílio doença.

Uma vez em que o benefício por incapacidade é cessado judicialmente, se torna extremamente difícil a reversão da decisão. Trazendo inúmeros prejuízos ao segurado da Previdência.

A recomendação é de que só se dê entrada com pedido judicial para transformar o auxílio doença em aposentadoria por invalidez em casos de agravamento sério da doença. Tais como, diabetes que leve a cegueira ou AVC com paralisia parcial do corpo.

 

Banner das nossas regras de uso de conteúdo. Clique nele e saiba como ter permissão para utilizar nosso texto em seu site ou blog.

80 comentários em “Os perigos de transformar auxílio doença em aposentadoria por invalidez”

  1. olá,eu recebo auxilio-doença a 4 anos,me acidentei de moto em 2013 e fiquei com sequela no braço direito ate hoje,mais fui chamado para reabilitação proficional e la um medico perito me examinou e mesmo constatando que meu braço direito não levanta todo,afinou e não tem força me informou que iria transferir meu auxilio-doença em auxilio-acidente pelo fato de que eu fiquei com sequela,assim eu deixo de receber um salário minimo para receber só meio salário 50% do que eu recebia e me deu um documento informando a empresa que eu trabalhava que eu iria voltar as atividades de garçom pois minha carteira é assinada,minha patroa me informou que não pode me aceitar de volta pois já esta demitindo outros empregados,impossível conseguir sobreviver com apenas 467,5 por mês .
    oque eu faço? peço o aposento por invalidez na justiça? se eu pedir aposento e o juiz negar eu perco o auxilio-acidente? aceito minha patroa dar baixa na minha carteira? só tenho uma certeza não consigo trabalhar só com um braço..desde já lhe agradeço um abraço.

  2. Boa noite?
    Fiquei afastada por dois anos, depressão, pânico faço uso de medicamentos não saio sozinha. Nesse período saiu uma lei que ,quem tinha mas de 2 anos de auxílio doença, tinham que dar alta ou aposentar por invalidez.
    E foi encaminhada aposentadoria. Já tem 12 anos . Eu fiquei um ano e meio e pedi alta, achei que voltando ao trabalho poderia melhorar. E não aconteceu, entrei num acordo sai do trabalho. Mas meu estado foi se agravando e marquei outra perícia. E foi onde aconteceu o que contei. Posso ser cortada nesse pente fino. Agradeço atenção.

  3. o medico perito fez o pedido de aposentadoria por invalidez ,mas me parece que o gebin nao acatou o pedido ,este e um setor no inss que da a aposentadoria .por isso que aparece prorrogacao no seu beneficio ,va ao inss saber mas detalhes

  4. Rogerio Camargo Castello

    Bom dia
    Fiz uma cirurgia na coluna coloquei 6 parafusos na região lombar, depois de ter alta fui para casa e sentado senti uma dor muito forte retornei para o hospital
    Já estou recebendo o auxílio doença
    E o médico constatou que um parafuso quebrou o osso
    Fui submetido a segunda cirurgia para a retirada desse osso e do parafuso também
    Resumindo agora estou com 5 parafuso duas astes
    Trabalho como coletor de sucatas
    Tenho 39. Anos quais são minhas chances de aposentadoria
    Obrigado

  5. OLÁ BOM DIA! ESTOU A PROCURA DE INFORMAÇÃO SE PODER ME AJUDAR FICAREI MUITO GRATA!
    É O SEGUINTE, MINHA MÃE É APOSENTADA POR AUXILIO DOENÇA A UNS 20 ANOS, E MEU IRMÃO POR INVALIDEZ A 17 ANOS, MAS OS DOIS APOSENTO É NO NOME DA MINHA MÃE POIS QUANDO MEU IRMÃO APOSENTOU ERA MENOR DE IDADE. POIS BEM, FOMOS NA PREVIDÊNCIA SOCIAL PARA TRANSFERIR O BENEFICIO DO MEU IRMÃO PARA O NOME DELE, E A PESSOA QUE NOS ATENDEU FALOU QUE O BENEFICIO FOI CESSADO DESDE 2002 SENDO QUE TODOS OS MESES O BENEFICIO CAI NA CONTA E ELE SACA NORMALMENTE. A PESSOA QUE NOS ATENDEU NÃO SOUBE EXPLICAR COMO DEVEMOS AGIR DEPOIS DESSA INFORMAÇÃO. SÓ FALOU QUE A MINHA MÃE CORRE RISCO DE SER PRESA POR TIRAR DINHEIRO INDEVIDAMENTE DO GOVERNO. SENDO QUE NÃO CHEGOU NENHUM TIPO DE INFORMAÇÃO ESSE TEMPO TODO PARA NÓS. POR FAVOR NOS AJUDE. OBRIGADA.

  6. Gostaria de saber pois minha prima esta desde 2011 em auxílio doença pois desencadeou problemas psiquiátricos,antes da última perícia cessaram o benefício e a perita pediu todos os prontuários dela a levei novamente para a perícia assim foi consedido o benefício e a perita sugestionou a aposentadoria e fui informada que ate converterem o auxílio doença em aposentadoria

    1. Olá, Kenia.
      Sim, o auxílio doença pode ser transformado em aposentadoria. Mas ela terá que passar por uma perícia judicial, na qual ela pode sair aposentada, continuar com o auxílio doença ou então, perder o benefício que já está recebendo.

    2. Olá, Altair.
      Para este caso você pode tentar uma ação contra, porém terá que comprovar.
      Você pode usar este indeferimento para fazer o pedido judicialmente. Onde há mais chances de ganhar.

  7. Srs(as), bom dia. Primeiramente gostaria de dar os parabéns à vossa equipe por postarem tal matéria cuja leitura é simples e de fácil entendimento, ótima iniciativa em prol da sociedade brasileira. Em segundo, gostaria de perguntar: Estou afastado por auxílio doença já fazem dois anos (desde 20/06/2015), tenho hérnia de disco na coluna lombar e apesar de ter feito a cirurgia (16/09/2015) onde coloquei pinos e prótese de disco, ainda sinto dores que me obrigam a tomar remédios que apesar de não sanarem totalmente as dores me deixam dopado (Pregabalina 150mg e Fosfato de Codeína 30mg). Com as dores que sinto e com o atestado em indefinitivo dado pelo médico, o que mais solicito ao Dr para que seja viável o pedido de aposentadoria, que já me foi até indicado por minha advogada? E mais uma pergunta, se permitem: Haveria algum prejuízo quanto ao valor de meu benefício, caso eu consiga transformá-lo de Auxílio Doença para Aposentadoria por Invalidez? Na certeza de um retorno, agradeço e fico no aguardo.

    1. Olá, Heli.
      Para solicitar a aposentadoria por invalidez terá que passar por nova perícia, que pode constatar a invalidez, manter o auxílio doença, ou pior, cortar o benefício. Então é bem arriscado.
      O valor da aposentadoria por invalidez é maior que do auxílio doença. É 100% da média, enquanto o auxílio doença é 91% da média.

  8. o sr pode me dizer se o perito sugeriu a aposentadoria por invalidez com artigo 43-71-78 exemplo desde 05/04/2017 135 informa que foi dado 2 anos e que espera se um novo comunicado que ainda não tinha entrado no sistema, vamos dizer que a nova reforma seja aprovada e a sugestão vem bem depois que a reforma foi a provada sera feito o calculo com a nova reforma ou com a antiga
    tem muita gente esperando a carta e nunca chega poderia ver se da para tirar esta duvida eu creio que vai ajudar muita gente obrigado.

  9. Olá, Andria.
    Para pedir a aposentadoria por invalidez, você terá que passar por uma perícia judicial. É um pouco arriscado, pois caso não passe, corre o risco de perder o benefício. Mas se você tem laudos suficientes para comprovar incapacidade, converse com o seu advogado para uma possível aposentadoria.

  10. DENILSON MATOS DA SILVA

    boa tarde! sofri um acidente de trabalho a dois anos,tive 90 por cento do meu corpo queimado ,me sinto horrível
    rejeitado one passo as pessoas me olham como se eu fosse um leproso, tenho pesadelos com o que vivi,não consegui benefício por acidente de trabalho pois passei três meses em coma quando acordei a empresa e tudo sumiram não tenho precisão nas mão pois me livrei de um amputamento.consigo aposentaria?

    1. Olá, Denilson.
      Para obter auxílio do INSS você precisa estar incapaz para o trabalho. O INSS só paga qualquer benefício se ficar constatado que sua doença lhe incapacita em algum grau como vou lhe explicar.

      Aposentadoria por invalidez: sua doença tem que ser de incapacidade total e permanente. Onde você não consiga mais trabalhar devido sua doença.
      Auxílio doença: sua doença tem que ser de incapacidade total e temporária. Onde você não consiga mais trabalhar por um período de tempo, mas depois sua doença acaba e você retoma a capacidade para o trabalho.
      Auxílio acidente: sua doença tem que ser de incapacidade parcial e permanente. Onde você consegue trabalhar mas tem uma limitação devido sua doença.
      Observe que tudo esta condicionado ao seu estado atual de saúde, se você se sente apto para o trabalho não tem direito ao benefício.

  11. Boa Tarde minha mãe já esta na 4° pericia e todas são constatadas incapacidade laborativa, em virtude de um problema sério que ela tem na coluna. Mas como moramos em um acidade do Interior acaba se tornando difícil ir a tantas perícias tendo em vista que depende muito do médico, alguns dão o prazo de 1 ano a 6 meses, mas a maioria pede que retorne para pericia depois de 2 meses. Todos os laudos médicos dizem que ela não pode mais fazer nenhum tipo de esforço e reforçam que ela não pode mais trabalhar, nem em casa com os afazeres domésticos. Gostaria de saber se é o caso de entrar com a aposentadoria por invalidez. Obrigada

  12. Boa noite Dr trabalho em uma empresa a 18 anos sou portador de albinismo e visao sub normal minha cid h 54.0 baixa visao nos dois olhos meu auxilio doenca foi deferido por tempo indeterminado o que pode acontece sera que vao me aposentar por invalidez

    1. Olá, Silviano.
      Não temos como saber se você vai ser aposentado ou não. Quem decide isto é o juiz. Se você está totalmente incapaz de realizar suas atividades, tente nova perícia no INSS, levando documentos que comprovem a sua incapacidade.

  13. Adriano, nesse caso seria interessante a conversão do seu benefício de auxílio-doença em aposentadoria por invalidez em razão do período já gozado.
    Procure um advogado se confiança para o ingresso dessa ação.
    Maiores esclarecimentos enviar para nataliapsousa@hotmail.com

  14. Sou funcionário público municipal portador de cirrose hepática alcoólica irreversível Child C com o Cid k703 estou recebendo o auxilio-doenca , posso pedir para transformar em aposentadoria por invalidez , gostaria de receber alguma informação sobre este assunto , desejo um bom dia a todos , obrigado !

  15. Boa tarde, tive um acidente de moto em janeiro de 2016, fiz 7 cirurgias entre elas uma reconstrução de quadril e prótese total do quadril e fêmur, já passei 2 vezes pela perícia e a próxima e agora no mês de maio.
    Tenho monoplasia do membro inferior direito, mialgia crônica, lesão no nervo ciático tudo isso marcado no laudo do ortopedista e do fisiatra,perambulacao com muleta, dificuldade para sentar permanecer sentado e de ficar em pé, formigamento e choques no pé e perna impossibilitado de calçar Tenis ou sapato fechado.
    Tenho direito a me aposentar por invalidez? Devo pedir isso ao perito no dia da perícia?
    Grato.

      1. Dr. Eduardo koetz, no laudo para o INSS o médico fisiatra colocou.
        ” paciente com incapacidade dolorosa e motora, por sequela de politraumatismo, apresentando dor crônica (r52.2) monoparesia flacida (g83.1) do MID.
        Necessita de acompanhamento por tempo indeterminado.”
        O laudo do ortopedista diz. “Paciente em acompanhamento por ATQ (prótese total de quadril) direito, devido a osteortrose secundária, a fratura de acetabulo. Possuem lesão no nervo ciático devido ao trauma. Possuem sequelas definitivas motoras e funcionais.
        CID s32.4
        CID s82.6
        CID s62.6
        CID m16.4”
        Esses laudos por si só já é o suficiente ou tenho que solicitar ao médico perito no dia da pericia para que me aposente?

  16. Olá, Vitor.

    Sim, pode pedir a aposentadoria por invalidez. No seu caso, aconselhamos que, quando estiver chegando perto da próxima perícia, entre com o pedido do benefício.

  17. Olá! Boa tarde!Meu pai tem 59 anos vai fazer uma cirurgia so que ele não fez a cirurgia do coração q são três cirurgia de vez q ele vai fazer q é ponte de safena coloca uma válvula no ventrículo esquerdo do coração e fechar uma. Cavidade q está no coração desde quando ele nasceu com isso meu pai pode receber o auxilio doença e a aposentadoria por invalidez gostaria de sabe pq o médico falou q ele não tem condições de trabalhar mas .

  18. Olá, boa noite.
    Tenho 44 anos e recebo auxílio doença a 3 anos. Tenho Necrose da cabeça do fêmur e acetabulo bilateral. Fiz uma cirurgia de descompressão na perna direita. Logo em.em seguida sofri uma queda e fraturei o Fêmur dessa.perna tendo que fazer nova cirurgia para colocar uma aste e dois parafusos, mas por ainda ter a Necrose nessa perna vou ter que arrancar esses ferros e colocar uma prótese definitiva. Quanto a perna esquerda acabei de fazer uma Artroplastia colocanão uma prótese definitiva. Os médicos me passaram uma série de cuidados e limitações. Sempre que faço esforço físico fico com dores. Minha próxima perícia é em março de 2018.
    Posso solicitar aposentadoria direto ao perito?

  19. mauro celio jose dos santos

    ola boa noite eu estava de auxilio doença a 1 ano e meio apresentado
    no dia 31/03/2017 que iria ate dia 14/04/2017 so que no dia 06/04/2017 passei por uma pericia eles me deram um papel escrito
    fundamentação art.59 da lei n8.213 de 24/07/1991/artigos 43.71.e 78.do decreto n3.048. de 06/05/1999;portaria legal ministerial.359 de 31/08/2006 informamos que foi reconhecido o direito a prorrogação do beneficio tendo em vista que foi constatada incapacidade para o trabalho
    o limite do beneficio lhe sera informado através de um novo comunicado
    informamos que o pagamento do seu beneficio sera mantido ate .14/04/2017 depois de uma semana eu consultei constava que o beneficio foi cessado pode me dizer o que e isso.

  20. Ola
    Em 92 sofri um acidente de trabalho, virou auxilio doença por 2 anos e depois me foi concedido auxilio acidente de 30 por cento do teto na epoca. Desde entao sempre tive problemas c trabalho. De 92 p ca consegui 2 empregos formais na minha vida totalizando 5 anos de contribuiçao no total. Esse ultimo, minha renda foi de 4200 por mes, fui demitido em julho de 2015 e nunca mais consegui trabalhar formalmente, tenho monoparesia na mao esquerda, uma tendeniase em funçao dos esforços compensados. O processo do acidente de trabalho jah eh transito julgado ha mais de 20 anos, mas a pensao eh pouca e agora ja com 50 anos nao me emprego mais e estou c dificuldade financ terrivel. Qual a dificuldade de xformar essa pensao em aposentadoria por invalidez, e quanto seria um valor aprox, e o senhor conhece algum escritorio que cuide disso?

  21. Boa noite. Tenho um problema de saúde diagnosticado como depressão e já fiquei de auxílio doença por 5 anos e agora o Inss indeferiu meu pedido. Ainda continuo doente e não me sinto apto para convívio com outros. Vou solicitar uma reconsideração na Junta do Inss. Caso negativo entrar na justiça solicitando minha aposentadoria?

  22. Bom dia !
    Recebo auxilio doença (HIV) periodicamente des de 2008, posso entrar com aposentadoria por invalidez?

  23. Boa tarde, meu nome é Paulo Marinho, acontece que meu pai está com neoplasia maligna no duodeno (nível IV) e recebeu auxílio doença por 9 meses, e agora voltou a outra consulta e foi concedido mais 8 meses de auxílio doença. Neste caso, ele pode entrar com um pedido de aposentadoria por invalidez? Pois ele estava pensando que ja ia se aposentar agora.

  24. Boa noite Dr.
    Sou portadora da doença autoimune Miastenia Gravis (Cid G 70.0). Estou recebendo o Auxílio Doença há quase 4 anos. Em 2015 foi a minha última perícia, bela o perito disse que ia entrar com um pedido de aposentadoria por invalidez e que era para eu esperar um comunicado do Inss por carta ( o que não aconteceu até hoje); então, procurei na internet o resultado desta perícia de 2015 e achei a resposta de que eu teria que fazer uma nova perícia em setembro deste ano (vai completar 2 anos da última perícia).
    O que o senhor me aconselha fazer? Devo fazer esta nova perícia para ver no que vai dar ou já entro com um pedido para transformar em aposentadoria por invalidez?
    Ficaria muito feliz se o senhor me respondesse.
    Muito obrigada.

    1. Olá, Priscila.

      Você terá que fazer a nova perícia de qualquer maneira, no seu caso, como está recebendo o auxílio doença, aconselhamos que faça a perícia na data agendada, e caso a aposentadoria não seja concedida, ingresse com uma ação judicial.

      Abraços!

  25. Boa noite Doutor, tenho 39 anos de idade, e a 3 anos e 10 meses estou no auxílio doença por acidente de trabalho, tenho 9 hérnias na coluna e atualmente estou no setor de “reabilitação”, mais não vejo possibilidade de retornar ao mercado de trabalho, posso entrar com ação pedindo a aposentadoria?

  26. Olá
    Meu filho tem diabetes que ocasionou cegueira, tem também um problema renal, o qual o leva a fazer hemodiálise três vezes na semana.
    Ele recebe auxílio doença há três anos, sendo que a última concessão vai até dezembro.
    Posso pedir hoje (março de 2.017) a aposentadoria por invalidez?
    Corro o risco de ele ter o benefício cessado??
    Eu tive que largar tudo para poder cuidar dele e levá-lo aos lugares que precisa para se manter bem.
    Aguardo.
    Célia

    1. Olá, Célia.

      Pode, mas corre risco de não ganhar e de perder o auxílio doença. Acoselhamos que peça a aposentadoria por invalidez quando tiver próximo da cessação do benefício.

    2. Ola meu nome é Robson tenho 28 anos estou encostado pelo auxílio doença estava com duas ernia de disco fis a serurgia agora estou com 6 parafusos e duas próteses agora não posso mais pegar peso. Estou com medo na hora que eu voltar a trabalhar . Acaba a estabilidade eles me mandarem embora. O que que eu vou fazer.

  27. Dr. Bom dia tô pelo auxílio doença 1 ano e 3 meses com 2 hérnias de divisão , uma lá l5 s1 e l4l5 , que radia aos membros esquerdos , causando perca de movimento dá perna esquerda dormencia , e dor muito aguda
    Queria saber se posso pedir a troca do auxílio doença para aposentadoria
    Pós os laudo das ressonância indicam o problema , e os laudo do ortopedista apontando a impossibilidade de voltar ao trabalho por n poder ficar mto tempo em pé , e nem pegar peso , eu trabalho em super mercado

  28. Olá estou no auxilio doença dês de 2009 acidente de moto onde perdi a patela (joelho esquerdo ) até hj estou em tratamento ainda sem a patela posso pedir a mudança do auxílio pela aposentadoria por invalidez?

  29. Olá tou de auxílio doença a 4 anos por hipertrofia no coração minha média fala que não tem como voltar a trabalhar tomo remédios controlados e agora meu benefício foi cessado. O que devo fazer posso entrar com o pedido de aposentadoria Administrativo por invalidez?

  30. Estou no auxilio doenca desde 08/05/2014 em 2016 o inss cortou o benefício entrei na justica eo juiz deu auxílio doença por tempo intederminado ao todo tempo desdo comeco fo auxílio ate hj vao pra 3 anos posso entrar novamente na justiça pedindo aposentadoria por invalidez pois nos meus laudos que levo pro juiz de 3 em 3 meses todos vao se condições de voltar ao trabalho e da psquiatra vai sem condições de psiquiátrica de exercer a funcao no trabalho

  31. Dr EDUARDO, MINHA ESPOSA RECEBE AUX DOENÇA HÁ DOIS ANOS,ESTA POR ENQUANTO PROVISORIAMENTE INTERDITADA,ESTOU PLEITEANDO A CONVERSÃO DO BENEFICIO b31 pra 32 COM A MAJORAÇÃO DE 25%,POIS NECESSITA EM TEMPO INTEGRAL CONFORME LAUDOS MEDICOS cuidados eespeciais e vigilância em tempo integral devido cid f20.0 e f43.1#o SR ACHA QUE EXISTE POSSIBILIDADE DE NA ESFERA JUDICIAL ELA PERDER O B31?

  32. Bom dia meu nome é Paula meu pai já tem 5 meses que tenta receber o auxílio doença porém a junta desconsiderou o benefício é tivemos que entrar com um recursos num prazo de 2 meses porém antes dele adoecer ele já estava tentando aposentar com ajuda de advogado porque ele de nascença só tem 1 rim e o serviço dele e muito pesado e sempre adoece quando começa a trabalhar então já estava rolando os papel da aposentadoria e agora ele fez outra perícia no fórum pra marca a audiência si ele vai aposentar ou não é esse auxílio doença ainda não saiu pra ele…..A dúvida é si ele aposentar ele perde o auxílio doença ou esse auxílio doença sai junto com a aposentadoria?

  33. Sou portador de hepatopatia crônica,cirrose hepática e esplenomegalia,devido ao vírus da hepatite C.Desenvolvi essa doença há mais de dez anos,atualmente recebo auxílio doença que me foi concedido por um ano,seria possível requerer aposentadoria?

    1. Olá, José.

      Sim, você pode entrar com o pedido de aposentadoria por invalidez, nesse caso deve marcar uma perícia no INSS da sua região e levar os laudos médicos que comprovam sua incapacidade de trabalhar.

      Abraços!

  34. Eu estou a 16 anos afastado eu sofri um acidente de trabalho, fiz três cirurgias no joelho esquerdo que foram ligamentos e correção, só que devido as cirurgias eu acabei ficando com cecuelas dessas cirurgias a osteoartrose e o inss, alega que eu não tenho mais direitos de receber o benefício porque o meu problema era reconstrução dos ligamentos, que foram feitos e só isso , e a cecuelas é problema meu eu me acidentei no ano de 2000 recebi o benefício até 2005 depois disso não recebi mais depois desse período de 2005 foi quando eu fiz a terceira cirurgia um ano depois e o inss alegou que eu tinha direito ao benefício porque já tinha passado o período de carência de um ano , fiz perícia médica na justiça federal e nada agora está na comum, aguardando está decisão, gostaria de saber se tenho direito a algum benefício? Depois que o perito me deu alta a empresa que eu trabalhava uns dias depois fez um acordo comigo, porque não tinha mais atividades e faliu restando apenas eu de funcionário o que devo fazer. muito obrigado

  35. Boa noite. MEu caso é , em resumo , o seguinte: em 2012 depois de 3 cirurgias de tendão (perna direita) tive que extrai-lo. Em consequencia dessas cirurgias e da gravidade, fiz , aproximadamente 250 seções de camara hiperbarica pois não obtinha cicatrizacao. ISso se estendeu até 2013 quando fui diagnosticado com cancer no rin esquerdo. SUbmetido a uma cirurgia para retira-lo por conta da gravidade tb. Até essa data fiz quioterapia por veia e por via oral ultimamente. TEnho o cancer estacionado nesse periodo. Recebo auxilio doença por longos periodos, o ultimo por 12 meses (termina em março de 2017). Com a experiência que , seguramente, vcs tem, minha pergunta é se tenho possibilidade de aposentadoria por invalidez. Obrigado pela atenção.

    1. Olá, Milton.
      Tem sim, você pode entrar com o pedido de aposentadoria por invalidez e mostrar todos os laudos e atestados médicos. Caso o INSS negue, é necessário entrar com ação judicial.

      Abraços!

      1. Bom dia, dr.
        Preciso de ajuda jurídica. Poderia avaliar meu caso e ver o que poderíamos fazer? Sou desempregado e recebo alternadamente auxílio-doença há 7 anos. Nas renovações das perícias, alguns peritos deferem e outros indeferem meu pedido.
        Tenho depressão/ bipolar/esquizo/TDAH/TOC…
        Não que eu carregue esse fardo todo conjunta e completamente. Tenho características de inúmeras patologias mentais e oscilo em períodos melhores ou piores.
        Impossível trabalhar, pois sou comissário de vôo e é uma profissão muito rígida qto aos horários. Vivemos nos recuperando arduamente, doente ou não, de 2 jet legs semanais. Entre outras características que toda profissao tb possui, há aspectos estressores e neurotizantes. Tenho 35 anos e fui desligado da TAM há 5 anos e nunca mais trabalhei. Tentei, mas a doença foi mais forte. Não sou inválido, mas o que eu poderia fazer num emprego exigindo que aceitem minhas limitações físicas ou mudança brusca de humor. Faltaria muito, sem dúvida. Não há a menor perspectiva de readaptação. Pesquiso no momento atividades que possa fazer em casa.
        Vivo indo a perícias, grande parte percebi claramente que sequer ligaram o computador onde o perito avalia meu histórico e eu estava nitidamente muito mal a ponto de meu pai precisar me acompanhar até a sala do perito.
        Fez 3 perguntas irrelevantes. Sei que minha pericia já estava negada antes de eu chegar ao perito, pois a recepcionista sequer pediu meu RG, tampouco passei por atendimento administrativo antes de fazer a perícia. A balconista disse: ahhh… seu caso já é direto. Aguarde em frente à porta número 15 que o doutor já lhe chamará.
        E assim foi feito. Leu apressadamente demais meu laudo feito pelo médico com quem me trato. Sequer lembro o que ele perguntou. Pois em meu histórico consta que além de ter já tomado mais de 50 medicações diferentes e ser um paciente muito refratário, já passei por internação, Eletroconvulsoterapia, Magnetização transcraniana, infusão de cetamina, aguardo vaga para que implantem um chip em meu cérebro e por fim, aguardei ansiosamente por um ano a chegada de um antidepressivo que estava sendo utilizado nos EUA e era promissor. Chegou o Brintellix e tb não resolveu.
        Perguntei ao perito somente se conhecia o Brintellix. Sei q não devo falar nada. Eles podem interpretar que estou manipulando a perícia. mas não era o caso. Lógico que essa raça de chacais sabem nada de medicina e queria informar a ele que meu médico disse não haver mais opções para mim. A última esperança era o Brintellix.
        O “perito” aumentou muito a voz para me intimidar e deu sermão de que lá era uma perícia. Ele que faz perguntas. Não deveria querer ensina-lo a fazer o trabalho dele que obviamente não teria capacidade.
        A perícia encerrou nisso. Ele devolveu até o laudo de meu médico imediatamente e falou: vai vai vai… acabou. Pode sair. Aguarde cartinha em casa. Com a pouca força que eu tinha eu quebraria ele em 100 pedaços. Fez um gesto com a mão balançando enquanto dizia xô xô xô xô!
        Já tentei pela Justiça ou Aposentadoria ou auxílio doença continuo até me restabilizar. Contando tb receber as diversas vezes que indeferiram meu pedido. Aposentadoria não é tb o fim do Mundo. O INSS pode convocar para realizar novas perícias periodicamente e até cancelar a aposentadoria. E sei como funcionam os trâmites. Mesmo desempregado contribuo para não perder a qualidade de segurado.
        Tanto antes quanto depois da perícia judicial, nada mudou. Ja consegui 6 meses de afastamento, 3, 1 mês e uma avalanche de indeferimentos.

        Nada muda o que o médico que te conhece escreveu. O perito avaliará o caso e decidirá qq coisa que lhe venha a cabeça.
        Oras, tenho condições de ir às perícias pq me levam de carro e me escoram. O fato de eu ter histórico bem antigo está a favor para que eu receba o benefício desejado. Faço sempre perícia na mesma agência, pois os peritos já conhecem minha cara e meu histórico e costumeiramente deferem meus pedidos.

        Portanto, não havendo mais o q ser feito, quero pleitear novamente a aposentadoria na Justiça. Mesmo indo na agência da Previdência onde me conhecem, tb por muitas vezes sou mal tratado e negam meu direito.
        Att
        Ronaldo

        1. Olá, Ronaldo.

          Muito triste isso, mas infelizmente o perito do INSS tem costume de tratar as pessoas desse jeito. Mas sim, você tem direito a aponsentadoria por invalidez, como já sabe, deve entrar com ação judicial. Espero que tenha sorte, amigo.

          Em caso de dúvidas estou à disposição, abraços!

  36. francisco das chagas da silva

    Ba tarde! meu nome é Francisco estou dando entrada pela segunda vez no auxílio doença ,tenho hérnia de disco ,bico de papagaio e artrose, não estou conseguindo trabalhar eu consigo dar entreda na aposentadoria?

    1. Olá, Francisco.

      ​Para que seja concedida a aposentadoria por invalidez, você terá que realizar perícia, na qual, dependendo da incapacidade que a doença ocasionar, irá acarretar em auxílio doença ou aposentadoria por invalidez. O correto no seu caso é ingressar com ação judicial para a concessão de auxílio doença ou aposentadoria por invalidez (vai depender da perícia). ​

      Podemos lhe passar uma orientação mais personalizada para o seu caso. Basta preencher seus dados em https://www.koetzadvocacia.com.br/beneficio-por-incapacidade/ e entraremos em contato.

Não é possível comentar.