fbpx
A imagem mostra um homem concentrado usando o computador, e ilustra a publicação

Contribuição retroativa ao INSS: quando posso fazer?

Você sabia que pagar contribuição retroativa ao INSS é possível em muitos casos e pode evitar prejuízos na hora de pedir a aposentadoria? No entanto, é preciso verificar se realmente precisa pagar o retroativo e quanto deve pagar. Leia até o final.

Se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para pagar contribuição retroativa ao INSS, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Quanto tempo posso pagar contribuição retroativa ao INSS?

Você pode pagar a contribuição retroativa ao INSS a qualquer momento se você for contribuinte individual e não trabalhou para pessoa jurídica. Já para quem é contribuinte facultativo, não pode pagar retroativo com a guia atrasada em um período de 6 meses.

Nesse sentido, para o contribuinte individual é necessário saber se vai pagar períodos atrasados com mais ou menos de 5 anos. Se o atraso for maior que 5 anos, então será preciso comprovar atividade.

Se acaso o período de atraso for menor que 5 anos e você já estava cadastrado como contribuinte individual no INSS, será preciso apenas fazer o cálculo e emitir a Guia de Previdência Social em atraso.

O texto continua após o vídeo.

É possível pagar INSS de anos anteriores?

Sim, é possível pagar INSS de anos anteriores. Além disso, é preciso observar se você está pagando contribuições feitas até 1996, pois até aquele ano não era previsto o pagamento de multas para contribuições atrasadas.

Ademais, para calcular os valores pagos em atraso é necessário verificar se são contribuição com atraso de mais ou de menos 5 anos. Dependendo do período que você deseja acertar com o INSS, o valor muda.

Se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para pagar contribuição retroativa ao INSS, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Quais os casos em que pode ser paga contribuição retroativa ao INSS?

Os casos em que pode ser paga contribuição retroativa ao INSS são principalmente os contribuintes facultativos e contribuintes individuais. Mas é preciso atender a algumas regras, visto que não pode pagar apenas para antecipar a aposentadoria, por exemplo. Ou seja, só pode pagar períodos de fato trabalhados, mas que por algum motivo, não houve contribuição.

E quem não precisa pagar contribuição atrasada?

Dessa forma, não é todo trabalhador que pode pagar contribuição retroativa e, além disso, que precisa fazer tal pagamento. Um exemplo de trabalhador que não precisa pagar INSS atrasado é o trabalhador rural, que exerceu essa atividade até 1991. Eles só precisam comprovar o exercício da função, sem pagar retroativo.

Como pagar INSS retroativo de contribuinte individual?

Para pagar INSS retroativo de contribuinte individual é preciso:

  • estar qualificado para isso, conforme explicamos anteriormente;
  • reunir documentos que comprovam o exercício de atividade como contribuinte individual, quando solicitado;
  • realizar o cálculo dos valores devidos no INSS e, se possível, confirmar com advogado habilitado;
  • fazer o pagamento da contribuição retroativa ao INSS.

Leia mais no texto que fizemos explicando como comprovar que realmente trabalhou como autônomo.

Caso você queira entender como ficou a aposentadoria com a reforma da previdência, baixe o guia completo clicando na imagem a seguir:

O texto continua após a imagem.

Banner para baixar o guia rápido da reforma da previdência. Elaborado pela Koetz Advocacia.

É possível recolher INSS facultativo retroativo?

É possível, sim, recolher INSS facultativo retroativo, porém, deve ser feito no período de até 6 meses. Entretanto, se passou mais de 6 meses, você poderá pagar a contribuição retroativa ao INSS como contribuinte individual, desde que comprove que exerceu a atividade. Se acaso não exerceu, então realmente não poderá contribuir esse período maior.

Contribuição retroativa ao INSS, quais os juros e multas?

Os juros e as multas na contribuição retroativa ao INSS dependem de quando você vai pagar. Assim, as parcelas que venceram no período inferior a 5 anos não apresentam multas e juros, e elas podem ser calculadas automaticamente no site da Receita Federal, clicando aqui.

Se acaso desejar assistência jurídica dos nossos advogados especializados para pagar contribuição retroativa ao INSS, clique aqui para acessar a área de atendimento e solicite o seu.

Eduardo Koetz

Eduardo Koetz, advogado inscrito nas OAB/SC 42.934, OAB/RS 73.409, OAB/PR 72.951, OAB/SP 435.266, OAB/MG 204.531, sócio e fundador da Koetz Advocacia. Se formou em Direito na Universidade do Vale do Rio dos Sinos e realizou pós-graduação em Direi...

Saiba mais

Compartilhar:

A imagem mostra as bandeiras do Brasil e da Nicarágua, e ilustra a publicação
Anterior

Acordo de Previdência com a Nicarágua pelo Convênio Iberoamericano

Próximo

Aposentadoria do servidor público antes de 1998: regras após a reforma.

A imagem mostra um homem elegante, de crachá, e ilustra a publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.