Como recebo o pagamento do INSS?

Senhora sorrindo e recebendo pagamento em caixa eletrônico
Ao entrar com uma ação no INSS muitos segurados possuem dúvidas, não só durante o processo, mas também após obter a vitória na ação. São questionamentos de como e quando será feito o pagamento, que vamos esclarecer de maneira simples.

 

Se-eu-ganhar-a-ação-do-INSS-como-vou-receber-o-pagamento

 

Existem duas modalidades de pagamento das ações contra o INSS e a União, que são os RPVs e os precatórios. São basicamente “ordens de pagamento” emitidos pelos Tribunais Federais, diretamente no nome e CPF do beneficiário, que deverá ir diretamente ao Banco do Brasil ou Caixa Federal (atualmente o governo federal efetua esses tipos de pagamento apenas nesses dois bancos), apresentar seus documentos pessoais e receber, logo após o seu advogado fornecer o documento.

 

É impossível ao advogado o recebimento pelo cliente, sem conhecimento deste, sendo que é possível apenas que o advogado separe (com autorização do juiz) a sua parte dos honorários contratados.

 

O prazo do recebimento após a decisão final varia muito, pois o processo ainda tem que ir para a contadoria judicial atualizar o cálculo, e depois ser emitido pelo Tribunal. Se for um RPV (que significa Requisição de Pequeno Valor), esta emissão demora cerca de 60 dias para o pagamento (caso o governo federal não atrase) e o precatório pode demorar até 1 ano e meio para o pagamento, pois a legislação é diferenciada, já que se tratam de processos com condenações maiores (acima de 60 salários mínimos).

 

 

 

13

191 comentários em “Como recebo o pagamento do INSS?”

  1. Oi no meu processo contra o inss de auxilio doença aparece concluso para setença sera que e porque vai se julgado e se for demora muito?

  2. Ola eduardo eu estou com um processo de auxilio doença contra o inss e no processo apareceu conclusos para setença.gostaria de saber se ja vai ser julgado e se for demora muito?

  3. Júlio César da Silva

    Olá Boa noite;
    Minha mãe tem um processo contra o INSS desde 2010 no entanto temos pouquíssimas informações a respeito pois o escritório não colabora muito quando solicitamos informações. Poderiam olhar o processo e me explicar o que está acontecendo?

    Processo:  0019800-16.2010.8.13.0005
    Está tramitando no Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJMG.

    Se possível aguardo um retorno e antecipo os agradecimentos.

    Atenciosamente
    Júlio César

    1. Olá, Júlio
      Infelizmente, não temos acesso aos documentos do processo. Por este motivo, aconselhamos que você entre em contato com o advogado exigindo as informações.

  4. Olá, meu advogado deu entrada do meu benefício em maio de 2014, entrou o fator previdenciário, agora em maio de 2017 ganhei o benefício,só que recebi pelo valor atualizado do dia que foi ajuizado, não deveria ser atualizado pelo valor o qual eu eu recebo hoje?

  5. Dr. meus cumprimentos, obrigado por toda orientação que promove nesse site. Gostaria de saber, minha mãe tem um processo de invalidez há quase 10 anos, 9 anos em 1ª instancia ganhou, e agora julgado unanimidade negou apelação do inss e em seguida, unanimidade rejeitou os embargos declaratórios opostos no dia 22/03, public. acórdão no dia 11/04 e vista no dia 15/05. Ouvir falar que seria 30 dias após o acórdão, mas já se passou esse prazo, a vista foi dada 32 dias depois e segue assim: 280502 VISTA A(O).

  6. Boa tarde!!
    Gostaria de uma informacao, tive meu auxilio doenca cessado, mas antes de cessar de dezembro 2016 ate abril de 2017 fiquei sem receber, ficou bloqueado, tem como reaver esses valores, pois acredito ser meu.

  7. Rodrigo Oliveira de Araujo

    Boa noite Dr. gostaria de tirar uma dúvida, tenho um processo contra o inss desde 2013 e no dia 01/03/2017 saiu essa movimentação
    ( 01/03/2017 Arquivado Provisoriamente
    01/03/2017 Certidão de Cartório Expedida
    Certifico e dou fé que a parte interessada não deu início ao cumprimento de sentença/execução; certifico ainda que na data de hoje remeto os presentes ao arquivo provisório )
    A advogada disse que esta na mão do contador para fazer a contagem para pagar a precatória, gostaria de saber se isso leva muito tempo ainda para eu saber o valor que irei receber e se irá muito tempo ainda para eu receber esse valor
    desde ja agradeço obrigado

    1. Olá, Rodrigo.
      A fase de cálculos é um pouco demorada mesmo. E se você for receber por precatório, acaba sendo um pouco mais, pois o precatório só é pago uma vez ao ano.

    2. Olá Rodrigo. Se vc vai receber por precatório é por que o valor ultrapassa 60 salários mínimos. A contadoria da JF vai ainda informar o valor corrigido.

  8. Bom dia, gostaria de uma informação, minha mãe e portadora do ELA, desde 01/03, estamos tentando agendar a cirurgia dela, Gastrotomia via Endoscopia, e por 3 vezes foi agendado errado pelo CRI – Mandaqui, não posso esperar mais, e vou fazer particular no Hospital São Paulo, tenho como rever esse valor pago do INSS?
    Obrigada pela atenção.

    1. Olá, Sandra.
      Se você deseja fazer a cirurgia, tem que ingressar com uma ação pedindo que o Município/Estado pague antes de fazer. Vai ser bem mais difícil depois de feita, pedir o ressarcimento.
      E a ação é contra o Estado/Município, não contra INSS.

  9. Rodrigo Oliveira de Araujo

    Olá gostaria de tirar uma dúvida, tenho um processo contra o inss desde 2013 e no dia 01/03/2017 saiu essa movimentação
    ( 01/03/2017 Arquivado Provisoriamente
    01/03/2017 Certidão de Cartório Expedida
    Certifico e dou fé que a parte interessada não deu início ao cumprimento de sentença/execução; certifico ainda que na data de hoje remeto os presentes ao arquivo provisório )
    A advogada disse que esta na mão do contador para fazer a contagem para pagar a precatória, gostaria de saber se isso leva muito tempo ainda para eu saber o valor que irei receber e se irá muito tempo ainda para eu receber esse valor
    desde ja agradeço

  10. Olá senhor Eduardo. Apareceu isso no meu processo. O que isso significa ?

    08/05/2017 Despacho
    Vistos.Fls. 164/165: expeçam-se alvarás e intime-se a parte da expedição.Após, manifeste-se a parte autora em termos de satisfação. No silêncio, voltem conclusos para extinção.Intime-se.

  11. eloisio Alexandre dos Santos

    Doutor entrei com um processo contra o inss.. E no processo dia 28/04/2017 esta homologado.. Quanto tempo demora pra mim receber os atrasados?

      1. eloisio Alexandre dos Santos

        Então doutor o inss concordou com os cálculos e o advogado também.. E ja foi enviado ao diário oficial.. Agora tenho que esperar o fórum pedir pra emitir o pagamento?

        1. Remetido ao DJE
          Relação: 0140/2017 Teor do ato: O exequente apresentou conta de liquidação a fls. 93/98, da qual discordou o executado, apresentando outro valor (fls. 100/104).Instado a manifestar sobre o valor apresentado pelo executado, o exequente dele discordou (fls. 108/114), iniciando-se a fase de cumprimento de sentença, com a intimação do executado para apresentação de impugnação (fls. 115).Intimado, o executado concordou com o valor apresentado pelo exequente (fls. 120/121).Assim, ante a concordância do executado (fls. 120/121) com a conta de liquidação apresentada pelo exequente (fls. 93/98), homologo-a, para que produza seus legais efeitos.Oficie-se ao Tribunal Regional Federal da 3ª. Região, nos termos da Resolução do Conselho da Justiça Federal nº 168/2011, datada de 05/12/2011, para que seja efetuado o pagamento do devido em favor do(a) do autor(a) (R$ 35.229,99 – Principal e R$ 2.612,77 – Honorários), aguardando-se, a seguir, o prazo de 01(um) ano, o cumprimento do ofício requisitório.Observe a serventia o decurso do prazo sem manifestação do requerido quanto a eventuais valores a ser compensados.Encaminhados pelo TRF da 3ª Região o comprovante de pagamento referente aos valores requisitados, expeçam-se 02 (dois) alvarás, um em nome do(a) requerente, para recebimento pelo(a) requerente ou seu procurador, acerca do valor principal, e o outro em nome do(a) procurador(a) da parte, para levantamento do valor dos honorários advocatícios, ambos com prazo de 120 dias, que ficarão disponíveis no portal saj para impressão.Após, intime-se o(a) requerente, pessoalmente, de que expedido alvará levantamento do valor depositado em seu favor.Prestação de contas em 30 dias após o levantamento dos valores. Advogados(s): Carlos Braz Paião (OAB 154965/SP), Fernando Coimbra (OAB 171287/SP)

  12. Boa tarde,
    Minha mãe ganhou um processo do INSS que se refere ao pagamento de pensão por morte do meu pai. Ela já recebe a pensão desde dez/14 mas até o momento não recebeu os atrasados que caíram em precatório. Existe algum site do governo onde eu possa consultar, para verificar a previsão de pagamento desses atrasados?

    Grato,

    REGINALDO

  13. BOA NOITE . NAO QUERENDO ABUZAR MAS GOSTARIA DE SABER QUAL SIGNIFICADO Disto ….. SCRITAS, NOS TERMOS DO ART. 364, 2, DO CPC, NO PRAZO SUCESSIVO DE
    15 (QUINZE) DIAS, PARA PARTE AUTORA DO DIA 20/03/2017 A 10/04/20 17 E PARA PARTE REQUERIDA DO DIA 11/04/2017 A 09/05/2017, FICANDO
    ASSEGURADA AS PARTES VISTA DOS AUTOS. APOS, VENHAM OS AUTOS CONC LUSOS. NADA MAIS HAVENDO, DETERMINOU A MM. JUIZA QUE SE ENCERRASS E A PRESENTE. EU, ELIZABETH DOS REIS MOREIRA, SECRETARIA DE AUDIE NCIA, QUE O DIGITEI. JUIZA DE DIREITO: REQUERENTE: PROCURADOR (A) JUDICIAL: REQUERIDO: PROCURADOR (A) JUDICIAL:
    NR. PROTOCOLO :
    AUTOS NR. : 1223 NATUREZA : AÇÃO PREVIDENCIARIA
    REQUERENTE : DIVINO JUNIOR
    REQUERIDO : INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL INSS
    DESPACHO : PROTOCOLO DECISAO PROCEDA A SERVENTIA A ALTERACAO DA NATUREZA DA AÇÃO NO SPG E NA CAPA DOS AUTOS PARA CONSTAR CUMP RIMENTO DE SENTENCA. INTIME-SE O INSS, NA PESSOA DE SEU REPRESENT ANTE JUDICIAL, POR CARGA, PARA, QUERENDO, NO PRAZO DE 30 (TRINTA)
    DIAS E NOS PROPRIOS AUTOS, IMPUGNAR A EXECUÇÃO (CPC, ART. 535). NAO HAVENDO IMPUGNACAO OU MANIFESTACAO DO EXECUTADO, EXPECA-SE PR ECATORIO OU RPV, DE ACORDO COM O VALOR DA EXECUÇÃO (ART. 535, 3, CPC). SOBRE A RPV OU PRECATORIO EXPEDIDO, OUCAM-SE AS PARTES NO P RAZO DE 10 (DEZ) DIAS, NOS TERMOS DO ART. 11 DA RESOLUCAO N. 405/ 2016, DO CONSELHO DE JUSTIÇA FEDERAL. TRANSCORRIDO O PRAZO SEM MA NIFESTACAO DAS PARTES, OU COM MANIFESTACAO FAVORAVEL, PROCEDER-SE -A A ASSINATURA DA RPV OU DO PRECATORIO E SEU ENCAMINHAMENTO AO E GREGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1 REGIAO. COM A CHEGADA DA IN FORMACAO DO PAGAMENTO DA RPV OU DO PRECATORIO, EXPECA-SE ALVARA, COM PRAZO DE VALIDADE DE 60 (SESSENTA) DIAS, PARA LEVANTAMENTO DA
    QUANTIA REFERENTE AO BENEFICIO, EM FAVOR DA PARTE EXEQUENTE E EM NOME DE SUA PROCURADORA JUDICIAL, DRA. IRIS VIVIANE PIMENTA DUAR TE, A QUAL POSSUI PODERES ESPECIFICOS PARA TAL FINALIDADE (FL. 8) , E EM FAVOR DA PROCURADORA, DRA. IRIS VIVIANE PIMENTA DUARTE, NO
    QUE TANGE AOS HONORARIOS ADVOCATICIOS. CONCOMITANTEMENTE, INTIME -SE A PARTE EXEQUENTE, PESSOALMENTE, POR MEIO DE CARTA COM AR, IN FORMANDO-LHE ACERCA DA EXPEDICAO DO ALVARA EM NOME DA CAUSIDICA. APOS, ARQUIVEM-SE OS AUTOS COM AS DEVIDAS CAUTELAS. INTIMEM-SE. C UMPRA-SE COM URGENCIA. CALDAS NOVAS, 14 DE MARÇO DE 2017.

  14. Olá, tenho um processo de aposentadoria especial há 5 anos, já ganhei duas vezes e essa é a segunda vez que o INSS recorre. Gostaria de saber quantas vezes o INSS pode ou costuma recorrer? Qual o limite máximo de tempo de um processo desse? Meu advogado afirmou que em menos de 2 anos esse processo sairá, mas ainda tenho dúvidas.

  15. Dr. Eduardo, boa noite!
    O meu processo na vara de acidentes de trabalho contra o INSS, saiu no diário desde 15/02/2017 e até o momento o INSS não restabeleceu os meus pagamentos.
    Estou desde o dia 29/09/2016 com o benefício cessado e sem receber renda de nenhuma fonte, e até os medicamentos que preciso tomar diariamente para as fortes dores não estou comprando devido a falta de dinheiro. Por que tanta demora para um beneficiário que comprovou a incapacidade e o juiz já condenou o INSS?
    Grato,
    José Carlos

  16. Boa tarde! Entrei com processo de aposentadoria em 2015 e em 01 de fevereiro Trânsito julgado deferido . O juiz deu prazo para cumprimento e pagamento d 10 dias simples e prorrogado por mais 10 dias.os prazos já acabaram e nenhuma resposta foi dada.meu advogado não está explicando o q está acontecendo. Pode me ajudar? Devo tomar alguma providência? Grato.

    1. II – Cumprido, voltem os autos conclusos.

      Rio de Janeiro, 2 de março de 2017.

      RENATA CISNE CID VOLOTAO
      Juiz(a) Federal Substituto(a) no exercício da Titularidade

      ——————————————————————————–
      Registro do Sistema em 07/03/2017 por JRJTWG

      ——————————————————————————–
      Em decorrência os autos foram remetidos em 16/03/2017 para INSS – AADJ por motivo de Manifestação
      A contar de 17/03/2017 pelo prazo de 10 Dias (Simples).
      Devolvido em 20/03/2017 por JRJVWK

  17. Ganhei o processo auxílio-acidente contra o inss, está na fase onde o Inss já calculou e devolveu para o Juiz, desde o dia 04 de Novembro/2016….demora assim mesmo, e qual o próximo passo

      1. Boa noite ganhei o processo contra o INSS do auxílio acidente no dia 6/3/17 quando eles vão começar a pagar meu benefício??? Sem ser os atrasados!! Obg

        1. Boa tarde! Entrei com processo de aposentadoria em 2015 e em 01 de fevereiro Trânsito julgado deferido . O juiz deu prazo para cumprimento e pagamento d 10 dias simples e prorrogado por mais 10 dias.os prazos já acabaram e nenhuma resposta foi dada.meu advogado não está explicando o q está acontecendo. Pode me ajudar? Devo tomar alguma providência? Grato.

      2. boa tarde doutor eu tenho uma ação na justiça 01/09/2016 comecei a receber o beneficio e ja foi calculado o valor me deram um valor e um prazo de 30 a 90 dias mais ate agora nada e meu beneficio esta diminuindo oq posso fazer

  18. Dr. Eduardo Koetz, a minha aposentadoria especial ja saiu no diario oficial a dois meses porem ate agora o inss ainda não começou a me pagar, isso e normal , quanto tempo isso normalmente demora, ou que providencias devo tomar.

  19. Boa tarde, tenho um processo previdenciário em 2009 ganhamos a causa saiu sentença apos isso foi remetido para o TRF para Reexame nescessario ano passado foi Publicado o acórdão e foi favorável
    Apos isso foi dado baixa definitiva no TRF para foi remetido de volta a comarca de origem. Agora q o processo voltou qual o próximo passo
    ? Sera q demora muito para si sair os cálculos definitivos e ser pagos.

  20. Bom dia. Meu processo tá em cálculos já tem 7 meses ganhei um processo contra o inss pela justiça federal. Será que vai demorar muito?

  21. Olá dr . Koetz , boa tarde !
    Eu tenho dúvidas ainda em meu caso que está começando a desenrrolar na justiça especial federal . Eu dei entrada no pedido de tutela antecipada pro auxílio doença b31(precisei dar entrada em outro benefício por causa da espécie do primeiro , b91 ,concedido , não poder ser julgado na esfera da justiça federal que é onde deve ser resolvido) . Mas minha dúvida não é sobre a tutela antecipada e sim sobre a possibilidade de conseguir fazer por meio de revisão de benefício , mudar a espécie do primeiro concedido b91 , em b31 . Isso mesmo , sei que parece má idéia , mas aconteceu que seis dias depois de ter sido requerido o b91 existiu outro acidente de maior gravidade que me deixou totalmente incapacitado e sem previsão de voltar ao trabalho . A pergunta é se eu consigo por pedido de revisão de benefício fazer com que mude a espécie do primeiro concedido , b91 , em b31 ? pra que eu consiga anexar ao processo em andamento e tenha a possibilidade de exigir de forma mais rápida o direito aos atrasados referentes à data da primeira negação de pedido de prorrogação do benefício primeiro concedido .
    Muito obrigado ao dr . Koetz em ter esse espaço que nos ajuda tanto . Mui agradecido por poder tê-lo , desde tempos atrás e para sempre de agora em diante !

    1. Certifico que, decorreu o prazo para manifestaçãoDO INSS
      (CALCULO DA CONTADORIA JUDICIAL). Eu, MARILENE LIMA
      CALENZANI, ANALISTA JUDICIÁRIO, RF 1781. Mogi das Cruzes/SP,
      16 de fevereiro de 2017. O meu processo apareceu isso aqui vai demorar muito pro pagamento sair

    2. Daniel M . C . Palma

      Desculpe dr . Koetz . O benefício de auxílio acidente é o de espécie 36 , e não 31 .
      Errei a mensagem , de envio de complemento da mensagem porque tinha o meu primeiro nome bem em cima …

    3. Daniel M . C . Palma

      Desculpe dr . Koetz . O benefício de auxílio acidente é o de espécie 36 , e não 31 .
      Errei 2 vezes enviando a mensagem , de envio de complemento da mensagem porque tinha o meu primeiro nome bem em cima … e na segunda foi por sequência . Desculpe chará !!

    4. Daniel M . C . Palma

      Desculpe dr . Koetz . O benefício de auxílio acidente é o de espécie 36 , e não 31 .
      Errei 3 vezes a mensagem , de envio de complemento da mensagem porque tinha o meu primeiro nome bem em cima … acredito que essa seja correta .

      1. Daniel M . C . Palma

        Digo que tentei enviar o complemento da mensagem que enviei pra tentar ter minha dúvida respondida mas fui direcionado à mensagem enviada por “Daniel 20 de fevereiro 2017 em 11:17” . Acredito que exista algum erro porque meu nome é Daniel M . (Moraes) C . (Coronel) Palma . Eu dei o “clic” em “responder” em meu nome mas por todas as vezes saiu neste outro “”Daniel 20 de fevereiro 2017 em 11:17” . Por fim deixo este aviso , e peço pra que não confunda …

  22. Ola meu nome e Josilene freitas estou com uma ação judicial contra o inss por pedido de pensao por morte negado o inss não me auxiliou no que faze meu companheiro contribuiu com inss mas esteve preso a 4anos ao sair da penitenciaria a falecer eu tinha o prazo minimo30 dias pra pagar uma parcela do assalariado mas a previdência não tenho me auxiliou no que fazer você acha quecausa ganha e quanto tempo demora para uma resposta ?no mais muito obrigado

  23. elizeth vidigal guimaraes

    como si recebe o RPV no banco do Brasil ou Caixa Economica ? Quais os documentos tenho que apresentar ? meu irmão que entrou com o processo contra o INSS da minha mãe referente a defasagem do recebimento da aposentadoria e durante esse processo ela faleceu e nós ganhamos o processo . Estou com os dados que tenho que ir a um desses bancos para receber a parte que coube a mim . Pergunto : É só apresentar meus documentos para que eu receba ? Obrigada.

  24. Jair Ferreira dos Santos

    Boa tarde!!

    É que minha finada esposa, tinha trabalhado a muito tem de carteira assinada, mas quando descubriu o cancer de mama não tinha direito ao beneficio devido ao intervalo sem trabalhar e recolher ao INSS, por isso o mesmo negou, então damos entrada no BPC, fez a pericia, quando a assistente social ligou para marcar a visita a nossa casa ela estava internada, o cancer havia voltado, quando ligou a segunda vez ela havia falecido.
    Informamos ao INSS através da Justiça Federal, e recebemos uma notificação para constituir advogado ou atrvés da promotoria publica solicitar o que o Juizado Federal nos garante do periodo que ela havia dado entrada ao periodo de seu falecimento.
    Ainda temos que comprovar miserabilidade, uma vez que comecei a trabalhar um mês antes sua morte com renda R$ 890,00 para 04 pessoas ???

  25. Boa tarde, meu avó move uma ação, onde pede o recebimento dos atrasados da aposentadoria, isto já faz 8 anos, gostaria de saber se corre o risco dele não receber ou se há maneiras de acelerar este processo?! Ele tem 84 anos

  26. Bom dia. Ganhei um processo no inss o juiz deu 30dias para liberar o dinheiro eo inss nao liberou. O advogado fala com o juiz e nada fas 60dias hoje

  27. Boa tarde, gostaria de tirar uma dúvida. pois à uns três anos e pouco sentia umas dores fortes no estômago entre outros sintomas , ia no médico e constatava gastrite de grau leve. Como eu estava empregado comocei a fazer o tratamento pelo convênio da empresa. No começo de 2016 fiz um exame periódico q a empresa pede, na hora ñ fiquemos sabendo do resultado. Após um tempo em horário de serviço passei muito mal com os tais sintomas, e me marcaram para passar com uma consulta com o médico do trabalho, portanto no dia o medico com o resultado do meu exame períodico em mãos contatando que eu estava com bradicardia. Então assim o médico do trabalho me afastou por 15 dias , durante esses dias fui orientado a procurar um cardiologista fiz isso e fiz todos os exames q o msm pediu . Porém os resultados ñ eram de risco e o cardiologista de nível 2 pediu para q eu Passasse com um clínico geral . Pois em fim fiz isso e o clínico me diagnósticou com distimia crônica e me encaminhou para psiquiatra e psicológico portanto ao passar na triagem com a psicológica ele me diagnósticou com ansiedade depressiva daí me encaminhou para fazer psicoterapia em grupo e o psiquiatra me medicou com clonazepan 0.5mg , carbamazepina 200mg , sertralina 100mg . E iniciei tbm tratamento com gastroenterologista por conta da gastrite. Todos esses tratamentos pelo convênio da empresa de que estava afastado até o 15° dia onde fui encaminhando ao inss q na perícia médica deu deferimento de um curto período, onde eu voltei a trabalhar más cumpria meu horário sentado no banco do escritório fazendo nada até dar meu horário. Porque diziam não haver contrato para mim , passou um mês a empresa aproveitou q o inss me deu alta e me mandou embora Consequentemente perdi o convênio onde estava fazendo o tratamento psiquiátrico, psicológico e gastro.
    Havia entrado com recurso ao inss que pela sugunda vez deu indeferimento.
    Portanto tive q transferir os tratamentos para o sus , onde demorou a continuidade do tratamento e a gastrite virou ulcera de los angeles onde ainda estou aguardando retorno com clínico para os devidos procedimentos de tratamento. Marquei uma terceira perícia médica onde tbm deu indeferimento, pois fui no cat luz e conversei com um orientador trabalhista onde ele me orientou entrar com processo contra o inss e posteriormente contra a empresa.

    Gostaria de saber se concede esse procedimento pois estou desempregado tomando esses remédios controlados e com dores e sintomas

  28. Boa tarde. Tenho um processo ganho no inss Não podendo mas recorrer fiquei 5anos cem receber mas ganhei na justiça federal.no processo fala garga retirados no inss data 18/11/2016 não liberou ainda não entendo o que devo fazer?

  29. Desculpe dr . Koetz , primeiro boa noite . Mas não me expressei da forma correta no último contato .
    Então , meu caso é um tanto complicado porque tive um acidente que seria referente ao auxílio doença acidentário (b91) , e antes de se fazer a perícia na autarquia , existiu mais um acidente (esse de maior gravidade) que seria auxílio doença previdenciário (b34) ou aposentadoria por invalidez . Aconteceu que a espécie do benefício que foi dada , foi então o b91 que por via de regra não pode ser decidido na justiça especial federal . Foi feito pedido de reconsideração e foi negado por mais de uma vez . Tive então que fazer outro pedido de auxílio doença , mas este agora espécie b34 que é decidido na justiça especial federal , mas já tinham se passado mais de dez meses da negação do primeiro benefício que deveria ter-se decidido ser espécie b34 desde o início do benefício .
    A pergunta é : eu posso entrar na justiça especial federal pedindo a mudança de espécie do benefício concedido em b34 e recuperar todo esse tempo que passou ? ?

      1. Melhorando a pergunta ; eu entrando na justiça especial federal pra mudar a espécie do benefício que foi concedido em espécie b34 , eu poderia usar o pedido negado do benefício b91 concedido , pra ter o direito aos atrasados desde aquele indeferimento ?

          1. Eu de novo , desculpe-me .
            Eu já tenho um pedido de tutela antecipada em andamento na JEF referente a um pedido feito tardiamente por fauta de provas da minha incapacidade de benefício b34 . Então eu deveria entrar com outra ação pedindo mudança de espécie do primeiro benefício b91 na Justiça Comum pra ser reconhecida a manobra que deu origem ao benefício errado b91 (deveria ser b34) e então procurar o direito aos atrasados não recebidos ?

  30. Meu Processo de acidente de trabalho tramita há 32 ANOS. O Precatório incontroverso foi calculado em abril de 2010 R$ 134 mil reais, Graças ao empenho da advogada e à Justiça Brasileira em fevereiro de 2015 recebi OS MESMOS R$ 134 mil. ISTO É, 5 anos depois sem juros sem correção. Acidentei em 1983 recebi auxílio acidente até 1993 quando foi interrompido o pagamento do auxílio ao aposentar por tempo de serviço apesar da lei 9528 de 1997 (acidentei antes e aposentei antes desta lei) creio que tenho direito ao auxílio vitalício. Como dependo da justiça gratuita estou entregue as baratas. Idoso 67 anos de idade.

    1. Olá, José.

      Quanto ao precatório, infelizmente é assim mesmo que funciona, ele demora anos a ser pago e o valor é o mesmo de quando foi autuado, sem juros e correção.
      Sobre ao auxílio vitalício, tem que ser verificado exatamente o que foi pedido no processo e o que o juiz decidiu, para dar uma orientação correta sobre esse direito.

      Abraços!

  31. patricia aparecida pedro

    Ola meu nome e patricia sou de franca sp eu estava afastada pela justiça federal a 2 anos tenho condramalacia fêmur patelar grau 4 no joelho esquerdo e grau 2 no joelho direito. .passei pela revisão e o inss cortou. .entrei novamente na justica dia 27 de outubro de 2016 gostaria de saber
    Quanto tempo pode demorar esse processo? Se tenho prioridade pois meu auxílio doença era da justiça e o inss cortou? ? Obg

  32. Bom dia DR , o INSS esta convocando do pente fino quais aposentados B32 ou B92 acidentaria e acima dos 10 anos vai chamar para pericia fico no aguardo ok .

  33. Dr, bom dia. Gostaria de tirar uma dúvida, será que o sr. pode me ajudar?
    Recebi o cálculo dos valores no dia 11/11, na intimação a finalidade é: a fim que tome conheicmento do calculos/valores apresentados pela parte ré fls. retro. Prazo eventual manifestação: 15 dias.
    Pelo que entendi, tenho 15 dias para recorrer, mas está tudo certo. Agora o que está faltando para eles efetuarem o pagamento:

    Última atualização no sistema: Movimentação Cartorária tipo Aguardando Manifestação da Parte Autora
    Realizada em 25/11/2016 por JRJBYG .

    Desde ja agradeço sua atenção.

    1. Olá, Camila.

      Cada caso é diferente, infelizmente não podemos dizer o que está faltando, pois não estamos a par do processo.
      Aconselhamos que peça informações através do telefone 135.

      Abraços!

  34. Olá dr . Koetz . Me encontro hoje num caso que me causa dúvida futura . Pois bem , recebi um auxílio doença por acidente de percurso sendo que deveria receber auxílio doença comum . Pôr quê ? Porque quando fui a primeira perícia do inss já tinha sofrido um segundo acidente (de maior gravidade) voltando da primeira consulta após a cirurgia do primeiro acidente .
    Pois então , o que aconteceu foi que mesmo sabendo , a perícia me concedeu apenas auxílio doença por acidente de trabalho . Foi cessado meu benefício entrei com pedido de reconsideração mas não foi aceito .
    Entrei com um pedido de um novo benefício de auxílio doença previdenciário após 11 meses . Mas meu caso já era pra ser benefício de auxílio doença previdenciário , não acidentário . Nos cálculos eu perderia esses meses após a cessação do benefício . Existe uma maneira de recorrer judicialmente pra que seja transformado o primeiro benefício concedido (auxílio doença por acidente) , em auxílio doença previdenciário pra que seja feita a forma correta dos calculos ? Porque deveria ser desde o início auxílio doença previdenciário ou aposentadoria por invalidez , e mais outra pergunta : eu teria o direito de receber auxílio acidente junto a qualquer um dos dois benefícios (auxílio doença acidentário ou previdenciário) desde a constatação pericial do inss ou judicial se for o caso ?

    1. Olá, Daniel.

      Nos cálculos eu perderia esses meses após a cessação do benefício. Se o benefício foi cessado não vai receber mesmo, só entrando na justiça.

      Existe uma maneira de recorrer judicialmente pra que seja transformado o primeiro benefício concedido (auxílio doença por acidente) , em auxílio doença previdenciário pra que seja feita a forma correta dos calculos ? Sim, tem que demonstrar que a doença que ocasionou a incapacidade não é em decorrência de acidente. Mas o auxílio doença acidentário e comum tem a mesma forma de calculo, o único que muda é o auxílio acidente, que é 50%.

      eu teria o direito de receber auxílio acidente junto a qualquer um dos dois benefícios (auxílio doença acidentário ou previdenciário) desde a constatação pericial do inss ou judicial se for o caso ? Se deseja receber dois benefícios, as doenças que originaram precisam ser sempre diferentes, caso contrário, não pode, e tem que fazer dois requerimentos.

      Abraços!

    1. tribunal de justiças ja mandou mim pagar meus atrasados ja foi pro contador .inss recusou paga o valor mim mandou o valor exato q eles vai paga eu aceitei pra nao recorre .desde julho 2016 mas ante hoje nao mim pagaro.quantos mes inss tem pra mim paga .pois minha advogada fala q nao sabe talve so no ano que vem .estou disiperada pois preciso desse dinheiro..alguem pode mim informar quntos mes ainda falta pra mim receber qual prazo do inss ????

  35. Boa noite

    Dr. Preciso esclarecer uma dúvida

    Fui submetida a uma cirugia em 04-02-2016 da perna direita Onde tive o benefício deferido até 31-05 devido a questões de infecções e inflamações pedi a prorrogação e recebi ate o dia da perícia 18-07 Onde foi indeferido está prorrogação.
    Fui ao medico da empresa que não me permitiu voltar devido trabalhar em prédio sem elevador segundo andar e estar claudicante ( fiquei com a perna 2cm menor que já era esperado já que teria que fazer outra cirurgia )
    Solicitei reconsideração Onde foi negada . Empresa não me deixou voltar.
    Aguardei 30 dias e solicitei novo benefício , pericia em 18-10 negado. A empresa não é deixou voltar novamente .
    Abri um processo no Tribunal Federal contra o inss em 21-10 pois estou sem receber desde o dia 19-07 .
    Dia 31-10 sofri outra cirurgia perna esquerda justamente porque tambem havia a doença e alinhamento das duas para não mancar mais .
    Caso o juiz não conceda o pagamento do retroativo
    Tendo em vista que estava com a doença, tanto que tive que operar a outra perna .
    O que devo fazer? Processar a empresa para receber ?
    Inss não aceita , meu médico alega por exames clínicos e laboratoreais que havia inflamação , e edemas , a empresa não em aceitou por receio de estar ainda claudicante e com dores e inflamações.
    O que faço precesso a empresa caso o juiz indefira os pagamentos retroativos ?

    Estou já desesperada vai completar 5 meses sem pagamento e tenho um filho de 11 anos .
    Por favor me responda fico no aguardo
    Obrigada

    1. Olá, Camila.

      Provavelmente o juiz irá indenizar e mandar o INSS implantar o benefício desde a data inicial, pagando os atrasados. Se o juiz decretar que não era responsabilidade do INSS, pode ingressr judicialmente contra a empresa.

      Abraços!

      1. Boa tarde Eduardo, Obrigada pela atenção .

        Caso o Juiz decretar a não responsabilidade somente com processo contra a empresa, porém o juiz aciona a empresa ou eu terei que dar entrada com novo processo ?
        Sou leiga no assunto desculpe, e que não acho justo ficar praticamente 5 meses sem pagamento , acredito que o pagamento de uma das partes terá que ser feito ou estou errada?

        1. O que acontece: a pessoa fica doente e precisa se afastar o serviço, os 15 primeiros dias são responsabilidade da empresa, o restante é responsabilidade do INSS. Porém, para receber do INSS tem que comprovar que estava doente e precisava de afastamento, se não comprovar o INSS não paga! Se não ficar comprovado que estava incapaz o INSS não irá pagar, se a empresa se negou a receber a pessoa por informar que está incapaz, tem que ingressar com nova ação contra a empresa, demonstrando que estava sim capaz de trabalhar.

          A questão toda é a incapacidade, se realmente está incapaz para o serviço, a responsabilidade é do INSS, mas sempre tem que demonstrar essa incapacidade por perícia.

          1. Obrigada

            Gostaria de esclarecer uma dúvida não sei se pode me ajudar .

            O periodo que estou afastada a empresa vem mantendo o convênio, como já fui comunica da que minha estabilidade de 30 dias será aviso prévio, perdi férias pois passei de 6 meses e também não terei muitas verbas rescisórias.
            Sendo assim , a empresa pode descontar do meu FGTS esse débito de convênio com ela ??

  36. Dr. Koetz estou com um processo de revisao de beneficio no INSS devido eu ter ganho uma açao trabalhista e ter descontado os valores correspondentes a parte do INSS. Tem algum risco de ter o processo indeferido. Pois a gente sempre tem alguma desconfiança. Obrigado. Edilson

  37. Boa tarde ,
    Me Chamo Maciel ,tenho um processo acidentário contra o INSS tudo indica que ganhei pois já faz 4 anos segundo a advogada não cabe mais recurso do INSS só to aguardando a sentença ,,,mas pedir para advogada não aceitar o precatório e sim fazer um acordo com o INSS de menor valor para eu receber no prazo de dias ,,,mas a advogada se recusou pois falou que não existe isso para ação acidentaria esta correto? pois o valor que eu tenho da mais de 60,000,00 eu queria abrir mão do valor a mais para não entrar no precatório,,,poderia me orientar por favor?

      1. Olá Dr Eduardo Koetz, agradeço o retorno ,gostaria de ter conhecido profissional competente que nem o senhor para ter colocao a minha ação
        Gostaria de tirar uma duvida sobre a pergunta anterior,reforcei o meu peio para advogada quando sair a decisão, para colocar os valores para RPV vou perder em media 15% dos valores ,,,,mas a advogada já adintou que não vai entra com pedido de RPV pois mesmo com precratorio vou receber uma parte antes de 3 meses e a outra apos 1 ano e 6 meses no máximo
        Pergunto,,, por favor com seus conhecimentos, eu cliente não tenho direito de decidir como quero receber esses valores não posso descordar do advogado??,,,,, a OAB pode me ajudar nesse caso? e quanto tempo eu tenho para para pedir o RPV
        Agradeço pela atenção

        1. Olá, Maciel.

          Pode pedir separação de valores, para os honorários serem pagos de forma separada e sob o valor inicial (sem a renúncia), é uma forma de entrar em acordo com o advogado. Se tiver maiores pendências no caso com o advogado, é aconselhável buscar a OAB.​

          Abraços!

  38. Dr EDUARDO,na presente data faz 61 dias q minha ação contra inss transitou em julgado, cálculos já foram anexados em 27/10/2016,e já assinei na Dpu a concordância do valor,mas nos autos consta ainda desde 22/09 o trânsito julgado,minha IMENSA dúvida é a partir de quando conta se 60 dias para receber? GRATO A GENEROSA PRESTATIVIDADE

      1. Parabenizo DR EDUARDO, não apenas pelo excelente profissionalismo, educação e conduta ética e transparente, mas também pela consciência com o próximo, pois 99% dá área do direito só pensa na própria “barriga” OBG EDUARDO Q DEUS o ilumine mais ainda em todas áreas de sua existência

      2. Dr EDUARDO, essa ação tramita no jef, já trânsitou julgado há 71 dias, cálculos judiciais já anexados há 32 dias, e nada de expedição de rpv, o Dr não acha q já extrapolou o prazo?

        1. Olá, Francisco.

          Antes da expedição, tem que haver intimação das duas partes para dizer se concordam com os valores anexados e, só então, com a intimação e concordância que é expedido o RPV, autuado e posteriormente quando decorrido o prazo é que sai os valores.

          Abraços!

          1. Obg DR EDUARDO, entendi, então o que está demorando são as intimações(LAMENTÁVEL) pois pergunto e me preocupo não por mera curiosidade, mas sim por extremo planejamento familiar. GRATO

  39. João Sebastião de Oliveira

    Olá..Por favor poderia orientar tenho um processo contra o inss e ganhei o processo pois esta a sim intimese o de mandado implementar o benefício de forma imediata conforme em sentença só que fas 45 dias que o advogado do inss pegou os altos e nada ainda não tem prazo para ele eu não tenho advogado pode me explicar por favor . muito obrigado?

    1. Olá, João.

      Ele tem 60 dias no total para ficar com o processo, depois tem que devolver. Tem que verificar os prazos que foi dado pelo juiz para implantar e quando ocorreu a intimação. Se não tem advogado, tem defensou público, o qual deve procurá-lo.

      Abraços!

    1. Oi Boa tarde. Meu processo está na justiça desde 2009 no.mes de maio de 2016 chegou uma carta para mim fazer uma perícia fiz e chegou a carta que passei na perícia só que na carta dizia que teria q fazer outra dentro de 30 dias mais eu não importância porque liguei no 135 eles mim diz que meu benefício não tinha data para terminar. Aí no mês de junho foi ao banco para ceceber Estava bloqueado o pagamento ai foi na agência do INSS eles mim diz que o beneficio foi cesado. Liguei para advogado e ele mim diz já fiz o pedido para o juiz reemplatar seu benefício novamente mais até hoje dia 20 de dezembro de 2016 ainda nada. Então eu queria saber será q é só depois da sentença ? Se eu ganhar a causa pra mim voltar a receber? Mim responda por favor é muito obrigado e boa tarde.

  40. Olá boa noite se puder me ajudar serei grata entrei com um processo na federal contra INSS ano passado mais nesse momento tenho duvidas sobre meu rpv nesse momento meu processo se encontra assim 17/08/16 transito em julgado 17/08/16 requisição de pagamento ordenado e deferido o pedido 26/09/16 conclusos para despacho 28/09/16 devolvidos com despacho 28/09/16 intimação notificação vista e ordenada INSS 04/10/16 carga de retirados 11/10/16 autos recebidos em secretária com cota 25/10/16 intimação notificação realizada certificada do despacho e nesse momento a localização do processo está em expedição de rpv 1. Minha duvida é quando começa a contar o prazo de 60 dias para eu receber pois como a secretaria demora para atualizar o andamento do processo eu fui lá e foi que me comunicaram que o próximo seria eu ser intimada para ter ciência de que houve um novo cálculo pedido pelo juiz onde eu irei receber mais INSS foi intimado no dia 28 /09 onde a procuradora disse está de acordo com a nova decisão do juiz ai eu assinei a intimação e no mesmo dia 25/10 a secretaria atualizou e desde então meu processo está em expedição de rpv 1 tira essa minha duvida por favor quando comecou a contar o prazo de 60 dias para que eu possa receber ou ainda não está contando esse prazo desde já agradeço pela resposta .

    1. Olá, Scheila.

      Só irá começar a contar após ser expedido do RPV, se o processo está como “expedição” é porque não foi confeccionado ainda, quando ele estiver pronto, será protocolado no TRF e então começara o prazo de 60 dias.

      Abraços!

  41. Dr. Koetz,

    Por favor note abaixo:
    07/11/2016 09:24 – 4. Requisição de Pagamento – Precatório – Paga – Liberada Saque a partir de 16/11/2016

    Esse precatório é referente a um processo do meu falecido pai contra o INSS, agora está parecendo que estará liberado para saque a partir de 16/11, minha maior dúvida é saber como posso receber o valor, o advogado que estava a frente não colabora, não esclarece minhas dúvidas, no contrato de honorários está autorizado o destaque dos valores referente a honorários no ato de expedição do precatório. Você poderia por favor esclarecer qual é o procedimento para eu poder receber? É só eu ir no banco direto com os meus documentos, o advogado precisa ir junto mesmo com os honorários sendo destacados no ato de expedição do precatório?

    Agradeço se puder me ajudar.

    Obrigado.

    1. ATO ORDINATÓRIO
      Em observância à orientação dos MM. Juízes Federais desta Vara,
      intimamos a parte autora para que tenha ciência do(s) demonstrativo(s) de
      transferência do(s) valor(es) requisitado(s) nestes autos, bem como de que o seu
      levantamento deverá ser providenciado pela própria parte beneficiária em qualquer
      agência da instituição bancária indicada no demonstrativo de pagamento retro
      anexado (exceto no PAB Agência Capital Ecológica do Banco do Brasil,
      localizada no prédio da Justiça Federal ­ Av. Anita Garibaldi, nº 888, Ahú ­ e nas
      agências Banco do Brasil Estilo Curitiba, Estilo Praça Tiradentes, Estilo
      Champagnat, Estilo Juvevê e Estilo Portão, exclusivas para clientes ‘estilo’),
      mediante a apresentação do CPF, do documento de identidade e comprovante de
      residência, bem como a indicação do número da conta aberta em seu nome –
      informação contida no(s) demonstrativo(s) de transferência.
      Alerto ainda que os valores somente estarão disponíveis para
      saque a partir do dia 16/11/2016.
      Na mesma oportunidade, em conformidade com o artigo 231, inciso
      XXVI da Consolidação Normativa da Corregedoria Regional da Justiça Federal da
      4ª Região, fica também intimada a parte autora para se manifestar sobre o efetivo
      cumprimento do julgado pelo réu ou ainda se tem mais alguma providência a
      requerer no processo em relação ao pagamento dos atrasados ou ao cumprimento
      da obrigação de fazer pelo INSS, inclusive para retirar documentos em papel
      eventualmente arquivados em Secretaria, no prazo de 30 (trinta) dias, ciente de
      que decorrido o prazo sem manifestação os autos serão arquivados.
      Secretaria da Vara

    2. Olá, Jeimison.

      O precatório vai estar liberado a partir dessa data, mas tem que ter a ordem de pagamento para poder retirar os valores, pois terá que ser no banco específico, tem que solicitar ao advogado.
      Se o juiz deferiu o pedido do advogado dos honorários, você vai retirar separadamente, dai se nao houver mais débitos com o advogado, não há a necessidade de ir junto.

      Abraços!

      1. Bom dia Dr. Koetz,

        Obrigado pelo retorno, caso os honorários dele tenham sido destacados , os valores aparecem separadamente descritos no demonstrativo de pagamento? Ele pode se negar a fornecer o documento?

        Obrigado.

  42. 1ª VARA ATIVO

    REMETIDOS OS AUTOS AO ÓRGÃO PÚBLICO INSS 04/10/2016
    PUBLICADO DESPACHO INTIMAÇÃO 22/08/2016
    JULGADO PROCEDENTE EM PARTE DO PEDIDO JUIZ(A) TITULAR 65011 12/08/2016
    CONCLUSOS PARA JULGAMENTO JUIZ(A) TITULAR 65011 30/06/2016
    RECEBIDOS OS AUTOS 28/06/2016
    REMETIDOS OS AUTOS AO ÓRGÃO PÚBLICO INSS 21/06/2016
    PUBLICADO DESPACHO VISTA AO AUTOR EM 17/06/2016
    JUNTADA DE LAUDO 15/06/2016
    JUNTADA DE PETIÇÃO (OUTRAS) 14/06/2016
    RECEBIDOS OS AUTOS 14/06/2016
    AUTOS ENTREGUES EM CARGA AO PERITO DR. VALTENE 07/06/2016
    JUNTADA DE PETIÇÃO DE CONTESTAÇÃO 31/05/2016
    JUNTADA DE MANDADO 31/05/2016
    MANDADO DEVOLVIDO CUMPRIDO 1 31/05/2016
    RECEBIDOS OS AUTOS 31/05/2016
    REMETIDOS OS AUTOS AO ÓRGÃO PÚBLICO INSS 17/05/2016
    EXPEDIÇÃO DE MANDADO 16/05/2016
    PUBLICADO DESPACHO VISTA AO AUTOR EM 18/05/2016
    NÃO CONCEDIDA A ANTECIPAÇÃO DE TUTELA AO AO AUTOR JUIZ(A) TITULAR 65011 13/05/2016
    CONCLUSOS PARA DESPACHO JUIZ(A) TITULAR 65011 14/03/2016
    RECEBIDOS OS AUTOS 10/03/2016
    REMETIDOS OS AUTOS DA DISTRIBUIÇÃO À SECRETARIA DE JUÍZO 10/03/2016
    DISTRIBUÍDO POR SORTEIO 10/03/2016
    NUMERAÇÃO ÚNICA: 0010655-06.2016.8.13.0431
    1ª VARA ATIVO

    Data pauta: 18/08/2016
    AUTOR: GILSON ANDRÉ COELHO; RÉU: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL => Fica(m) a(s) parte(s) intimada(s) acerca da r. sentença de ff. 89/90, cuja parte dispositiva segue transcrita, da qual poderá(ão) recorrer, caso queira(m), no prazo legal: “…Ante o exposto, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE a pretensão deduzida na petição inicial para condenar o INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL – INSS a manter e a pagar à parte autora, GILSON ANDRÉ COELHO, O BENEFÍCIO DO AUXÍLIO DOENÇA, correspondente a 01 (um) salário mínimo mensal, a partir da data do requerimento administrativo, incidindo a correção monetária a contar das datas dos respectivos vencimentos e juros de mora a partir da citação, nos termos do artigo 1º-F da Lei n. 9494, de 1997, e do Manual de Cálculos da Justiça Federal, aprovado pela Resolução/CJF 134, de 21/12/10. Por outro lado, indefiro o pedido de concessão do benefício de aposentadoria por invalidez, havendo resolução do mérito, nos termos do artigo 487, I do CPC. … P.R. O processo do meu marido está assim. o advogado disse que ele já ganhou o beneficio auxilio doença só que até agora nem a carta de concessão chegou. Isso está certo? demora mesmo?

  43. Boa tarde,
    Ganhei uma ação contra o Inss, através do juizado especial federal, em maio de 2016. Ao ingressar com meu pedido de aposentadoria por idade, o Inss fez cálculo errado e ao receber a carta com cálculo do meu RMI percebi o erro e já pedi revisão,. Como eles demoraram muito, ingressei com ação no juizado e foi resolvido em 6 meses. O Inss corrigiu meu salário, mas não sei nada sobre as diferenças atrasadas.Minha dúvida é sobre isso, quanto tempo demoram para pagarem essa diferença ? e se devo ir atrás para resolver, obrigada.

  44. Dr. Koetz , desculpe , mas talvez eu tenha outras duvidas referente ao meu caso . Primeiro boa noite , e a dúvida agora é sobre um caso , meu , que está um tanto dificil de entender . Tinha eu o benefício espécie b 91 , sendo que antes de sair a confirmação da espécie do benefício existiu um outro acidente de maior gravidade , este ocorreu na volta da consulta de rotina do primeiro acidente . Acho agora , que deveria ter sido transformado o benefício em espécie b 31 automaticamente ao ser feita a comunicação ao perito médico do inss e terem me concedido auxilio acidente junto ao auxilio doença . Mas não aconteceu . Meu benefício “b 91” foi cessado . Pedi reconsideração mas não foi aceito . *Então dei entrada após alguns meses em outro benefício b 31 , benefício esse que faz valer o pedido de tutela antecipada na Justiça Especial Federal . Minha dúvida é sobre o fato do direito de receber o atrasados do auxilio doença desde quando o benefício foi cessado , é real ? Ou apenas desde a entrada do outro pedido ?

  45. Olá, entrei em ação contra o INSS pois meu pedido de pensão por morte de meu filho me foi negado, faz mais de 8 meses que entrei com esse processo, a pergunta é, demora todo esse tempo mesmo? Me foi negado porque atestaram que eu não havia provas o suficiente, poderia me orientar também quais serão os próximos passos da justiça agora? Se for de seu conhecimento. Obrigada, desde já.

    1. Olá, Raquel.

      Cada processo leva um tempo diferente, isso porque depende da decisão do juiz, o qual não tem prazo para dar a sentença. Não tem como saber quais serão os próximos passos, pois não sabemos qual será a decisão do juiz. Você pode saber saber quais são as etapas que um processo previdenciário possui clicando aqui.
      Abraços!

  46. Dr. Koetz , boa tarde !
    Estou passando por um caso que , tinha o direito de receber o auxílio acidente junto ao auxílio doença por causa de outro acidente de qualquer natureza que deixou sequelas permanentes e que me deixou incapacitado até os dias atuais , mas o inss não me concedeu o benefício e o cessou . Entrei na Justiça Especial Federal com pedido de tutela antecipada de auxílio doença . E o auxílio acidente ? , o qual tinha o direito a receber junto ao auxílio doença , caso for eu constatado imcapacitado para o trabalho na perícia médica da Justiça Especial Federal terei o direito de receber normalmente os dois benefícios , auxílio acidente e auxílio doença ? E os atrasados ?

  47. Dei entrada na aposentadoria por tempo de serviço comecei a trabalhar em 1980 registrado e apesar de só ter 53 anos tive que colocar em um advogado que ganhou a questão em terceira estância e já faz 2 anos e ainda não saiu a carta

  48. Boa noite fiz uma pericia judicial e o perito constatou minha incapacidade é já foi pra base de cálculo gostaria de saber quanto tempo ainda vou ter a esperar por o perito mim concedeu desde o mês 04 e não ultrapassarar 60salarios minimos

  49. Clarice Ferreira Dos Santos

    Eu entrei com pedido de aposentadoria no inss e com PPP, meu pedido foi indeferido. o inss não reconheceu os ppp.
    Hoje me falta 2 anos de contribução, mas com os laudos dos ppp, já completam 30 anos de contribuição.
    Tenho 48 de idade,
    vou entrar com recurso junto ao inss.
    Gostaria de saber quais são as chances de eu conseguir esse reconhecimento dos ppp.
    Tenho medo de não dar certo. estou desempregada e tenho uma válvula metálica emplantada no peito. tenho medo de não conseguir mais arrumar trabalho. Clarice F. dos Santos. meu email. santosmichael12@hotmail.com.
    obrigado.

    1. Olá, Clarice.

      Nesse caso você deve contratar um advogado previdenciário para entrar com uma ação judicial.
      Estamos enviando para o e-mail informado mais orientações de como proceder para obter o benefício.

      Abraços!

  50. Boa tarde Dr koetz,

    Vou entrar com uma ação previdenciária de auxílio doença na justiça Federal, gostaria de saber qual o valor a ser cobrado pelo advogado e de que maneira.
    Obrigado.

    Atenciosamente,

    António Moreira

  51. Boa tarde.

    Prezado Eduardo, tenho um processo (auxílio doença acidentário, área cívil), onde o requerido é o INSS.
    O processo está como classe cumprimento de sentença e loca físico aguardando pagamento de precatório.

    O último movimento foi em 14/10/15
    Certidão de Publicação Expedida
    Relação :0368/2015
    Data da Disponibilização: 14/10/2015
    Data da Publicação: 15/10/2015
    Número do Diário: 1987
    Página: 2451

    A minha dúvida seria: Como posso saber o número do Precatório e o número da Ordem de Pagamento?
    Como posso consultar a data prevista para pagamento? Será que ainda vai demorar muito tempo?

  52. Olá, Valdomiro.

    O INSS pode recorrer até ocorrer o transito em julgado, após isso não pode mais. Se você recorrer agora ela terá que esperar essa decisão para receber a pensão, só poderá receber antes se o juiz proferir tutela antecipada, caso contrário tem que esperar.

    Abraços!

  53. Ganhei uma causa contra um banco. Ele já fez o pagamento, mas ainda não recebi o valor, porque falta sair a liberação da justiça. (Proferido despacho cumpra-se). Já tem mais de um mês e até hoje nada. Gostaria de saber quanto tempo demora para poder receber o dinheiro. Obrigada!

  54. Boa tarde. Estou com um processo por incapacidade laborativa contra o INSS já ganha. Fui ao fórum para ler o processo e está com a protocolagem do meu adv no dia 27/08/16. Gostaria de saber mais ou menos qt tempo ainda leva para eu poder sacar meu valor. Pelo portal,consta o oficio requisitorio publicado e expedido com a data do dia 08/08/16. Por qual data posso me basear para contar os 60 dias?

    1. Olá, Ana.

      Primeiro o processo tem que ser encaminhado a contadoria que irá efetuar o cálculo dos valores que você tem a receber, com o cálculo o INSS, o seu advogado são intimados a verificar se concordam com os valores. Se as duas partes concordarem, sai a expedição que demora em torno de 60 dias. O mais correto é você procurar o seu advogado, pois só ele sabe a real situação do seu processo, visto que cada caso é um caso.

      Abraços!

      1. Olá dr Eduardo. esse calculo ja foi feito e meu advogado ja concordou e protocolou. Minha duvida é se eu conto os 60 dias a partir dessa protocolagem do meu advogado. Desde já muito obrigada pela atenção.

        ABRAÇOS!!

        1. Boa tarde Dr Eduardo. Fui informada pelo meu advogado, que já expirou o prazo para pagamento do meu rpv pelo inss. O senhor poderia me informar quais serão os próximos passos e se o tempo para receber será muito extendido? Muito obrigado. Abraços!

          1. Boa noite! Minha muher esta sem condicoes, para trabalhar… O medico do inss, nem leu o laudo e deu alta… Ja entrei com recurso no inss, resolve alguma coisa?

    2. Olá Vanessa. O meu não foi negado. Meu processo levou 3 anos para resultado de implantação de beneficio e o administrativo(atrasados),ainda estou no aguardo de cumprimento

  55. Ola recebi hoje uma declaração do INSS falando que ultrapassei os atestados, eu queria saber quanto vou receber agora? Eu recebo um salário minimo , e até quando fica descontando se caso consta lá? Tá falando pra eu marcar uma pericia . Mas eu não sei de nada nunca me aconteceu isso 🙁 . Por favor me responde!

    1. Olá, Jéssica.

      O governo irá revisar todos os benefícios por incapacidade. Com isso, é necessário que você marque uma nova perícia e leve todos os atestados e laudos médicos.

      Abraços!

  56. Uma terceira duvida, agora referente à cobrança de honorários.
    Foi feito um acordo de aperto de mão no valor de 50% do valor da causa. Pesquisando sobre isso, descobri que a seccional (OAB) do maranhão (onde moramos) seguiu o entendimento da de são paulo no sentido de que em causas demandadas contra o INSS, os honorários só podem ser fixados em até 30% por se tratarem de verbas de natureza previdenciária. Ademais, no contrato a importância acordada foi de 30%, mas certamente ele vai cobrar os 50%. Como posso resolver esse tipo de questão? Devo pagar e depois procurar o conselho de ética? Devo me recusar a pagar e procurar a tutela jurisdicional novamente? Outra saída?
    Obrigado!

  57. Ola, boa tarde!
    Seguinte: Meu pai estar por receber a RPV, o juiz ja deferiu e mandou pagar, a requisição ja foi feita e agora só falta fazer o depósito na conta judiciaria.
    Minha duvida é a seguinte: Estando o meu pai impossibilitado de se locomover, posso eu receber em seu nome? Como imagino que a resposta seja positiva, lanço a segunda pergunta: Qual a procuração adequada para que eu possa realizar o saque, a publica? Pergunto isso porque ouvi falar de uma procuração especifica do INSS, mas não encontrei nada sobre isso. Queria entender melhor essa questão.
    Obrigado!!

    1. Olá, Pedro.

      Para receber em nome do seu pai, você tem que procurar o advogado que fez o processo para fazer a procuração específica onde conste poderes específicos para a retirada de valores.
      O Código de ética permite que o advogado cobre até 50% do total da ação. Se a OAB do estado em que seu pai reside tem um regulamento interno, você pode reivindicar. Se possui contrato de honorários leva antes, se não possui tem que levar alguma comprovação de que o advogado realmente vai cobrar este valor.

      Abraços!

  58. Boa noite meu marido era motorista de carreta e tem Parkinson e o neuro dele proibio ele d trabalhar ai ele fico 6 meses encostado ai entro no inss denovo eles negaram ai ele entro cn advogado no inss federal. Ai foi concedido mais 6 meses mais ja fez um mes e ele nao recebeu nada ainda sendo que os atrazados o advogado falou que leva de 60 a 90 ele nao tinha que receber ja e porque ele nao tem o número do benefício que nem do outro inss sem ser o da federal

    1. Olá, Andressa.

      O advogado é obrigado a fornecer o número do benefício. Nesse caso, aconselho que vá até uma agência do INSS e solicite o número do benefício. Sobre o valor, era para ele ter recebido alguma coisa no mês posterior que foi concedido o auxílio.

      Abraços!

  59. bom dia meu e osvaldo gostaria de saber sobre o retroativo o juiz deu a centeça o inss pagar o beneficio eo retroativo gostaria de saber quanto tempo leva pra receber o inss recorreu do retroativo so o beneficio estou recebendo

  60. Olá em agosto do ano passado o juiz da primeira vara de acidente do trabalho deu a sentença condenando o inss a me colocar no b94 e pagar os atrasados mais até agora não recebo nem o benefício nem atrasados. O único documento que o advogado me deu foi a decisão do juiz. O que faço agora?

    1. Olá, Sergio.

      Você precisa entrar em contato com o advogado, pois, é bem provável que tenha ocorrido um recurso. Onde o processo, após a sentença do juiz é encaminhado a pedido do INSS, para uma instância superior para ser novamente analisado. Mas tem que verificar com seu advogado.

      Abraços!

  61. maria sabrina ferreira silva

    ola bom dia meu nome e sabrina gostaria de saber o q faser pos meu pai era aposentado do ministerio dos transportes e inss e deixou minha filha omo menor designada dele mas todos dizem q nao pode mas fica pensao pro neto menor?

    1. Olá, Maria.

      Se o menor estiver sob a guarda ou tutela do avô e não possua condições suficientes para o próprio sustento e educação tem direito a pensão. A condição de neto, por si só, não dá direito à pensão por morte da avó, sendo necessária, portanto, a comprovação da dependência econômica e tutela.

      Abraços!

  62. Minha mãe ganhou na justiça o direito da pensão por morte do meu pai, já tem 5 meses, é normal o inss demorar a ceder o benefício ? A advogada falou que não tem nada a fazer a não ser esperar pois só depende do inss

    1. Olá, Arthur.

      Cada processo tem seu tempo de andamento, portanto não é correto afirmar um prazo para pagamento. Ela tem que pedir o número do processo e acompanhar para verificar como está o andamento.

  63. Ola estou com 9 meses sem receber do inss ja fiz pericia mais o periquito colocou nos papeis como se fosse a primeira sendo que já era a 3 perícia ja retornei ao trabalho e meu dinheiro ainda esta preso não recebi nenhum mês que fiquei afastado o que devo fazer obg

  64. Olá gostaria de tirar uma dúvida meu pai entro com uma ação contra o inss tá com pouco mas de 5 anos e tá com um ano que ele faleceu e descobrimos que a causa foi ganha, minha irmã que tá agindo junto ao advogado pra receber esse dinheiro gostaria de saber se tem como eu e os outro saberem o valor exato??? Des de já agradeço

    1. Olá, Dayane.

      Tem que haver um inventário, onde ficará estipulado o sucessor que responderá por estas questões. Caso não exista sucessor constituído, os herdeiros necessários (filhos, esposa) podem pedir habilitação no processo em que o pai era parte. Desta forma, terão total acesso aos valores e pagamentos.

      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/consulte-seu-processo-ou-tire-suas-duvidas/

  65. Estou com beneficio auxilio doença preso pq o banco dos q o inss ainda não mandou meu documento para o banco ..o pagamento ja esta disponível no banco porém não consigo sacar os devi fazer

    1. Olá, Juliana.

      Você deve se dirigir ao INSS e verificar se realmente está disponível o pagamento. Um dos problemas que pode ter ocorrido é a falta de “prova de vida”, que é feita no banco. Esse é um motivo dentre outros muitos que pode ter ocorrido. É necessário ir até o INSS verificar o que está acontecendo.

      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/consulte-seu-processo-ou-tire-suas-duvidas/

  66. Olá, por favor tenho uma grande dúvida! Tenho uma irmã esquizofrênica e peguei a curatela pra pedir junto ao INSS a pensão do meu pai já falecido . Contratei um advogado pra este causa. Ele ficou com o papel original da curatela, isso está certo? Ele pode receber o dinheiro sem que eu saiba? Me ajude não entendo nada desse assunto. Desde já agradeço!

Não é possível comentar.