fbpx
A imagem mostra uma mulher usando fones de ouvido e checando seu tablet e ilustra o texto

Vínculo com pendência no INSS: como corrigir seu CNIS

Se algum vínculo seu apresenta pendência no INSS, você precisa corrigir o seu CNIS. Entenda como corrigir as pendências e erros em cada caso!

E caso você deseje consultar nossa equipe, acesse nossa área de atendimento.

O texto continua após o vídeo.

O que significa vínculo com pendência no INSS?

Em síntese, o vínculo com pendência no INSS é quando os registros não estão 100% corretos. Em outras palavras, o INSS pode ter problemas em processar dados ou a empresa na qual você trabalha/trabalhou não recolhe ou não recolheu suas contribuições. Isso pode acontecer mesmo que a empresa tenha descontado INSS do seu salário.

Dessa maneira, ocorre um erro na sua situação no INSS que não fica regularizada.

O texto continua após o formulário.

Onde vejo se tenho vínculo com pendência no INSS?

Com a finalidade de checar qualquer pendência no INSS, você deve conferir o seu CNIS.

Você pode checar se possui vínculo com pendência, através do site ou aplicativo Meu INSS. O CNIS, Cadastro Nacional de Informações Sociais, vai apresentar uma lista com os seus vínculos de trabalho e, se houver algum vínculo com pendência com o INSS, ele terá um código ao lado do período trabalhado.

O texto continua após o vídeo.

Quem tem CNIS e pode ter vínculo com pendência no INSS?

Na verdade, toda pessoa que possui CPF, possui CNIS, mesmo que não haja nenhum conteúdo registrado nele!

Dessa forma, o CNIS é um registro das contribuições previdenciárias que o segurado fez durante sua vida. Portanto, todo segurado do INSS possui esse histórico de contribuições. Afinal, o CNIS reflete o tempo do seu trabalho registrado no INSS.

Vínculo com pendência no INSS: lista de possibilidades

A seguir listamos as possíveis pendências que podem ocorrer no INSS e, mais adiante, explicamos cada uma delas, bem como a forma de resolvê-las!

  • PEXT – Pendência de vínculo extemporâneo não tratado;
  • AEXT-VI – Acerto de vínculo extemporâneo indeferido;
  • PVIN-IRREG – Pendência de Vínculo Irregular;
  • PREM-EXT – Remuneração da competência é extemporânea;
  • IEAN – Exposição a agentes nocivos no grupo 25 anos;
  • IREC-DESINDEXA – Indica que a contribuição da competência foi desindexada;
  • IREC-CIRURAL – Recolhimento com código de CI Rural sem homologação;
  • IREC-INDPEND – Recolhimentos com indicadores e/ou pendências;
  • PADM-EMPR – Inconsistência temporal, admissão anterior ao início da atividade do empregador;
  • IGFIP-INF – Indicador de GFIP meramente informativo;
  • Entre outros.

O texto continua após o vídeo.

Vínculo com pendência no INSS: PEXT

O erro PEXT – Pendência de vínculo extemporâneo não tratado – se trata de uma pendência e você deve corrigi-la. Porém, o erro acontece porque algumas informações que o INSS possui não estão corretas. Dessa maneira, para corrigir este vínculo com pendência no INSS, você precisa:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas solicitadas dentro do aplicativo Meu INSS.

O texto continua após o vídeo.

Vínculo com pendência no INSS: AEXT-VI

AEXT-VI – Acerto de vínculo extemporâneo indeferido – significa que o INSS fez uma tentativa de corrigir certo vínculo previdenciário, mas não obteve sucesso, pois os documentos apresentados por você não foram suficientes.

Entretanto, para resolver o problema, você deve acionar a Justiça. Ou seja, entrar com uma ação com o auxílio de um advogado especialista, pois infelizmente não é possível resolver direto no INSS.

Vínculo com pendência no INSS: PVIN-IRREG

PVIN-IRREG – Pendência de Vínculo Irregular – é um erro que mostra vínculos irregulares que não estão sendo considerados. A fim de resolver o problema, você deve:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

Vínculo com pendência no INSS: PREM-EXT

PREM-EXT – Remuneração da competência é extemporânea – também se trata de um erro e acontece devido a contribuições pagas em atraso, o que gera uma dificuldade de comprovação de período. Portanto, a fim de corrigir o vínculo com pendência no INSS, da seguinte forma:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

Indicação: IEAN

IEAN – Exposição a agentes nocivos no grupo 25 anos – não é um erro e sim uma indicação de tempo especial. Entretanto, para validar esse indicador, você precisa apresentar o PPP do tempo respectivo no INSS.

IREC-DESINDEXA

IREC-DESINDEXA – Indica que a contribuição da competência foi desindexada – acontece quando você paga uma contribuição atrasada há mais de 5 anos. Com o intuito de resolver esse vínculo com pendência no INSS, você deve:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

IREC-CIRURAL

BIREC-CIRURAL indica que período de contribuições como Contribuinte Individual Rural não existe. Dessa maneira, você deve comprovar a atividade rural para que o período seja registrado nos benefícios previdenciários. Você precisa para solucionar o vínculo com pendência no INSS:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

IREC-INDPEND

IREC-INDPEND é bem comum, pois é um indicador genérico de que existem pendências na contribuição. Desse modo, para resolver este vínculo com pendência no INSS, você deve:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

PADM-EMPR

PADM-EMPR exige comprovar o início do vínculo empregatício através de documentos. Assim, para resolver esse vínculo com pendência no INSS, você deve:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

IGFIP-INF

A princípio, o código “IGFIP-INF” indica que existe recolhimento mas o período não está comprovado e por isso não será somado para os benefícios previdenciários.

Então para resolver, você deve:

  • ligar para o número “135”;
  • agendar o serviço “Atualização de vínculos e remuneração”;
  • com esse agendamento, um pedido específico vai abrir, vinculada a sua conta do Meu INSS;
  • apresentar as provas pedidas no Meu INSS.

ACNIS-VR

Indicador presente nos modelos de mais novos do CNIS.

Além disso, é uma sigla genérica, utilizada quando algum acerto é realizado no seu CNIS, pelo INSS.

Na maioria dos casos, você não precisa se preocupar com este indicador.

AEXT-VT

É o acerto de vínculo extemporâneo validado de forma total.

Isso se deve porque toda a documentação apresentada para validar o vínculo foi totalmente aceita pelo INSS.

Sendo assim, você deve verificar quais documentos você apresentou para tentar reconhecer o vínculo.

A maneira mais certa é entrar em contato com o INSS e verificar o motivo do indeferimento.

IDT

Na verdade, a significa faz referência a uma demanda trabalhista.

Inclusive, a IDT é outra sigla genérica. 

Ela é um indicador previdenciário de uma Reclamatória Trabalhista, Acordos ou Dissídios Coletivos.

No geral, o IDT é acompanhado por outros indicadores.

Caso este não seja seu caso, é melhor você solicitar a informação sobre o motivo de o IDT estar no seu CNIS.

ILEI123

Significa que a contribuição de um certo mês foi realizada com base na Lei Complementar 123/2006, que se refere ao Plano Simplificado de recolhimento.

Sendo assim, é direcionada aos segurados facultativos e contribuintes individuais que querem recolher na alíquota de 11% sobre o valor do salário-mínimo nacional.

Entretanto, esta contribuição específica não contará como tempo de contribuição, mas somente para a Aposentadoria por Idade com valor de um salário-mínimo.

IMEI

A sigla se refere ao recolhimento feito na condição de Microempreendedor Individual (MEI).

Ela também só conta para a aposentadoria por idade.

IREC-FBR

A sigla se refere ao recolhimento validado do segurado facultativo de baixa renda.

Também só conta para a aposentadoria por idade.

IREC-LC123

Indica o recolhimento com a alíquota de 11% sobre o valor do salário-mínimo nacional.

IREC-LC123-SUP

IREC-LC123-SUP indica uma pendência.

E corresponde a duas opções: você pagou um valor de recolhimento com base em um valor superior ao salário-mínimo ou você contribuiu com o percentual incorreto (a menos ou a mais).

Dessa forma, você precisa corrigir os recolhimentos feitos de forma errada para que o período seja adicionado como tempo de contribuição no seu CNIS.

IREC-LIM-SM

Tem uma semelhança a sigla IREC-LC123-SUP.

Entretanto, ocorre quando o MEI contribui com um salário acima do salário-mínimo nacional.

Sendo assim, o valor base de contribuição será limitado ao mínimo.

IREC-MEI

Indica que o recolhimento foi feito na condição de MEI.

Ou seja, na alíquota de 5% sobre o valor do salário-mínimo nacional.

IREM-ACD

Na verdade, relata uma remuneração que possui uma parcela de Acordo, Convenção ou Dissídio Coletivo.

Em geral, este indicador virá com uma remuneração separada das outras.

IREM-ACD-DISS

Também é um indicador de Acordo, Convenção ou Dissídio Coletivo.

IREM-PARC-DIR-SIND

IREM-PARC-DIR-SIND significa que há uma parcela de remuneração decorrente de atividade como dirigente sindical.

IREM-RECL-TRAB

É um aviso de que há parcela de remuneração de uma Reclamatória Trabalhista.

IREM-TRAB-INTERM

Sigla referente a uma remuneração relacionada a trabalho intermitente.

ISE-CVU

Esta sigla informa que existe um período de segurado especial ao mesmo tempo com outro período urbano.

Caso o período urbano tenha sido adicionado de forma errada, você pode corrigir através do telefone, usando um 135.

IVIN-POSSUI-REMTRAB-INTERM

Informa que as contribuições foram resultado de trabalho intermitente.

IVIN-POSSUI-REM-TRAN

Se refere a uma remuneração como dirigente sindical ou trabalho cedido para um cargo comissionado.

IVIN-REINTEG

Informa que houve reintegração do funcionário a uma empresa.

PEMP-CAD

Se refere a informações desatualizadas do seu vínculo empregatício, ou seja, é algo para a empresa na qual você trabalha e não para você.

PEMP-IDINV

Significa que o CNPJ utilizado pela empresa, no seu vínculo, é inválido.

A solução pode acontecer se você ou a empresa informar o CNPJ atualizado.

PEXT

Na verdade, indica que empregador deixou de realizar os seus recolhimentos previdenciários ou, então, no caso da mudança de CNPJ da empresa.

Apresente sua carteira de trabalho para comprovar o vínculo.

PREC-CSE

A sigla informa que você deve comprovar que exerceu atividade especial.

PREC-FBR

Essa sigla informa que embora você tenha recolhido como facultativo baixa renda, não houve uma devida comprovação.

Para realizar a comprovação, apresente seus documentos que asseguram sua situação de baixa renda.

PREC-FBR-ANT

Essa sigla se refere a um recolhimento na condição de segurado facultativo baixa renda antes dos meses de setembro de 2011.

Portanto, você deve você dev complementar a sua alíquota de contribuição para 11% sobre o valor do salário-mínimo ou 20%.

PREC-LC123-ANT

Se refere aos MEIs que recolheram com a alíquota de 5% antes de abril de 2007.

A solução é a mesma da sigla anterior.

PREC-MENOR-MIN

PREC-MENOR-MIN se refere a um recolhimento inferior ao valor do salário-mínimo.

PREC-PMIG-DOM

Informa que a contribuição foi realizada na condição de trabalhador doméstico.

Porém, esse trabalho não foi devidamente efetivado pelo INSS.

Para comprovar o exercício da função, você deve apresentar documentos que indiquem a função.

PRECFACULTCONC

A sigla informa que há recolhimentos ao mesmo tempo de segurado facultativo e de segurado obrigatório.

PREM-BLOQ-EC103

Esse indicador significa que a remuneração não pode ser usada para agrupamento, transferência ou complementação.

A sigla aparece quando você precisa resolver alguns desses indicadores:

  • PEXT;
  • PREM-EXT;
  • IMEI;
  • PEMP-CAD;
  • PREM-EMPR;
  • PREM-FVIN.

PREM-EMPR

Este indicador se refere a uma remuneração anterior, ou seja, um vínculo previdenciário antes do início das atividades da empresa.

Para solucionar, você deve apresentar provas de que a empresa existia.

PREM-FVIN

Indica que há remunerações feitas mesmo depois do fim do vínculo empregatício.

Da mesma maneira, apresente documentos que comprovem sua situação atual.

PRPPS

Se refere a um vínculo previdenciário computado no cálculo de benefício do Regime Próprio de Previdência Social.

PSE-POS

Essa sigla faz menção a algum vínculo previdenciário que foi realizado na condição de segurado especial.

Quanto tempo antes devo corrigir meu vínculo com pendência no INSS?

O principal cuidado que podemos indicar sobre a correção de CNIS que apresenta pendência ou erro de vínculo no INSS é a antecipação. Trazemos mais orientações em nosso vídeo Urgências para conseguir se aposentar.

Quanto antes você puder fazer essa correção, melhor. Entenda melhor o Afinal, o processo de correção pode demorar, o que pode atrasar a sua aposentadoria.

Ou seja, se você deixar para fazer a correção apenas na hora de se aposentar, você pode acabar tendo um atraso entre 6 meses e 6 anos. Isso porque algumas pendências exigem processos judiciais mais longos e complexos.

Sempre avalie o seu CNIS, anualmente, e verifique se ele possui pendências. Se tiver pendências, corrija imediatamente!

Marcela Cunha

Advogada, OAB/SC 47.372 e OAB/RS 110.535A, sócia da Koetz Advocacia. Bacharela em Direito pela Faculdade Cenecista de Osório – FACOS. Pós-Graduanda em Direito Previdenciário pela Escola Superior da Magistratura Federal do Rio Grande do Sul (ESM...

Saiba mais

Compartilhar:

A imagem mostra um homem sentado à mesa segurando papéis, e ilustra a publicação
Anterior

Posso pagar INSS retroativo? Regras, cuidados e vantagens!

Próximo

Mandado de Segurança contra o INSS: como funciona, tempo e mais.

A imagem mostra um homem sorrindo em um ambiente externo, e ilustra a publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cesar jaques de oliveira Avatar
cesar jaques de oliveira

verificação do meu tempo de contribuição com inss para aposentadoria

Equipe Koetz Advocacia Equipe Koetz Advocacia Avatar
Equipe Koetz Advocacia Equipe Koetz Advocacia

Sim, você pode pedir ao INSS para calcular seu tempo de contribuição. Mas o simulador não é muito confiável, porque ele não oferece as opções de aposentadorias especiais e não considera vários períodos de trabalho. Por isso, uma boa forma de conseguir a melhor aposentadoria agora é fazendo um bom planejamento. Você pode baixar nosso guia sobre o tema ou falar diretamente conosco. Se quiser baixar o guia, clique em [https://pages.koetzadvocacia.com.br/como-planejar-a-sua-aposentadoria ] e se preferir falar conosco, pode enviar uma mensagem pelo WhatsApp da equipe: [https://wa.me/5548988364316] ?

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.