fbpx
Odontólogo já pode se aposentar

Odontólogo já pode se aposentar: quais os requisitos?

Saiba quais são os sinais e requisitos que indicam que o odontólogo já pode se aposentar de acordo com a Reforma da Previdência.

Aposentadoria especial do odontólogo

Como saber os sinais e requisitos de que o odontólogo já pode se aposentar? A profissão de odontólogo é gratificante e, em geral, muitos profissionais seguem trabalhando mesmo após aposentados.

Mas, se você ainda não se aposentou, já se questionou quais são os requisitos para conseguir o benefício previdenciário?

Antes de falarmos sobre os requisitos, precisamos que você compreenda que, com a Reforma da Previdência, haverá duas situações possíveis de que o odontólogo pode se aposentar. A primeira é para o grupo de profissionais que já preencheu todos os requisitos para a aposentadoria especial. Esses possuem o chamado direito adquirido e irão se aposentar pelas regras antigas.

Entretanto, os demais profissionais, que não preencheram os requisitos da aposentadoria especial do odontólogo, necessitarão preencher alguns requisitos extras, trazidos pela Reforma da Previdência.

Como saber se o odontólogo já pode se aposentar?

Primeiro, vamos falar sobre as regras antigas da aposentadoria especial do odontólogo. Se, por acaso, você completou todas elas até o dia 12/11/2019, então você tem direito adquirido a se aposentar pelas regras de antes da Reforma. E quais seriam esses requisitos?

Na realidade é um requisito principal e um secundário. O principal requisito é que o odontólogo tenha 25 anos na profissão. E o requisito secundário é que ele comprove que trabalhou todo esse tempo como odontólogo.

Se você quiser, pode baixar gratuitamente o nosso guia da aposentadoria do dentista, basta clicar aqui.

Assim, aqueles profissionais que já tenham 25 anos ou mais de contribuição como odontólogo, já poderão se aposentar. E o melhor: pela regra antiga, que é mais branda e não tem as exigências trazidas pela Reforma.

E quem não completou os requisitos?

Para quem não completou os requisitos até 12/11/2019, a situação muda um pouco. A boa notícia é que a aposentadoria especial continua assegurada para o odontólogo. Entretanto o benefício será menor e o tempo de atividade será maior.

De maneira geral, a partir de agora, além dos 25 anos de atividade especial, o odontólogo deverá contar ainda com 86 pontos, que serão a soma de sua idade e do seu tempo de contribuição.

Nós temos um artigo completo sobre as mudanças trazidas pela Reforma da Previdência, caso você queira saber mais, basta clicar aqui.

Odontólogo já pode se aposentar e continuar trabalhando?

Até antes da Reforma da Previdência esse assunto era bastante discutido no judiciário. Com a Reforma da Previdência, a EC 103/19 autorizou que os profissionais continuassem a trabalhar, mesmo após a aposentadoria especial.

Além disso, o próprio STJ já havia decidido que a aposentadoria jamais poderia cercear o livre exercício da profissão. clique aqui para ler mais sobre isso.

Portanto, sugerimos que se você já implementou os requisitos, dê entrada no seu benefício previdenciário e passe a receber o que é seu de direito.

Eduardo Koetz

Eduardo Koetz, advogado inscrito nas OAB/SC 42.934, OAB/RS 73.409, OAB/PR 72.951, OAB/SP 435.266, OAB/MG 204.531, sócio e fundador da Koetz Advocacia. Se formou em Direito na Universidade do Vale do Rio dos Sinos e realizou pós-graduação em Direi...

Saiba mais

Compartilhar:

Canadá legalmente
Anterior

Como imigrar para o Canadá legalmente

Próximo

Aposentadoria do professor municipal: direito à complementação

Professora sorridente em frente a quadro negro. Confira informações a respeito da aposentadoria do professor municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.