PPP e LTCAT são a chave para obter a Aposentadoria Especial.

A imagem mostra três fotografias de diferentes ambientes de trabalho. Ilustra a publicação "PPP e LTCAT são a chave para obter a Aposentadoria Especial", da Koetz Advocacia.

O PPP e LTCAT são documentos essenciais e indispensáveis para a conquista da aposentadoria especial. Essa modalidade de aposentadoria é devida a todos que trabalham com insalubridade ou periculosidade de modo habitual e permanente de forma comprovada. Além disso, a aposentadoria especial também pode ser paga aos motoristas de veículos pesados (até 04/1995), vigilantes e outros profissionais de segurança que trabalham armados.

O texto continua após o vídeo.

O Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT) é o documento único e necessário exigido pela Previdência e pelo Judiciário para reconhecer o tempo de atividade especial – insalubridade ou periculosidade – exercido por todos os profissionais, sendo que para reconhecer o tempo posterior a 1997 ele é obrigatório.

A fim de fazer o LTCAT, a empresa ou o autônomo deve contratar um médico ou engenheiro especialista em segurança trabalho. Desse modo, o profissional contratado poderá elaborar o LTCAT.

Este profissional vai  até o local, investiga a existência dos agentes nocivos e entrega o Laudo. Em geral esse procedimento leva em torno de 7 dias.

Ademais, profissionais autônomos e empresários são os responsáveis para contratação do Engenheiro do Trabalho ou Médico do Trabalho. Mas é importante dizer que é fácil encontrar bons profissionais para elaborar o documento. Inclusive através de pesquisa na internet.

O texto continua após o vídeo. Saiba tudo sobre aposentadoria especial por agentes biológicos.

Os órgãos públicos também devem manter LTCAT atualizado

Da mesma forma, os órgãos públicos precisam manter o PPP e LTCAT atualizado. O ideal que é recomendado, são revisões de 3 em 3 anos, no mínimo. Caso o órgão público não faça o documento, é possível que o Sindicato da Categoria encomende ou até mesmo os servidores expostos ao ambiente de trabalho. Afinal, se trata de interesse próprio.

Assim também é importante dizer que a Aposentadoria Especial é a mais vantajosa.  Isso porque pode adiantar em 10 anos para o homem se aposentar e em 5 anos para a mulher. Afinal, em ambos os casos o tempo mínimo de contribuição em tempo especial é de 25 anos.

Entretanto, essa regra vale para quem cumpriu os requisitos antigos antes de 12/11/2019, conquistando direito adquirido.

Mesmo assim, depois da reforma da previdência o benefício continua vantajoso. Sobretudo porque exige apenas 25 anos de atividade especial mais 86 pontos. Os pontos são tempo especial, mais tempo comum e mais a idade!

Por isso o PPP e LTCAT são tão importantes.

Do LTCAT são extraídas as informações necessárias para o PPP. E o PPP é o formulário exigido pelo INSS e pelos RPPSs para a concessão do benefício de Aposentadoria Especial.

O texto continua após o vídeo.

Para períodos mais antigos, aos quais o profissional não possui LTCAT, é preciso buscar outras provas, que também servem perante o INSS e o Judiciário. Listamos no ebook abaixo algumas provas que podem ser aceitas.

Banner com o botão "BAIXAR". Ao lado está escrito "Guia: provas para obter a aposentadoria especial. Veja quais são os documentos válidos para comprovar o tempo insalubre"

Advogado Especialista em Direito Previdenciário e Tributário, Sócio da Koetz Advocacia, professor da Pós Graduação.