Planejamento de Aposentadoria

Planejamento de aposentadoria é a certeza do melhor benefício sem estresse ou preocupação.

Planejamento de Aposentadoria é um serviço prestado para garantir que você tenha o melhor benefício possível. Para se aposentar, você precisará cumprir uma série de requisitos exigidos pela previdência. Todos estes requerimentos exigem atenção, paciência e organização, caso contrário seu benefício poderá ser prejudicado financeiramente.

planejamento de aposentadoria, Planejamento de Aposentadoria, Koetz Advocacia

Quando fazer um Planejamento de Aposentadoria?

A primeira questão a ser definida é o momento em que se deve pensar em um Planejamento de Aposentadoria. A partir dos 35 anos de idade já é aconselhável, mantendo tudo organizado com antecedência. Ter um panorama geral previamente é a chave para a obtenção da melhor condição de aposentadoria possível para cada caso. Quanto antes o planejamento começar, melhor será o resultado final.

 

Qual é a Vantagem Financeira em um Planejamento de Aposentadoria?

O principal motivo para se realizar um planejamento de aposentadoria é a vantagem financeira que ele pode proporcionar. Confira abaixo as diferentes maneiras pelas quais isso pode ocorrer:

1. Evitar o prejuízo em se aposentar depois do tempo.

Trabalhar mais do que o necessário acarretará em perdas de benefício que, quando acumuladas, somam valor considerável. Não é difícil encontrar pessoas que trabalham 2 anos excedentes. Considerando o valor de R$ 2.000, estes 2 anos resultariam em R$ 52.000 de benefícios não recebidos (24 meses + 2 décimos terceiros).

2. Evitar o prejuízo em se aposentar antes do tempo.

Da mesma forma, pedir a aposentadoria antes de completar os requisitos vai gerar perdas financeiras. Pois se ainda não tiver direito a ela, ao fim de todo o procedimento (que pode durar meses) seu pedido será negado e você não receberá o benefício.

Por exemplo: se o seu tempo mínimo de contribuição for concluído apenas em fevereiro, você pedir a aposentadoria em janeiro e o processo encerrar apenas em julho, a aposentadoria será negada (pois você ainda não tinha direito quando entrou com o pedido) e os benefícios correspondentes aos meses entre janeiro e julho não serão recebidos. Se você entrasse com o pedido no mês correto (fevereiro) receberia todos os meses, mesmo que o processo terminasse apenas em julho.

Isso sem contar que talvez ainda precise arcar com custos processuais ou de manutenção de documentos. O planejamento lhe dirá a data correta para fazer o pedido, garantindo que você já tem o direito à aposentadoria e evitando atrasos em receber benefícios.

3. Contribuir com o valor correto.

Para receber o melhor benefício possível não é exigido contribuir no teto. A média utilizada para calcular o valor da aposentadoria é baseada, a partir de julho de 1994, em 80% dos meses trabalhados. Portanto, 20% do período de contribuição (aquele que tiver a remuneração mais baixa) desde julho de 1994 será desconsiderado. Dessa forma, contribuir no teto durante 100% do período trabalhado é desnecessário. Este é um erro cometido por muitos profissionais autônomos que não fazem planejamento e acabam pagando à previdência um valor maior que o necessário, sem ter nenhum retorno por isto. Como o planejamento faz o cálculo dessa média, ele também mostrará o valor correto a se contribuir.

4. A certeza do melhor benefício possível.

A aposentadoria é algo sério e fundamental na sua estrutura econômica para o resto de sua vida. Fazer um planejamento de aposentadoria é investir na análise específica do seu caso, coletando todos os dados do seu período de atividade. Com estas informações, é possível garantir que você terá a melhor aposentadoria possível dentro daquilo que cumpriu durante o período em atividade.

 

Como é feito o Planejamento de Aposentadoria?

O planejamento de aposentadoria consiste em uma análise aprofundada e completa dos dados previdenciário afim de se obter o melhor benefício possível. Estes dados (tempo de contribuição, idade, tipo de atividade, cumprimento de requisitos específicos, etc.) são cruzados e apresentam todas as diferentes opções de aposentadoria, com as vantagens e desvantagens de cada uma. Assim, você poderá dar entrada na sua aposentadoria buscando, desde o início, a opção que é a melhor para o seu caso.

O planejamento de aposentadoria é baseado em: Cálculo do Tempo de Contribuição, Cálculo do Valor do Benefício e Prospecção de Possibilidades

 

Quais são os profissionais capacitados para fazer seu planejamento de aposentadoria?

Tanto um contador quanto um advogado especializado em direito previdenciário poderá fornecer o serviço de planejamento de aposentadoria. Entretanto, o contador se aterá muito mais aos valores a serem economizados e não será o ideal para dar suporte em todas as questões legais a respeito da previdência.

Na tentativa de reduzir seus custos ao longo do processo, por exemplo, ele poderá acabar reduzindo, também, o valor do seu benefício. O advogado previdenciário precisará apenas de uma procuração sua e executará todo o trabalho burocrático necessário. Os documentos que forem exigidos para conclusão de cada etapa também serão comunicados pelo advogado.

 

Ressaltamos mais uma vez que a aposentadoria é o principal benefício que determinará a qualidade da etapa de sua vida que serve para descansar e ser recompensado por longos anos de trabalho. O conforto e a segurança de ter certeza que ela será obtida da melhor forma possível fazem com que o planejamento seja indispensável.