fbpx
A imagem mostra um casal maduro andando pelas ruas de uma cidade. A imagem ilustra o texto

Teto do INSS: o que é e como receber valor máximo de aposentadoria?

Você sabia que o teto do INSS, é uma estratégia para evitar excessos e assegurar a alocação criteriosa dos recursos públicos? Além disso, ele atua como um mecanismo de contenção, impondo limites aos salários mais elevados, muitas vezes estipulados por legislação ou regulamentação de órgãos governamentais, como o próprio INSS.

Entenda mais sobre o assunto neste texto!

E se desejar atendimento com advogados especialistas para avaliar sua aposentadoria, clique aqui e solicite o seu.

O que é o teto do INSS?

O teto do INSS, na verdade, é o valor máximo que você pode receber de qualquer categoria de benefícios, como as aposentadorias. 

Além disso, anualmente se reajusta o valor do teto do INSS, considerando o aumento do salário médio dos trabalhadores brasileiros.

Além disso, você deve saber que o teto do INSS também serve como valor base para as contribuições previdenciárias dos segurados que desejam uma aposentadoria mais alta.

Qual é o valor do teto do INSS em 2023?

O valor do teto do INSS em 2023 é de R$ 7.507,49, ou seja, é o valor máximo do benefício  no ano de 2023. Também é o valor máximo sob o qual é calculada a contribuição previdenciária de quem está trabalhando.

O texto continua após o formulário.

Qual foi o valor do teto do INSS em 2022?

Já o valor do teto de 2022, era de R$ 7.087,22, valendo a mesma regra: este valor no ano de 2022 era o máximo do INSS.

O que é teto salarial?

O teto salarial se resume a evitar excessos e garantir o uso adequado dos recursos públicos. Portanto, a garantia de limitar os salários mais altos acontece através de decisões legislativas ou regulamentações de órgãos públicos, como exemplificado pelo caso do INSS.

Como se descobre o salário que vou receber do INSS?

Para descobrir o salário que você vai receber do INSS, fique atento aos valores que você contribuiu. Porque, na verdade, o INSS faz uma média das suas contribuições.

Porém, você deve se lembrar que as regras nas quais você se encaixa mudam este valor! 

A aposentadoria é calculada com base no salário de contribuição do segurado, que consiste na média dos seus maiores salários de contribuição durante um período específico. Esse período pode variar de acordo com a data em que você começou a contribuir para o INSS.

Os passos básicos para calcular a aposentadoria pelo INSS são os seguintes:

  • Verifique o tempo de contribuição: Para ter direito à aposentadoria, você deve ter um tempo mínimo de contribuição, que varia de acordo com o tipo de aposentadoria que você deseja. Em alguns casos, é preciso cumprir também a idade mínima.
  • Calcule a média salarial: O INSS considera os maiores salários de contribuição, geralmente os 80% maiores, dentro de um período específico. Esse período pode variar dependendo do ano em que você começou a contribuir. Os salários são corrigidos pela inflação do período em que foram recebidos.
  • Consulte a tabela de valores do INSS: O INSS possui uma tabela com os valores das aposentadorias de acordo com a média salarial e o tempo de contribuição. Aliás, se atualiza esta tabela anualmente.
  • Considere o fator previdenciário: O fator previdenciário é um cálculo que leva em conta a expectativa de vida do segurado, a idade e o tempo de contribuição. Ele pode diminuir o valor da aposentadoria para quem se aposenta mais cedo.
  • Verifique se há a incidência do teto do INSS: O valor máximo que o INSS paga como aposentadoria é limitado ao chamado “teto do INSS”, que é reajustado anualmente.

Como receber valor próximo ao teto do INSS?

Bom, te digo que conseguir o valor do teto do INSS é muito raro, já que os índices de correção se alteram com certa frequência. Além disso, os índices não são sempre os mesmos. 

A inflação sobre produtos e serviços é outro ponto que interfere, assim como a baixa da infamação. Em outras palavras, todos esses fatores juntos modificam o valor do teto do INSS

Mas calma! Você pode se aposentar perto do teto do INSS.

Sendo assim, quando você for pedir a sua aposentadoria, será feita a média de todos os salários de contribuição. Sendo 100% das contribuições, independente do valor ou com 80% das contribuições mais altas, sendo que ambos os casos precisam ter ocorrido antes de 1994. Ou seja, essa média que vai ajudar você a possuir um benefício maior!

Quanto mais você puder contribuir, melhor.

Como aumentar o valor do meu benefício do INSS?

Para aumentar o valor do seu benefício do INSS, você pode pedir por uma revisão.

Portanto, caso você já esteja recebendo o benefício e acredite que houve algum erro no cálculo ou na aplicação das regras, você pode solicitar uma revisão do benefício junto ao INSS. Para isso, saiba que buscar a orientação de um advogado previdenciário para avaliar a viabilidade e as possibilidades de revisão é uma boa pedida!

Qual o prazo máximo para fazer a revisão do benefício do INSS?

O prazo máximo para fazer a revisão do benefício do INSS é de 10 anos. Assim, preste atenção no tempo no qual você já recebe o seu benefício para não perder a chance de fazer a revisão.

Teto do INSS

Neste texto, você entendeu a respeito do teto do INSS, assim como o valor, como descobrir quanto vai receber do INSS e a possibilidade de revisão do seu benefício!

Além disso, a busca por um benefício melhor funciona através de uma revisão, um recurso disponível aos segurados do INSS.

Portanto, para solicitar, você pode contar com a orientação de um advogado previdenciário, considerando a complexidade do processo. O prazo máximo para revisões é de 10 anos, reforçando a importância de agir.

Stella Vielmo Iung

Stella Vielmo Iung é advogada, inscrita na OAB/SC 65.143, sócia da Koetz Advocacia. Se formou em direito pela Universidade Franciscana e realizou pós-graduação em Direito Previdenciário na Escola Superior de Advocacia Nacional da OAB e em Direi...

Saiba mais

Compartilhar:

A imagem mostra o neto e seu vó, desenhando juntos. A imagem ilustra o texto
Anterior

Portugueses podem usar tempo de trabalho para se aposentar no Brasil

Próximo

Auxílio Reclusão: regras e valores para pagamento do benefício

A imagem mostra mãos atrás das grades de uma prisão. A imagem ilustra o texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faremos mais que o possível para entregar os direitos aos nossos clientes, sempre.

Insira seus dados ao lado e entraremos em contato com você.