Regras para aposentadoria: qual devo usar no meu caso?

Uma calculadora sobre uma planilha com diversos números impressos e uma caneta que rabiscou alguns deles. Foto representa as diferentes regras para aposentadoria.

Entenda as regras para aposentadoria de diferentes modalidades e por qual você deve optar.

 

Existem diversas regras para aposentadoria que foram criadas para contemplar os diversos tipos de profissionais, atividades e históricos contributivos possíveis. Por isso, é comum os trabalhadores, empresários e autônomos não saberem qual regra devem seguir, então fizemos esse post para explicar.

 

Uma calculadora sobre uma planilha com diversos números impressos e uma caneta que rabiscou alguns deles. Foto representa as diferentes regras para aposentadoria.

 

Regras para Aposentadoria em diferentes casos

 

APOSENTADORIA POR IDADE

 

Concede o benefício através da idade atingida, mas com um tempo mínimo de contribuição necessário. Não possui desconto de fator previdenciário. Ideal para quem está perto da idade e longe do tempo de contribuição ou da regra por pontuação.

Idade: 60 anos para a mulher e 65 anos para o homem

Carência: 15 anos de contribuição em dia

 

APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

 

Concede benefício com base no tempo de contribuição ao INSS, e não pela idade. Porém, quanto menor for a idade, maior será o desconto do fator previdenciário. Ideal para quem começou a trabalhar cedo e está longe de completar a pontuação.

Tempo de Contribuição: 30 anos para a mulher, 35 anos para o homem.

Carência: 15 anos.

Não exige idade Mínima.

 

REGRA POR PONTUAÇÃO

 

Criada para anular o desconto do fator previdenciário ao completar uma pontuação mínima composta pela soma do tempo de contribuição + idade. A soma total deve ser de 85 pontos (para mulheres) e 95 pontos (para homens). Ideal para quem começou a trabalhar cedo e está próximo de possuir a idade para completar a pontuação. A partir de 31 de dezembro de 2018, aumentará 1 ponto a cada 2 anos, atingindo a pontuação 90/100 em 2026.

 

HOMEMMULHER

31/12 de 2018

9686Aumento de 1 ponto na regra 85/95

31/12 de 2020

9787Aumento de 2 pontos na regra 85/95
31/12 de 20229888

Aumento de 3 pontos na regra 85/95

31/12 de 20249989

Aumento de 4 pontos na regra 85/95

31/12 de 202610090

Aumento de 5 pontos na regra 85/95

 

Em caso de professores, exige-se 5 pontos a menos e a regra parte de 80/90 pontos chegando a 90/95 em 2026.

 

PROFESSORPROFESSORA

31/12 de 2018

9181Aumento de 1 ponto na regra 80/90

31/12 de 2020

9282

Aumento de 2 pontos na regra 80/90

31/12 de 20229383

Aumento de 3 pontos na regra 80/90

31/12 de 20249484

Aumento de 4 pontos na regra 80/90

31/12 de 20269585

Aumento de 5 pontos na regra 80/90

 

 

APOSENTADORIA ESPECIAL

 

Benefício que concede algumas vantagens a quem trabalhou em atividades com exposição a agentes insalubres.

Tempo de contribuição: 25 anos de atividade insalubre, comprovados por laudos específicos (PPP e LTCAT).

Não possui idade mínima exigida nem desconto de fator previdenciário.

 

APOSENTADORIA DE PROFESSOR

 

Voltada para professores que se aposentam pelo INSS. Possui a vantagem de alguns anos a menos no tempo de contribuição.

Tempo de Magistério: 25 anos para mulher e 30 anos para o homem. Conta-se apenas o período trabalhado em sala de aula. Cargos administrativos não são considerados.

Embora não possua idade mínima exigida, existe desconto diferenciado de fator previdenciário (a aplicação é reduzida proporcionalmente aos 5 anos a menos exigidos dos professores).

 

Conclusão: Como escolher com quais regras de aposentadoria vou pedir meu benefício?

Tendo em vista que existem diversas regras para aposentadoria de diferentes formas, identifique qual é o seu caso ou qual é a forma mais vantajosa para você. Algumas regras são restritas a profissionais específicos (como a Aposentadoria Especial e a de Professor). Mas você também poderá ter a opção de escolher entre algumas espécies de benefício, como a Aposentadoria por Idade, por Tempo de Contribuição ou pela Pontuação. A escolha ideal vai variar conforme a estrutura da sua vida laboral.

 

Não existe uma opção mais vantajosa genérica, que trará o melhor benefício para todos. Por isso é importante, em caso de dúvidas, se aconselhar com um advogado previdenciário e realizar um planejamento de aposentadoria.

 

Banner para clicar e enviar dúvidas para que nossos consultores respondam

Banner das nossas regras de uso de conteúdo. Clique nele e saiba como ter permissão para utilizar nosso texto em seu site ou blog.

17 comentários em “Regras para aposentadoria: qual devo usar no meu caso?”

  1. SILVANA SILVA DE CASTRO

    Bom dia, tenho 54 anos e trinta anos de contribuição junto ao INSS, já de entrada para aposentadoria e consultando na internet, percebo que estou com 84 pontos. O que esse menos um ponto pode me prejudicar em valores para aposentadoria?

  2. ronaldo martins de lima

    ola Dr.EDUARDO
    TUDO BEM ?
    PERIODO GANHO NA JUNTA 27 ANOS EM AREA ESPECIAL ME APOSENTOU
    O PERIODO GANHO NA CAJ 24 ANOS EM AREA ESPECIAL .INDEFERIU
    AGORA NOVO PPP COM 1 ANO E 6 MESES TUDO DA MESMA EMPRESA COM RUIDO DE 91 DCB COM LAUDO.
    AGENCIA NEGOU ,ENTRAMOS COM RECURSO 19/01/17, INSS SO EM 5/7/17 APRESENTOU C.RAZÕES E ESTA AGUARDANDO DISTRIBUIÇÃO.
    A JUNTA E A CAJ VAI JULGAR TUDO NOVAMENTE?
    MEU AMIGO TENHO ADVOGADO ELE INSISTE NO ADMINISTRATIVO,ISSO ME IRRITA.
    TO PENSANDO EM PEGAR MEUS DOC. COM ELE E PROCURAR OUTRO QUE ENTRE LOGO NA FEDERAL.
    ESTOU ANCIOSO DE MAIS. ME ORIENTE POR FAVOR. OBRIGADO.

  3. Boa noite.

    Drº Eduardo,

    É possível conseguir aposentadoria por tempo de contribuição pela regra 85/95 somando-se o tempo de trabalhador rural segurado especial (regime de economia familiar) com o tempo de trabalhador urbano?

  4. Goataria de entender melhor a aposentadoria do professor. Onde diz que a regra é 80/90? Caso real… Professora com 25 e 3 meses de magistério. Idade, 51 e 8 meses, soma da idade e tempo de contribuição 76 anos. Vi que pela regra de pontos, pode acrescentar mais 5 anos, chegando, dessa forma a 81 pontos. Existe a possibilidafe de se aposentar?

  5. Ana Luisa Vieira Barbosa

    Meu pai trabalhou como motorista de caminhao para uma empresa por aproximadamente 20 anos, tiveram alguns periodos em que meu pai não foi registrado pela empresa mas na maioria sim. Meu pai tem hoje 64 anos e precisa se aposentar, mas ele ainda trabalha na mesma empresa mas agora como vendedor e viaja de carro. Ele recolhe a GPS para tentar adquirir o tempo de contribuição por idade, mas se meu pai conseguir o PPP e comprovar a atividade insalubre quando trabalhou como motorista de caminhão qual seria a carencia para ter o direito à aposentadoria especial?

    1. Olá, Ana.
      Para ter direito a aposentadoria especial é necessário comprovar 25 anos de atividade em ambiente insalubre/periculoso.
      No caso do seu pai, ele pode converter o tempo especial em comum, no qual terá um acrécimo de 40% no tempo, e somar com outros períodos, nesse caso deverá contabilizar 35 anos de contribuição e poderá se aposentar pela regra84/95. Para saber mais, clique aqui.

  6. Dr. Eduardo,
    Tenho 207 contribuições com PPP e 161 contribuições normais dando um total de 368 contribuições e usando a formula de conversão de tempo especial 207 x 35 / 25 = 289,8 + 161 (do tempo normal) dá um total de: 450,8 que dividido por 12 dá: 37,56 anos de Tempo de Trabalho.
    Gostaria de saber se fator previdenciário incidirá sobre o tempo total ou somente no tempo normal?

    Josiano Oliveira 50 anos Rio de Janeiro.

  7. Sou funcionário público estadual e estou ” pagando pedágio” com previsão de me aposentar em 06/02/2018 de acordo com certidão do TCU. Pergunto se com as mudanças previstas na reforma previdenciária proposta pelo governo federal eu vou ter que entrar em novo pedágio?

  8. jairo vargas de cristo

    sou servidor público municipal da prefeitura de curitiba estado do paraná. comecei a receber gratificação de insalubridade percentual de 30% sobre meu salário,recebo esta gratificação desde o mês de julho de 1991 até os dias atuais,será que tenho direito à aposentadoria especial? já providenciei todos meus comprovantes de pagamentos e também o ppp,quais documentos ainda faltam?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *