Valor da aposentadoria pode ser melhor com planejamento

valor da aposentadoria, Valor da aposentadoria pode ser melhor com planejamento, Koetz Advocacia

Se antecipar sobre seus direitos é uma das chaves para valor da aposentadoria ser maior
Uma enorme quantidade de clientes e pessoas que realizaram consultas conosco passou por isso: Completaram o tempo de contribuição ou de idade para conquistar a aposentadoria e acabaram se deparando com um salário de benefício muito baixo. Quando isso acontece, analisamos todas as causas e possíveis pagamentos de débito para melhorar o salário obtido.

Foi a partir dessas análises que verificamos os erros previdenciários mais comuns cometidos ao longo da vida dos brasileiros e descobrimos que é possível garantir um bom valor da aposentadoria se o contribuinte corrigi-los pelo menos 10 anos antes de completar o tempo de contribuição ou a idade para se aposentar. Certamente, o ideal é que seja feito um planejamento a partir dos 35 anos de idade, pois ninguém sabe exatamente quando vai se aposentar.

Chegamos nesse número, 10 anos antes da conquista de aposentadoria, a partir das centenas de casos que efetuamos cálculos  e realizamos essas análises. Algumas das pessoas que analisamos passaram, por exemplo, 28 anos contribuindo o mínimo, e os últimos anos de trabalho contribuindo no teto. Como resultado, a estratégia de contribuir no teto na reta final da obtenção de aposentadoria acabou não elevando o salário, já que  cálculo do valor da aposentadoria, como já explicamos no e-book de estudos de caso, é feito com base em 80% das contribuições mais altas realizadas ao longo de todo o histórico previdenciário. Assim, dois anos não teriam muito efeito no salário.

Então de que forma o planejamento eleva o valor da aposentadoria?

Como as aposentadorias podem ter um aumento significativo se corrigindo os últimos 10 anos de contribuição, esse período mínimo é o necessário para que seja estudada a melhor forma de contribuir, dependendo da regra que será seguida. Estes 10 anos são importantes para ter vantagem de tempo sobre todas as decisões que precisem ser feitas na estrutura da sua aposentadoria.

Se o valor de contribuição tiver de ser alterado, por exemplo, é muito benéfico que se tenha tempo de sobra para esta alteração. Dessa forma, você não precisará dispor de valores altos para melhorar seu benefício e nem se sentirá prejudicado por ter contribuído com uma quantidade maior que a necessária e que não poderá ser recuperada. O reajuste da contribuição poderá, inclusive, ser diminuído e resultar em economia imediata.

O ideal é que, aos 35 anos de idade, o contribuinte já possa melhorar a projeção do valor da aposentadoria com algumas pequenas adaptações. Estas adaptações variam do reajuste do valor da contribuição (que já explicamos) até outras questões mais completas de planejamento, como a verificação do tempo que falta para se aposentar, perspectivas salariais, melhor data e regra para solicitação da aposentadoria.

5 comentários em “Valor da aposentadoria pode ser melhor com planejamento”

  1. Olá, Valdeison.
    Seus 21 anos e 11 meses totalizam 263 meses. Se converter este tempo para comum, ganhará um acréscimo de 40% resultando em 368 meses (30 anos e 1 mês). Somado com o tempo comum que você possui, fecham 34 anos. Com mais 1 ano de contribuição você terá tempo suficiente para conquistar a aposentadoria comum por tempo de contribuição. Dependendo da sua idade, isso pode acarretar em descontos de fator previdenciário (clique aqui para ver a tabela e saber qual é o desconto relativo á sua idade).
    Você poderá anular o desconto previdenciário se a soma da sua idade e o tempo de contribuição resultarem em um numero igual ou maior do que 95.
    Já na Aposentadoria Especial não existe fator previdenciário. Porém, não é possível converter tempo comum para especial. Para conquistar esse tipo de aposentadoria, os tempo comum será descartado. Contam apenas os 21 anos e 11 meses que você possui. Ou seja, faltam 4 anos e 1 mês.
    A melhor opção dependerá da sua preferência. Se você tem pressa para se aposentar e está disposto a arcar com os descontos do Fator Previdenciário (ou já tem idade suficiente para atingir os 95 pontos), pode conquistar a aposentadoria comum dentro de 1 ano. Se você não quer enfrentar os descontos do Fator, pode continuar trabalhando em atividade especial por mais 4 anos e 1 mês ou até completar a idade para a pontuação.
    Existem várias coisas a serem ponderadas. O ideal é que você consulte um advogado previdenciário para lhe ajudar com a decisão. Essa é a forma mais segura para conquistar o melhor benefício possível.
    Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/tire-suas-duvidas-previdenciarias/

  2. Gostaria de saber tenho 26 anos de professora no servico publico municipal com um afastamento de 5 anos e 7 meses por motivo de doença, estou para dar entrada na minha aposentadoria ou devo esperar o ano que se inicia onde faço 54 anos com os 26 somam 80 anos pela nova lei.

    1. Olá, Mariangela.
      Você pode dar entrada na aposentadoria agora, se aposentar, continuar trabalhando e, quando completar os demais requisitos, pedir a complementação de aposentadoria. Assim, sairá de atividade recebendo como benefício o valor integral do seu salário. Para saber mais a respeito da complementação e como evitar erros, clique aqui.
      Você pode solicitar uma análise mais completa do seu caso no link https://www.koetzadvocacia.com.br/consulte-seu-processo-ou-tire-suas-duvidas/

  3. Olá,tenho uma dúvida,o que é contado como tempo para aposentadoria especial serão apenas se comprovar 40% registrados como insalubridade,ou as minhas atividades trabalhadas em áreas de riscos,comprovadas no PPP.?
    Trabalhei 7 anos e 10 meses em uma TECELAGEM,com 94dB no meu PPP .De 01 de agosto de 1997 até hoje,trabalho em hospitais,onde exerci várias funções.Comecei como agente de Limpeza,Auxiliar de Enfermagem,e atualmente sou Técnico de enfermagem.
    Já tenho direito a aposentadoria especial ?

  4. boa noite , aposentei-me com 51 no ano de 2015
    dia 18/12/2015 , foi concedido o beneficio no valor
    de r$ 2.339,25 , com 36 anos , 10 meses e 6 dias
    sendo que nos ultimos 15 anos paguei pelo teto
    10 salarios , sempre .
    ja discuti varias vezes com meu contador sobre
    esse indexador de reducao pois achei que fui muito
    penalizado pois se paguei sobre 10 salarios …..
    vamos dizer que recebesse sobre 7 salarios
    tudo bem , mas hoje minha aposentadoria
    dividida pelo salario vigente nao chega a 3 salarios
    pergunto ??? e possivel reverter essa situacao ?????

Não é possível comentar.